Blog da euroClinix sobre sáude    Todos empenhados pela sua sáude

Riscos e benefícios de partilhar a cama com o seu bebé

Postado a: Saúde Feminina 12 Nov, 2014

Partilhar a cama com o bebé é uma questão que muitas mães colocam após o nascimento, optando umas por fazê-lo, enquanto outras não cedem a esta prática. Esta questão é controversa com estudos a provar os benefícios e os riscos de dormir com o bebé na mesma cama. Para que possa tomar uma decisão consciente, damos-lhe a conhecer os riscos e benefícios de partilhar a cama com o seu bebé.

Riscos

Tanto a Academia Americana de Pediatria como a Comissão de Segurança para Produtos Americana, são fortemente contra a partilha da cama com o bebé, que se pode tanto caracterizar pela partilha da cama, como pela partilha da mesma superfície com a criança durante o sono, como um sofá ou uma cadeira.

Um dos riscos inclui a síndrome da morte súbita no bebé, a principal causa de morte em bebés do 1 aos 12 meses. O estudo publicado na revista Pediatrics reforça este facto, revelando que das 8,207 mortes de bebés ocorridas nos Estados Unidos entre 2004-2012, 69% partilhavam a cama dos pais no momento da morte. Entre outros riscos incluem-se o sobreaquecimento, quedas, estrangulamento, asfixia e obstrução das vias aéreas.

O risco de partilhar a cama com o bebé é ainda agravado no caso de os pais estarem cansados, estiverem estado a fumar, a consumir álcool ou drogas.

Benefícios

A partilha da cama com o bebé é apoiada quando se trata da amamentação. Um estudo publicado na revista JAMA Pediatrics sugere que as mães que partilham regularmente a cama com os seus bebés amamentam por mais tempo.

Um dos motivos porque muitas mães deixam de amamentar deve-se ao cansaço de terem de se levantar durante a noite e manterem-se acordadas durante a amamentação. Este processo repetido todas as noites torna-se extremamente exaustivo para as mães e deixa de ser viável.

Partilhar a cama com o bebé, ainda que com alguns cuidados, permite reduzir os níveis de stress tanto da mãe como do bebé, sincronizando os seus ciclos de sono, para além de reforçar o elo entre a mãe e o bebé.

Recomendações

A Academia Americana de Pediatria recomenda que os bebés durmam de costas, num berço aprovado em termos de segurança, num colchão fino e com lençóis da mesma medida. Não devem estar presentes objectos como almofadas ou brinquedos, uma vez que estes podem aumentar o risco de sufocamento ou estrangulamento. O uso de chucha durante o sono está também comprovado reduzir o risco de morte súbita no bebé.

Insira o seu comentário
  • O seu nome:*
  • O seu email:
  • O seu comentário:*
Continue lendo
Descubra as categorias do Blog euroClinix
Discover more
Com a pandemia de gripe H1N1 no Brasil, afetando em maior proporção o... Continue lendo
O Brasil tem visto um salto repentino nos casos do vírus H1N1, popularmente... Continue lendo
Tamiflu, medicamento que combate o vírus influenza, também conhecido como... Continue lendo