Blog da euroClinix sobre sáude    Todos empenhados pela sua sáude

Como evitar a asma induzida pelo exercício?

Postado a: Saúde Geral 31 Jul, 2015

A prática de exercício físico pode despoletar crises de asma, que se caracterizam por falta de ar, tosse ou pieira a respirar. No início da atividade, a hiperventilação faz com que o revestimento das vias aéreas seque e a sua superfície arrefeça, o que induz a constrição brônquica que caracteriza a asma, e impede a continuação da atividade. As crises são mais comuns quanto mais vigoroso for o exercício, em doentes que não cumprem o tratamento de manutenção (caso necessitem dele) e durante as estações frias. Tendem a iniciar-se nos primeiros minutos da atividade, desaparecendo espontaneamente em 20 a 40 minutos, sendo que em algumas situações podem durar uma hora.

É seguro praticar exercício sofrendo de asma?

O tratamento para a asma tem como objetivo permitir que o doente possa ter uma vida perfeitamente normal e saudável, o que inclui a prática de exercício regular. A longo prazo, a prática de exercício físico pode mesmo melhorar os sintomas da doença e reduzir a ocorrência de crises. Contudo, isso só é possível quando o doente está vigiado pelo médico e a toma da medicação é rigorosamente respeitada.

Se não consegue praticar exercício por sofrer de crises de asma deve consultar o seu médico para a sua medicação seja revista.

Que tipo de exercício é mais adequado?

Se tem algum receio ou sofre de crises com muita frequência pode optar por atividades de esforço intermitente, com alguns períodos de pausa. São exemplo disso desportos como o voleibol, ginástica ou modalidades de luta, como o karaté, judo ou taekwondo.

Embora possa exigir um esforço constante, a natação destaca-se de entre estes desportos uma vez que é normalmente praticada em locais onde o ar é quente e húmido, facilitando a dilatação brônquica.

Atividades que exijam um esforço continuado, como futebol, corrida de resistência ou basquetebol podem ser mais problemáticas, tais como desportos de inverno, quando praticados em locais frios. No entanto, o nível de "tolerância" a este tipo de atividade varia de doente para doente.

Como evitar crises de asma durante o exercício?

Uma vez escolhido o desporto e cumprida a medicação, pode ser estabelecido um conjunto de hábitos a adotar na prática de exercício, que contribuem para a prevenção dos ataques de asma:

  • Aquecer: um aquecimento de aproximadamente 10 minutos antes do início do exercício permite que as vias respiratórias se preparem para o esforço que se segue.

  • Arrefecer: após o exercício, um decréscimo gradual da intensidade vai impedir que os brônquios arrefeçam bruscamente.

  • Evitar o exercício em dias particularmente frios ou ventosos, em locais ou muito poluídos, ou em caso de sentir muitas partículas no ar (após um incêndio, corte de árvores ou obras ou nas imediações), em ambientes onde a poluição do ar é elevada (devido a fábricas ou elevado trânsito automóvel) e principalmente quando está constipado ou com gripe.

  • Mantenha um esforço adequado à sua condição física. Pode e deve progredir, mas com precaução.

  • Transporte o inalador de SOS sempre consigo. Caso sinta o início de uma crise, pare imediatamente e use-o.

Insira o seu comentário
  • O seu nome:*
  • O seu email:
  • O seu comentário:*
Continue lendo
Descubra as categorias do Blog euroClinix
Discover more
Com a pandemia de gripe H1N1 no Brasil, afetando em maior proporção o... Continue lendo
O Brasil tem visto um salto repentino nos casos do vírus H1N1, popularmente... Continue lendo
Tamiflu, medicamento que combate o vírus influenza, também conhecido como... Continue lendo