Blog da euroClinix sobre sáude    Todos empenhados pela sua sáude

Disfunção Sexual afecta 7 em cada 10 mulheres

Postado a: Saúde Feminina 28 Aug, 2013

A disfunção sexual é uma realidade que passa ao lado de muitas mulheres que, embora possam conviver com ela, não se apercebem da importância dela e desvalorizam os sintomas gritantes.

7 em cada 10 mulheres são afectadas pela disfunção sexual

De acordo com o estudo “Disfunção Sexual Feminina em Idade Reprodutiva”, realizado por Bárbara Ribeiro, na Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho, a disfunção sexual feminina afecta 7 em cada 10 mulheres.

Bárbara Ribeiro explicou que a disfunção sexual é uma alteração que pode ocorrer em qualquer uma das três fases do ciclo de resposta sexual (desejo, excitação e orgasmo) ou também por “perturbações dolorosas associadas ao acto sexual".

O stress pode ser uma condicionante

Mais de 50% das mulheres que participaram neste estudo admitiram que não conseguem atingir o orgasmo. Um terço da amostra alegou que esse problema se devia ao stress. Actos sexuais forçados, vaginismo e dores durante a relação sexual foram outros dos factores apontados.

Chegou-se ainda à conclusão de que metade das mulheres não consideram a disfunção sexual como um problema. A outra metade tende a desvalorizar os sintomas, uma vez que não encaram a vida sexual e as relações sexuais como uma parte que comande a sua vida ou porque não conhecem a sua sexualidade.

A disfunção sexual pode não ser um problema

Bárbara Ribeiro, autora do estudo em questão, salientou ainda que se deve ter em conta a opinião de cada mulher e que, efectivamente, a disfunção sexual pode não ser considerada um problema se não afectar a qualidade de vida da pessoa em questão.

A contracepção hormonal também entra na equação

A contracepção hormonal é um dos factores apontados para a diminuição do desejo sexual por parte das mulheres. Uma vez que a periocidade com que praticam relações sexuais decresce de doze para oito vezes por mês. Foi ainda possível estabelecer uma relação entre contracepção hormonal, a perturbação do desejo, a aversão sexual e as experiências sexuais indesejadas. Uma vez que neste estudo, 93% das mulheres vítimas de violação mostram sinais de disfunção sexual; as mulheres que utilizam contraceptivo hormonal podem ter o seu desejo sexual reduzido 2,6 vezes, em comparação com mulheres que recorram a outro tipo de método contraceptivo.

Este estudo foi realizado tendo por base um grupo de mulheres com idades compreendidas entre os 18 a os 57 anos, sendo que a média de idades assenta nos 36 anos. Cerca de dois terços da amostra são casadas, 23,3% têm o 12.º ano de escolaridade e 72,6% trabalham. Todas estas mulheres são utentes dos centros de saúde do distrito de Braga.

Comentários

  • Rita SilvaWednesday, Oct 02, 2013

    como posso comprar intrinsa,pois necessito

Insira o seu comentário
  • O seu nome:*
  • O seu email:
  • O seu comentário:*
Continue lendo
Descubra as categorias do Blog euroClinix
Discover more
Com a pandemia de gripe H1N1 no Brasil, afetando em maior proporção o... Continue lendo
O Brasil tem visto um salto repentino nos casos do vírus H1N1, popularmente... Continue lendo
Tamiflu, medicamento que combate o vírus influenza, também conhecido como... Continue lendo