Dymista (Azelastina e Fluticasona)

Comprar Dymista online – prescrição médica incluída

 

O Dymista Spray Nasal com aplicador alivia os sintomas de alergias, como corrimento nasal, espirros, coceira no nariz ou entupimento. O Dymista oferece alívio rápido e efetivo, sendo mais eficaz que outros anti-histamínicos ou corticoides isolados. Na euroClinix, é possível comprar o Dymista online, já que emitimos uma receita médica com base na consulta realizada online e avaliada por um de nossos médicos.

  • Alivia os sintomas da rinite alérgica
  • Tratamento combinado com anti-histamínico e corticoide
  • Entrega expressa grátis em todo o Brasil com parcelamento em até 6 vezes
Este produto está temporariamente fora de estoque. Estará disponível em breve, forneça seu endereço de e-mail abaixo para receber atualizações assim que este produto estiver disponível.

Perguntas e respostas sobre como comprar Dymista (Azelastina e Fluticasona) online

Como consigo comprar o medicamento de prescrição Dymista na euroClinix?

O Dymista é um medicamento de prescrição e só pode ser comprado online com receita médica. Se você quiser comprar o Dymista online, a euroClinix fornece esse serviço de emissão de receita. Cada pedido, portanto, é precedido por um diagnóstico que considera o seu estado de saúde e determina a sua adequação ao medicamento Dymista.

É seguro comprar Dymista online na euroClinix?

Na euroClinix, a saúde do paciente é a nossa principal preocupação. Antes de concluir a compra de Dymista na euroClinix, um dos nossos médicos parceiros avalia o seu questionário médico. Isto fornece a certeza absoluta de que todas as verificações necessárias para confirmar a sua aptidão para o tratamento foram concluídas antes do processo de emissão da receita médica.

A nossa equipe médica parceira está registada e regulada pela Autoridade Médica Britânica (GMC, General Medical Council). A euroClinix está legalmente autorizada para a venda de medicamentos online pela entidade britânica (MHRA) e também pela Agência Europeia de Medicamentos (veja o final da página abaixo de "Somos Certificados por:"). Se você se deparar com alguma farmácia física ou online que não requisita qualquer dado médico, que tem preços demasiado baixos, não tem atendimento português e não tem um registo de farmácia evidente,além de potencialmente pôr a sua vida em risco, você estará a cooperar com uma atividade criminosa com possíveis implicações legais. Escolha uma opção segura, escolha a euroClinix.

Posso comprar Dymista sem receita médica?

Segundo determinação Europeia, não é possível comprar Dymista sem receita médica. O Dymista é considerado um medicamento de prescrição médica, ou seja, se quiser comprar, o seu estado de saúde terá de ser previamente verificado por um médico fisicamente ou através de uma consulta na internet. Qualquer farmácia física ou na internet que venda o Dymista sem receita não está a agir de acordo com a legislação.

Qual é o preço de Dymista na euroClinix?

A euroClinix preza pelo seu serviço de excelência. O preço do medicamento Dymista inclui todo esse serviço, nomeadamente, o medicamento Dymista original, a consulta e emissão de receita médica online por parte da nossa equipa de médicos experientes e a entrega expressa em embalagem discreta. Além disso, temos uma equipe de atendimento ao paciente e equipe médica sempre ao dispor para qualquer tipo de esclarecimento. Você pode consultar os preços no início da página.

Ao usar o nosso serviço, você economizará tempo e não precisa passar pelo desconforto de uma consulta presencial ou visitar uma farmácia local.

Quais os métodos de pagamento disponíveis?

Comprando medicamentos online através da euroClinix você pode fazer o pagamento da forma que escolher, seja através de cartões de débito ou de crédito (nacional ou internacional) ou por boleto bancário. Aceitamos pagamentos em parcelas de até 6x e também à vista.

Os meus dados estão seguros ao comprar Dymista online?

A Privacidade dos nossos pacientes está sempre garantida. Quando você compra o medicamento Dymista na euroClinix, todos os seus dados estarão totalmente protegidos. Dados pessoais, informações gerais, dados do cartão de crédito e informações médicas, são protegidos pelo sistema de encriptação SSL. Nenhum dos seus dados é partilhado com terceiros sem o seu consentimento prévio. Também garantimos uma privacidade no processo de envio com a embalagem discreta e também no caso de pagar por cartão, apenas aparecerá no seu extrato a sigla da nossa empresa "HHC" ou do intermediário "goInterpay".

