Blog da euroClinix sobre sáude    Todos empenhados pela sua sáude

Perder peso depois de deixar de fumar

Postado a: Saúde Geral 22 Oct, 2015

A cessação tabágica é um processo difícil tanto física como psicologicamente, em grande parte devido aos efeitos da nicotina presente no tabaco. Esta substância, que proporciona uma sensação de satisfação e tem um grande potencial aditivo, é também responsável por alguma perda de apetite e aumento da taxa do metabolismo basal que ocorrem quando se fuma.

Por isso, quando o fumador deixa esse vício, o apetite pode voltar a aumentar e causar algum ganho de peso. O peso ganho é variável e depende de características individuais, mas em principio será tanto maior quanto maior for o grau de viciação da pessoa em questão.

Por outro lado, quando deixa de fumar poderá tentar trocar o vício do tabaco pelo conforto que encontra a comer os alimentos de que mais gosta, o que poderá também resultar em algum ganho de peso.

Por isso, após deixar de fumar poderá tentar recuperar o peso que tinha fazendo algumas alterações na sua rotina.

Inicie ou aumente a frequência/intensidade da prática de exercício físico

Para além de ser benéfico para a sustentação da cessação tabágica, a prática regular de exercício físico pode contrabalançar a redução da taxa de metabolismo basal decorrente da cessação tabágica. Deverá optar por um tipo exercício que o satisfaça, mas que seja fisicamente desafiante. Desta forma, poderá potenciar a libertação de endorfinas que tal como a nicotina e alguns alimentos calóricos atuam nas áreas do cérebro relacionadas com o prazer.

Combata o vício de "ter alguma coisa na boca"

Para além do efeito fisiológico da nicotina, o ato de fumar tem também uma grande componente comportamental associada ao próprio cigarro. Por isso, e muitas vezes de forma inconsciente, poderá querer colmatar essa falta com o ato de mastigar. Uma vez que este tipo de reação é difícil de controlar, poderá optar por alimentos com poucas ou nenhumas calorias. Entre os vários exemplos, poderá comer cenouras cruas, mascar pastilhas elásticas, chupar rebuçados e gomas ou até chupa-chupas, desde que nenhum destes doces contenha açúcar.

Aumente a frequência das refeições

Uma alimentação mais fragmentada ao longo do dia poderá ajudar a aumentar a saciedade, reduzindo assim os excessos às refeições e a procura por alimentos mais calóricos.

Aposte em alimentos ricos em fibra

A fibra não é digerida pelo corpo humano nem fornece energia, mas tem duas características que a tornam muito vantajosa para a perda de peso. Por um lado, tem a particularidade de reter parte das gorduras ingeridas na alimentação, impedindo que sejam absorvidas. Por outro lado, promove uma sensação de saciedade mais rápida e duradoura, que o impedirá de consumir mais alimentos.

Insira o seu comentário
  • O seu nome:*
  • O seu email:
  • O seu comentário:*
Continue lendo
Descubra as categorias do Blog euroClinix
Discover more
Com a pandemia de gripe H1N1 no Brasil, afetando em maior proporção o... Continue lendo
O Brasil tem visto um salto repentino nos casos do vírus H1N1, popularmente... Continue lendo
Tamiflu, medicamento que combate o vírus influenza, também conhecido como... Continue lendo