Blog da euroClinix sobre sáude    Todos empenhados pela sua sáude

Papel dos adoçantes na Obesidade e Diabetes

Postado a: Saúde Geral 18 Sep, 2014

Os adoçantes são frequentemente aconselhados por médicos e nutricionistas a pessoas com obesidade ou diabetes de forma a reduzir os seus níveis de açúcar no sangue. O facto de estes não conterem hidratos de carbono e serem baixos em calorias, faz com que sejam reconhecidos como um aliado na perda de peso e na diabetes tipo 2.

Porém, desengane-se se acha que os adoçantes artificiais apenas trazem vantagens. Apesar de estes permitirem que saboreie o sabor do açúcar em comidas e bebidas frequentemente classificadas como “light” ou “sem açúcar”, sem aumentar o aporte calórico ou os níveis de açúcar no sangue, novos estudos sugerem que os adoçantes artificiais podem na verdade promover a diabetes e a obesidade, tornando-se um problema para os seus utilizadores.

Efeito reverso do consumo de adoçantes

Um estudo publicado na revista Nature e desenvolvido por Eran Elinav do Departamento de Imunologia do Instituto da Ciência Weizmann em Israel, permitiu avaliar o efeito do consumo a longo-prazo de adoçantes pela análise de dados de 381 participantes não diabéticos.

Esta análise baseou-se no facto de os adoçantes causarem desequilíbrios nas bactérias intestinais e permitiu fazer uma associação entre o seu consumo a longo-prazo e o aumento do índice cintura-anca (indicador de obesidade abdominal), o aumento dos níveis de glucose em jejum e o aumento dos níveis de hemoglobina glicosilada.

Apesar de os adoçantes como a sucralose, o aspartamo, a sacarina, entre outros, terem sido introduzidos na dieta para ajudar a reduzir o aporte calórico e a normalizar os níveis de glucose no sangue, estes resultados comprovam um efeito contrário, contribuindo para agravar a epidemia da obesidade os números da diabetes.

Para além de uma avaliação cuidada da dieta de pacientes obesos e/ou diabéticos, devem ser tidas em consideração as alterações na dieta humana que têm vindo a ocorrer nos últimos anos, para que sejam desenvolvidas estratégias nutricionais seguras e eficazes.

Insira o seu comentário
  • O seu nome:*
  • O seu email:
  • O seu comentário:*
Continue lendo
Descubra as categorias do Blog euroClinix
Discover more
Com a pandemia de gripe H1N1 no Brasil, afetando em maior proporção o... Continue lendo
O Brasil tem visto um salto repentino nos casos do vírus H1N1, popularmente... Continue lendo
Tamiflu, medicamento que combate o vírus influenza, também conhecido como... Continue lendo