O que é Dymista (Azelastina e Fluticasona)?

O Dymista é um medicamento combinado com anti-histamínico (cloridrato de azelastina) e corticoide (propionato de fluticasona) que oferece alívio rápido a sintomas de rinite alérgica moderada e grave.

Além disso, o Dymista serve também como tratamento para os seguintes casos:

  • Rinite alérgica crônica;
  • Rinite sazonal;
  • Reações alérgicas a substâncias como poeira, mofo, pelos de animais domésticos e febre do feno.

A forma de atuação do medicamento se dá através do alívio dos sintomas a seguir:

  • Corrimento nasal;
  • Coriza;
  • Espirros; Coceira nasal;
  • Nariz entupido;
  • Lacrimejamento;
  • Olhos avermelhados.

Como funciona o Dymista (Azelastina e Fluticasona)?

O Dymista é produzido a partir de dois princípios ativos: o cloridrato de azelastina e o propionato de fluticasona.

O primeiro princípio ativo, o cloridrato de azelastina, pertence a um grupo de fármacos denominado anti-histamínicos, que agem impedindo os efeitos de substâncias produzidas pelo organismo, como a histamina, produzida em resultado das reações alérgicas do organismo.

Conheça a estrutura química do Cloridrato de Azelastina:

estrutura-quimica-cloridrato-de-azelastina

Os estudos realizados com a azelastina nasal demonstraram que esse princípio ativo é bastante eficaz para o tratamento da rinite alérgica. Comparado a outros medicamentos anti-histamínicos orais em monoterapia, a azelastina se mostrou mais eficiente.

Como se trata de um medicamento eficiente, o tratamento oferece melhores condições de regressão, impedindo ataques mais frequentes da alergia e da rinite alérgica.

Os estudos tiveram como objetivo avaliar a eficiência do azelastina de segunda geração e foram aplicados em 7.864 voluntários inscritos no programa. Desse total, 4.364 pacientes fizeram uso da azelastina nasal durante um período de 2 semanas. Pelo menos 85% dos pacientes que haviam relatado dificuldade em dormir ou insuficiência de atividades em razão dos sintomas da rinite alérgica, apresentaram melhores nessas condições.

A taxa de descontinuidade do tratamento em razão à baixa tolerância ao medicamento foi de apenas 2,3%.

O segundo princípio ativo, e o propionato de fluticasona, é uma substância pertencente ao grupo de corticosteroides (ou corticoides), que, segundo estudos, reduzem a inflamação, oferecendo alívio mais rápido e mais eficaz contra os sintomas da reação alérgica.

Conheça a estrutura química do Propionato de Fluticasona:

estrutura-quimica-propionato-de-fluticasona

Como usar o Dymista (Azelastina e Fluticasona)?

O Dymista deve ser usado através de aplicações nasais, podendo ser usado por adultos ou por adolescentes acima de dose anos. A dose a ser aplicada é de um jato em cada narina duas vezes por dia, pela manhã e à noite.

O medicamento não é recomendado para crianças menores de 12 anos, uma vez que a sua segurança e eficácia não foram estabelecidas para essa faixa etária.

Para idosos, não há necessidade de ajuste das doses.

É preciso observar, no entanto, que o Dymista não é recomendado para tratamentos mais prolongados. A duração do tratamento deve corresponder ao período de exposição aos agentes alergênicos.

Ao fazer uso do medicamento, o paciente deve evitar o contato do mesmo com os olhos. O frasco deve ser agitado antes do uso, removendo-se a tampa protetora após a agitação.

Antes do primeiro uso, a válvula deve ser acionada pelo menos 6 vezes. No caso de o medicamento ficar mais de 7 dias ser usado, antes da nova aplicação a válvula deve ser pressionada e liberada o número suficiente de vezes para produzir uma névoa fina.

O paciente deve assoar o nariz antes da aplicação e pulverizar uma vez em cada narina, mantendo a cabeça inclinada para baixo. Depois da aplicação, a ponta do aplicador deve ser limpada e a tampa de proteção recolocada na embalagem.

