Blog da euroClinix sobre sáude    Todos empenhados pela sua sáude

A ciência da promiscuidade

Postado a: Saúde Geral 12 May, 2015

O comportamento sexual humano muda constantemente sendo influenciado por factores culturais e sociais, entre outros. As diferenças são também evidentes entre homens e mulheres e são aceites de maneira diferente pela sociedade. Enquanto os homens tendem a ser mais promíscuos e a procurar mais parceiras sexuais durante a vida, sendo este comportamento bem aceite pela sociedade, as mulheres tendem a focar-se mais na qualidade do parceiro sexual do que na quantidade de parceiros, sendo normalmente criticadas quando expressam um comportamento sexual mais promíscuo e semelhante ao dos homens.

Contudo, o facto de um homem ou mulher se recusar a aceitar os padrões da sociedade relativamente à expressão sexual, não fazem desse homem ou mulher mais ou menos promíscuo(a). De facto, a primeira motivação para a promiscuidade relaciona-se com o desejo sexual. O desejo sexual, por sua vez, expressa uma necessidade primitiva do ser humano, a reprodução.

Apesar de nos dias de hoje o sexo não ser encarado apenas com o fim reprodutivo, estando mais focado no prazer, a verdade é que a reprodução condiciona os comportamentos sexuais tanto de homens como de mulheres, reflectindo-se no número de parceiros sexuais.

Outro factor a ter em conta, que contraria o comportamento promíscuo, é a relação monógama, ou seja, a relação com um único parceiro durante um longo período de tempo, ou mesmo durante toda a vida . Enquanto a motivação biológica estimula a procura de múltiplos parceiros, especialmente no homem, a evidência demonstra que a relação monógama tende a ser benéfica para ambos os parceiros e que os homens se tendem a tornar mais seletivos durante a vida.

O comportamento sexual humano não pode ser justificado apenas pela biologia, como informa o infográfico abaixo. Este depende de muitos outros factores que se podem manter constantes ou alterar-se durante a vida.

A ciência da promiscuidade
Insira o seu comentário
  • O seu nome:*
  • O seu email:
  • O seu comentário:*
Continue lendo
Descubra as categorias do Blog euroClinix
Discover more
Com a pandemia de gripe H1N1 no Brasil, afetando em maior proporção o... Continue lendo
O Brasil tem visto um salto repentino nos casos do vírus H1N1, popularmente... Continue lendo
Tamiflu, medicamento que combate o vírus influenza, também conhecido como... Continue lendo