Blog da euroClinix sobre sáude    Todos empenhados pela sua sáude

Diabetes: Como controlar a glucose no sangue?

Postado a: Saúde Geral 11 Sep, 2015

Embora seja uma doença crónica, a diabetes pode ser controlada pelo próprio doente, de uma forma fácil e eficaz. A medição da glicemia é uma das principais ferramentas de que o doente dispõe para a controlar, e a regulação deste parâmetro é muito importante para que o doente se sinta bem ao longo do dia, mas também para evitar o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, neurológicas e renais.

Ingerir várias refeições ao longo do dia

Ao passar várias horas sem comer, o seu fígado sente que os níveis de glucose sanguíneos estão demasiado baixos, libertando a glucose que tem armazenada, o que explica os episódios de hiperglicemia matinal. Intuitivamente, talvez opte por não comer. No entanto, se não o fizer, o fígado continuará a sentir a falta de glucose sanguínea e continuará a tentar compensá-la até não ter mais reservas.

Além disso, se toma medicação antidiabética, ao passar várias horas sem comer poderá entrar em hipoglicemia. Para além de a hipoglicemia poder evoluir para cetose, uma condição mortal, o estado hipoglicémico fará com que se sinta faminto, fraco e irritável, o que também o poderá levar a más escolhas alimentares que provoquem estados de hiperglicemia.

Para contrariar este ciclo de descontrolo glicémico, deverá alimentar-se aproximadamente a cada 3-4 horas (exceto durante a noite), e tomar um pequeno almoço equilibrado na primeira hora da sua manhã.

Preferir alimentos saciantes

A ingestão de alimentos que controlam a sensação fome por um período alargado pode ajudar a melhorar o controlo da glicemia. Deverá preferir alimentos ricos em:

Hidratos de carbono complexos

Têm este nome porque necessitam de ser digeridos pelo organismo antes de serem absorvidos. Esse passo de digestão atrasa a sua absorção, o que resulta num aumento da glicemia mais prolongado.

São exemplo de hidratos de carbono complexos as massas, arroz, pão e cereais, em detrimento dos alimentos ricos em açúcar simples; como bolos, doces, rebuçados, gomas e outros açucarados.

Fibras

São exemplo disso os vegetais de folhas verdes, como os brócolos, couves, espinafres e similares. Estes alimentos são muito baixos em calorias, mas ajudam o organismo a absorver os restantes mais lentamente.

As leguminosas, grupo do qual fazem parte os vários feijões, o grão de bico e o amendoim contêm uma elevada percentagem de fibra, mas são também ricas em hidratos de carbono complexos.

A fruta, que é rica em açúcares, dispõe também de alguma fibra quando ingerida com casca. São mais benéficas a maçã, pêra, ameixa, kiwi (sem casca) e os frutos vermelhos.

Gorduras

O seu consumo exagerado é prejudicial para a saúde, mas quando consumidas em conjunto com os açúcares atrasam a sua absorção.

Por outro lado, alguns estudos sugerem que a ingestão regular de gorduras ómega 3 pode ser benéfica para a saúde a vários níveis, entre os quais para o controlo da glicemia.

Praticar exercício físico

É incontestável que a prática regular de exercício físico ajuda na regulação da glicemia, a curto prazo e a longo prazo. No imediato, a atividade muscular necessita de captar glucose do sangue, baixando imediatamente os níveis de glucose sanguínea.

A longo prazo, o exercício físico melhora a resistência à insulina, e dessa forma ajuda na gestão dos níveis de glucose pelo organismo.

Se não pratica qualquer tipo de exercício, deverá aconselhar-se com o seu médico, uma vez que o tipo e intensidade da atividade que deseja praticar podem estar condicionados pelo seu historial clínico.

Há alguns aspetos a ter em conta para que a prática de exercício seja feita de forma segura. Se sofre de diabetes, sobretudo do tipo 1, deve alimentar-se adequadamente antes de começar a atividade física, estar atento a sintomas de hipoglicemia e no caso de praticar uma atividade prolongada poderá fazer-se acompanhar de uma fonte de hidratos de carbono de absorção rápida.

Insira o seu comentário
  • O seu nome:*
  • O seu email:
  • O seu comentário:*
Continue lendo
Descubra as categorias do Blog euroClinix
Discover more
Com a pandemia de gripe H1N1 no Brasil, afetando em maior proporção o... Continue lendo
O Brasil tem visto um salto repentino nos casos do vírus H1N1, popularmente... Continue lendo
Tamiflu, medicamento que combate o vírus influenza, também conhecido como... Continue lendo