Confira as instruções abaixo sobre como aplicar o spray nasal:

Como Aplicar o Spray Nasal
como-aplicar-spray-nasal-1 1. Assoe o nariz antes de usar o produto.
como-aplicar-spray-nasal-2 2. Agite o frasco e, em seguida, remova a tampa, segurando o frasco como indicado na figura.
como-aplicar-spray-nasal-3 3. Caso o produto esteja sendo usado pela primeira vez ou esteja mais de uma semana sem uso, faça um teste par aver se está funcionando. Pressione a válvula para baixo, como indicado na figura, até que uma névoa fina seja liberada.
como-aplicar-spray-nasal-4 4. Feche uma narina com um dedo, inserindo o bico da válvula na outra narina. Então, pressione como indicado no passo 3.
como-aplicar-spray-nasal-5 5. Respire pela boca. Repita os passoas 4 e 5, se for necessário aplicar dois jatos.
como-aplicar-spray-nasal-6 6. Repita o processo na outra narina.
como-aplicar-spray-nasal-7 7. Após as aplicações, limpe a válvula com um lenço, colocando a tampa protetora.
IMPORTANTE: Não tente desobistruir o bico da válvula com objetos pontiagudos. Remova o mecanismo ao girar no sentido anti-horário e coloque-o em água morna. Depois, lave como água fria, deixando secar e reinserindo no frasco.

Que doses do Dymista estão disponíveis (Azelastina e Fluticasona)?

O Dymista é comercializado em dois tipos de dosagens, em vidros de 6,4 g e de 23 g.

Cada grama do medicamento contém 1 mg de cloridrato de azelastina e 0,365 mg de propionato de fluticasona. Um jato do spray oferece ao paciente 137 mcg de cloridrato de azelastina e 0,05 mg de propionato de fluticasona.

Cada 1 mcg de cloridrato de azelastina corresponde 0,915 mcg de azelastina base. O medicamento ainda possui em sua fórmula edetato dissódico, celulose microcristalina, carmelose sódica, polisorbato 80, cloreto de benzalcínio, álcool fenitetílico e água purificada.

Quais as precauções ao se usar o Dymista (Azelastina e Fluticasona)?

O Dymista não pode ser indicado a pacientes que tenham alergia aos seus princípios ativos ou a qualquer dos componentes de sua formulação.

No caso de cirurgia nasal por qualquer motivo, o paciente deve informar ao seu médico ao ter a prescrição do Dymista, além de informar também sobre outras condições físicas, como tuberculose ou infecções não medicadas, histórico de pressão ocular, catarata ou glaucoma, ou mesmo alguma doença hepática mais grave.

Para pacientes com restrições moderadas nas glândulas suprarrenais, o uso de Dymista deve ser feito de forma controlada.

O paciente também deve informar ao médico no caso de estar utilizando outros medicamentos, principalmente nas condições seguintes:

  • Se estiver em tratamento de infecções do HIV, como o Ritonavir;
  • Se estiver tomando ou se tomou recentemente qualquer outro tipo de medicamento.

O Dymista está classificado entre os medicamentos que devem ser monitorados, quando aplicados a grávidas ou lactantes. As mulheres grávidas e lactantes só devem ser prescritas para o tratamento com o Dymista quando os benefícios potenciais possam justificar riscos para o feto.

Não existem dados sobre o uso dos princípios ativos nessa população, não se sabendo também se o cloridrato de azelastina e seus metabólitos, ou mesmo o propionato de fluticasona e seus metabólitos, administrados por via nasal, possam ser excretados pelo leite humano.

As infeções das vias aéreas nasais por outras causas não constituem contraindicação ao tratamento com Dymista.

Para pessoas alérgicas ao cloreto de benzalcônio, o Dymista não pode ser prescrito, já que pode provocar reações cutâneas e nas mucosas.

Em casos isolados, pacientes podem sentir fadiga, cansaço, tontura, fraqueza ou exaustão, muitas vezes em decorrência da própria condição da rinite alérgica.

Nesses casos, é importante que o paciente evita conduzir veículos ou utilizar máquinas, evitando também o uso de bebidas alcoólicas durante o tratamento, uma vez que o álcool pode aumentar os efeitos.

