Blog da euroClinix sobre sáude    Todos empenhados pela sua sáude

Como evitar as complicações da diabetes?

Postado a: Saúde Geral 06 Nov, 2015

A diabetes é uma doença maioritariamente silenciosa, e que por isso tende a ser negligenciada e desvalorizada no dia-a-dia. No entanto, quando os valores da glicemia não são controlados, o organismo vai se deteriorando, e surgem assim uma série de complicações que podem afetar a autonomia e independência do doente, ou até levar à morte prematura.

Nos doentes pouco controlados são comuns inflamações e infeções cutâneas recorrentes, a neuropatia diabética e a retinopatia, bem como o aumento sério do risco de vir a sofrer de doença renal, hipertensão, AVC ou enfarte agudo do miocárdio, no futuro.

Felizmente, todas estas complicações podem ser evitadas com pequenos gestos diários; cuja frequência e pertinência poderão variar de acordo com o estado da doença.

Mantenha uma alimentação saudável

Tal como para todas as pessoas, o diabético deve optar por uma alimentação pouco calórica, no seu geral, com um baixo conteúdo de açúcares simples e gorduras saturadas.

No caso específico destes doentes, há também outras considerações a ter em conta. As refeições deverão ser espaçadas ao longo do dia, sem nunca haver períodos de jejum superiores a 2h30. O conteúdo de proteína da dieta de alguns doentes pode ser limitado, devido às suas implicações na saúde renal, e por isso o médico deverá ser questionado nesse sentido. Além disso, devem preferir-se alimentos de baixo índice glicémico, como pães, massas e arroz (ricos em amidos), em detrimento de alimentos artificialmente ou naturalmente açucarados, como, bolos, alimentos embalados e processados, ou até frutas, que deverão também ser consumidas com moderação.

Pratique exercício físico

A par da alimentação, a prática regular de exercício físico é essencial para o controlo da glicemia em níveis adequados. O exercício ajuda não só a diminuir resistência à insulina, que é muito elevada nestes doentes, como pode contribuir igualmente para a perda de peso que geralmente está associada à doença, para a melhoria dos níveis de colesterol e para o controlo da tensão arterial.

Respeite a posologia da medicação

A medicação anti-diabética é essencial para controlar a glicemia ao longo do tempo, e assim evitar crises hiperglicémicas, que geralmente são assintomáticas mas quando frequentes podem resultar em complicações. O acumular de várias crises ao longo do tempo poderá ter como consequência a retinopatia e a neuropatia diabética.

Monitorize a glicemia

Para além da toma da medicação, a monitorização da glicemia é essencial para evitar as crises hiperglicémicas, que precipitam o desenvolvimento de complicações. Este controlo vai permitir-lhe saber quando proceder à toma de insulina, se necessário, ou informar o seu médico caso a medicação não esteja a ser suficiente para manter os níveis de glicemia adequados. Também o médico lhe poderá indicar com que frequência deverá fazer estas medições, de acordo com o grau de controlo da doença no seu caso.

Monitorize a tensão arterial periodicamente

Embora não esteja diretamente relacionada com a diabetes, sabe-se que ambas as doenças são altamente responsáveis pelo aumento do risco de vir a sofrer de doença cardiovascular no futuro.

Tenha atenção aos seus pés

A diabetes resulta numa perda gradual da sensibilidade das extremidades do corpo, como os pés e as mãos. E se por um lado as mãos estão bem à vista, os pés tendem a estar cobertos e em permanente contacto com o chão. Por isso, a entrada de pedras nos sapatos, a ocorrência de pequenos cortes ou o contacto com água quente podem ser suficientes para o desenvolvimento de pequenas feridas, que dificilmente provocarão dor nestes doentes. Para além de não serem facilmente detetadas, estas feridas tendem a curar mais lentamente em diabéticos, o que pode resultar na ocorrência de infeções que chegam a levar meses até à cura total.

Consulte o seu médico regularmente

Esta consulta terá como objetivo avaliar a sua saúde no geral, mas também o estado de controlo da diabetes, através da realização simultânea da medição da glicemia, tensão arterial, e prescrição de análises sanguíneas. Para além disso, o médico poderá decidir fazer ajustes na medicação ou prescrever exames que avaliem o estado da sua saúde renal e ocular.

Insira o seu comentário
  • O seu nome:*
  • O seu email:
  • O seu comentário:*
Continue lendo
Descubra as categorias do Blog euroClinix
Discover more
Com a pandemia de gripe H1N1 no Brasil, afetando em maior proporção o... Continue lendo
O Brasil tem visto um salto repentino nos casos do vírus H1N1, popularmente... Continue lendo
Tamiflu, medicamento que combate o vírus influenza, também conhecido como... Continue lendo