Blog da euroClinix sobre sáude    Todos empenhados pela sua sáude

As 5 complicações desconhecidas da hipertensão descontrolada

Postado a: Saúde Geral 15 Jun, 2015

A hipertensão arterial é um reconhecido fator de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, e a sua prevalência na população é maior em idades mais avançadas.

É uma doença assintomática, e por isso não causa qualquer incómodo ao doente. Esta característica torna a hipertensão especialmente perigosa, uma vez que dificulta o diagnóstico, que só é possível através da medição das pressões sistólica e diastólica. Por outro lado, a ausência de sintomatologia compromete a adesão do doente à terapêutica, que não vê necessidade de se medicar cronicamente ou de adotar um estilo de vida saudável, através da alimentação e da prática de exercício físico.

Em regra, as complicações surgem tardiamente, depois de haver lesão de vasos sanguíneos e/ou órgãos vitais, e geralmente manifestam-se sob a forma de eventos cardiovasculares (insuficiência cardíaca, AVC, enfarte do miocáridio), doença renal ou doença ocular (retinopatia).

No entanto, há outras complicações que podem resultar ou ser agravadas pela hipertensão arterial descontrolada:

Demência vascular

A lesão permanente dos vasos sanguíneos provoca alterações na sua constituição, que podem resultar em obstruções e bloqueios. Assim, torna-se mais difícil transportar energia e nutrientes para determinadas partes do cérebro. Dependendo das zonas afetadas, podem ser comprometidas as capacidades de concentração, memória, comunicação, entre outras.

Disfunção erétil

A elevação constante da pressão arterial impede que as artérias que transportam o sangue para o pénis dilatem adequadamente e que o músculo que envolve este órgão relaxe, para que haja um aporte sanguíneo suficiente que mantenha a ereção .

Enfraquecimento ósseo

Uma das principais consequências da hipertensão descontrolada é o dano da função renal, que pode provocar uma excreção excessiva de cálcio na urina. A diminuição de cálcio em circulação pode resultar numa redução da densidade óssea, aumentando o risco de desenvolvimento de osteoporose. É de frisar que em idades mais avançadas este risco é já considerável.

Disfunção sexual (mulher)

Tal como para o homem, um aporte sanguíneo adequado para os órgãos genitais é essencial na manutenção da atividade sexual. A incapacidade de relaxamento das artérias vaginais pode causar secura vaginal, que torna a penetração dolorosa; mas também reduzir o apetite sexual e a capacidade de atingir o orgasmo.

Hemorragia subconjuntival

São manchas de sangue na conjuntiva do olho (cor branca), e resultam da rutura de pequenos vasos sanguíneos. Podem ter causas traumáticas (quedas violentas, vómitos), mas têm como fator de risco a hipertensão, que aumenta a pressão a que os capilares estão permanentemente sujeitos.

Insira o seu comentário
  • O seu nome:*
  • O seu email:
  • O seu comentário:*
Continue lendo
Descubra as categorias do Blog euroClinix
Discover more
Com a pandemia de gripe H1N1 no Brasil, afetando em maior proporção o... Continue lendo
O Brasil tem visto um salto repentino nos casos do vírus H1N1, popularmente... Continue lendo
Tamiflu, medicamento que combate o vírus influenza, também conhecido como... Continue lendo