O Dymista também não ofereceu, nos estudos clínicos, qualquer tipo de reações à superdosagem por via nasal. Em caso de uma sobredosagem acidental, ou mesmo de ingestão oral, não há previsão de perturbações do sistema nervoso central, como, por exemplo, excesso de sonolência, confusão mental, hipotensão ou situações mais graves, como taquicardia ou coma.

Se o paciente apresentar qualquer reação mais grave em uma acidental superdosagem, deve procurar assistência médica, recomendando-se lavagem gástrica, já que não há qualquer antídoto para os princípios ativos do Dymista.

Quais são os efeitos colaterais do Dymista (Azelastina e Fluticasona)?

Os principais efeitos colaterais apresentados pelo Dymista foram os seguintes:

  • Reação mais comum (apresentada em 10% dos pacientes): epistaxe, ou sangramento nasal;
  • Reações comuns (apresentada entre 1 e 10% dos pacientes): dor de cabeça, disgeusia, sangramento nasal, cheiro desagradável;
  • Reações menos comuns (apresentadas entre 0,1 e 1% dos pacientes): desconforto nasal, com coceira ou ardor no nariz, espirros, ressecamento das fossas nasais, tosse e irritação na garganta;
  • Reação mais rara (podendo ocorrer entre 0,01% e 0,1% dos pacientes): boca seca;
  • Reações muito raras, (podem acontecer em menos de 0,01% dos pacientes): hipersensibilidade, inclusive com reações anafiláticas, angioedema e broncoespasmos, sonolência, tontura, glaucoma, excesso de pressão ocular, catarata, perfuração do septo nasal, náusea, prurido, urticária, fadiga, fraqueza física.

Os efeitos colaterais apresentados pelos corticosteroides nasais podem surgir principalmente quando são prescritas doses mais altas e em período mais prolongado.

Contudo, os efeitos são menos prováveis de se manifestar do que os corticoides orais, podendo também variar de paciente para paciente e das diferentes formulações com essas substâncias.

Os potenciais efeitos sistêmicos podem incluir:

  • Síndrome de Cushing;
  • Manifestações cushingoides;
  • Supressão adrenal
  • Falta de crescimento normal em crianças e adolescentes;
  • Glaucoma;
  • Catarata;
  • Alguns efeitos comportamentais ou psicológicos, como hiperatividade psicomotora, distúrbios do sono, depressão, ansiedade e agressividade, principalmente em crianças.

Fontes:

Dados do Medicamento
Dados do Medicamento
Nome: Dymista
Princípio ativo: Cloridrato de Azelastina + Propionato de Fluticasona
Fabricante: Cipla Limited
Descrição: O Dymista é indicado para o alívio dos sintomas da rinite alérgica sazonal (febre do feno) moderada e grave e também nos casos de rinite alérgica crônica (resfriado alérgico crônico).
Dispensa: Medicamento sujeito a receita médica 
Administração: Tópica na mucosa nasal
Apresentação: Spray Nasal
Dose: 6.4 g; 23 g
Aplicação: Adultos e crianças maiores de 12 anos
Posologia: Um jato em cada narina duas vezes ao dia (de manhã e à noite) ou segundo orientação médica.
Classe: Corticosteroide nasal
Com álcool: Possível interação.
Durante a amamentação: Não aconselhado
Durante a gravidez: Não aconselhado
Download da bula do medicamento Dymista
Como Funciona
Escolha o Medicamento
Preencha o Formulário Médico
O médico emite a sua prescrição
Medicamento é enviado da farmácia
Entrega gratuita
Avaliação de Serviço
Rating
Excelente
5 4.7
4,057 pacientes deram a sua opinião sobre o nosso serviço
Avaliação de Produtos
Nossos pacientes adoram o nosso serviço
  • Atendimento ao paciente acessível para todos

    Serviço de atendimento ao paciente: Seg. - Sex. das 06:00h - 17:00h (Horário de Brasília)
  • Todos os serviços estão incluídos no preço

    Consulta médica online, prescrição e entrega + possibilidade de parcelamento
  • Entrega Expressa

    Entrega garantida de 4-6 dias (UPS) ou 7-12 dias (Correios)
Alternativas ao Dymista (Azelastina e Fluticasona)
Feedback

Seu feedback

Como você classificaria o nosso site?