Blog da euroClinix sobre sáude    Todos empenhados pela sua sáude

Baixa libido? Saiba o que está a correr mal

Postado a: Saúde Feminina 30 Jan, 2015

Por vezes a baixa libido é mais do que a falta de desejo sexual, pode ser um sinal de que o seu corpo não se encontra bem e o sexo não é uma prioridade. Isto é frequente em certas alturas da vida, como durante a menopausa nas mulheres ou na andropausa nos homens, resultando das alterações hormonais características destas fases.

Porém, a baixa libido não é apenas causada por problemas hormonais e podem estar presentes outros factores que influenciam a sua disposição para o sexo. Entre os mais importantes incluem-se:

Stress

O stress no trabalho, em casa ou na relação podem ser responsáveis pela baixa libido, impedindo que tenha desejo sexual e desfrute das relações sexuais. Por este motivo, aprender a controlar o stress é fundamental para melhor a sua vida íntima, mas também a sua vida em geral, uma vez que o stress tem um grande impacto no seu sistema nervoso e cardiovascular. Consulte o seu médico ou um terapeuta para que estes possam ajudar a controlar o stress. A actividade física é também importante para reduzir os níveis de stress. Outras técnicas de relaxamento como por exemplo o yoga podem ajudar a que se sinta melhor com o seu corpo e a sentir-me mais em paz.

Álcool

Beber álcool ajuda a que se sinta mais confortável durante as relações, porém, este pode não ser a melhor solução, uma vez que o álcool em demasia reduz o desejo sexual e pode levar mesmo a problemas de disfunção eréctil durante a relação sexual.

Falta de sono

Deitar tarde e acordar cedo podem ser responsáveis pela falta de sono e consequentemente por uma baixa libido. A falta de sono impede que o seu corpo descanse e recupere energias. Para além disto, a falta de sono pode provocar desequilíbrios hormonais e estes por sua vez, podem inibir o seu desejo sexual.

Medicamentos

Alguns medicamentos podem ser responsáveis pela baixa libido. A maior parte das pessoas que os tomam conseguem notar o impacto que estes têm na sua vida sexual desde o início do tratamento, sendo que a suspensão, sempre sob vigilância médica, pode ajudar a recuperar a sua libido. Alguns dos medicamentos que mais impacto têm na libido são os antidepressivos, os medicamentos para a tensão arterial, as pílulas contraceptivas, a quimioterapia, a finasterida (usada no tratamento da calvície) e medicamentos anti-VIH.

Condições de saúde

Não só os tratamentos para certas condições de saúde como certas condições de saúde em si podem ter impacto no seu desejo sexual. A obesidade, a disfunção eréctil e a depressão são exemplos destas condições. Os problemas de autoestima que frequentemente acompanham a depressão e a obesidade contribuem para que não disfrute do sexo da mesma forma. Por outro lado, a disfunção eréctil abala a confiança do homem, sendo o medo de falhar uma constante.

Insira o seu comentário
  • O seu nome:*
  • O seu email:
  • O seu comentário:*
Continue lendo
Descubra as categorias do Blog euroClinix
Discover more
Com a pandemia de gripe H1N1 no Brasil, afetando em maior proporção o... Continue lendo
O Brasil tem visto um salto repentino nos casos do vírus H1N1, popularmente... Continue lendo
Tamiflu, medicamento que combate o vírus influenza, também conhecido como... Continue lendo