Blog da euroClinix sobre sáude    Todos empenhados pela sua sáude

O perigo das bebidas açucaradas

Postado a: Saúde Geral 14 Oct, 2015

As bebidas açucaradas são já reconhecidas por diversos órgãos de saúde como alimentos promotores de várias doenças metabólicas, entre as quais a obesidade e a diabetes do tipo 2. Isto deve-se não só ao seu elevado conteúdo em sacarose, frutose e outros açúcares simples, mas também à forma como são digeridas pelo organismo.

Estima-se também que este tipo de alimento possa constituir a maior fonte calórica da alimentação de algumas pessoas, sobretudo dos mais jovens, superando até em alguns casos a própria fast food.

Efeito reduzido na saciedade

Ao contrário dos alimentos em estado sólido, relativamente às bebidas verifica-se que um aumento na sua ingestão num determinado momento não altera nem retarda o apetite aquando da próxima refeição. Assim, o facto de estes alimentos líquidos serem ricos em quilocalorias mas não promoverem a saciedade, resulta num aumento da ingestão calórica diária, que a longo prazo se reflete frequentemente num aumento de peso.

Isto deve-se ao facto de os líquidos não terem a mesma capacidade dos sólidos para preencher o estômago, impedindo que o cérebro seja informado do momento em que são ultrapassadas as necessidades alimentares do organismo.

Por outro lado, também se verifica que o sabor adocicado destas bebidas, quer provenha do açúcar ou de adoçantes, estimula o apetite por alimentos mais doces e ricos em hidratos de carbono.

Adicionalmente, e embora muitas bebidas açucaradas contenham mais quilocalorias por dose do que alguns alimentos sólidos doces, muitas pessoas tendem a encarar os alimentos líquidos no geral como sendo menos prejudiciais para a saúde por não aparentarem ser tão calóricos.

Bebidas açucaradas "saudáveis"

Muitas vezes as bebidas à base de fruta ou suplementadas com vitaminas e outros nutrientes são publicitadas como sendo benéficas para a saúde. E no entanto, embora muitos desses nutrientes sejam de facto importantes para o funcionamento do organismo, verifica-se que o excesso de açúcar que aportam é significativamente mais negativo do que os eventuais nutrientes que possam fornecer.

Além disso, e sobretudo quando estas bebidas são contidas em embalagens transparentes, os antioxidantes e vitaminas naturalmente presentes na fruta degradar-se-ão por exposição à luz.

Assim, deve optar-se pela fruta no seu estado natural sempre que possível, que para além de conter teores mais elevados de micronutrientes proporciona uma maior saciedade.

Alternativas

Existem diversas bebidas alternativas às bebidas açucaradas, com sabores agradáveis e menos calóricas. Poderá optar por águas gaseificadas ou aromatizadas com infusões e frutas, que geralmente não contêm açúcares.

Adicionalmente, existem formas de bebidas tradicionalmente açucaradas, que são adoçadas com recurso a edulcorantes (adoçantes) sintéticos ou naturais. Embora não sejam tão calóricas, os efeitos destas substâncias no organismo são ainda desconhecidos, e poderão estimular o consumo de alimentos doces, como acima referido.

Se prefere bebidas à base de frutas, a melhor opção é fazê-las em casa, evitando coá-las. A polpa da fruta é rica em fibra, que prolonga a saciedade por mais tempo. Se pretende ingerir o máximo de vitaminas e antioxidantes possível deverá consumir este tipo de bebida imediatamente, de forma a evitar que estes não se oxidem.

Insira o seu comentário
  • O seu nome:*
  • O seu email:
  • O seu comentário:*
Continue lendo
Descubra as categorias do Blog euroClinix
Discover more
Com a pandemia de gripe H1N1 no Brasil, afetando em maior proporção o... Continue lendo
O Brasil tem visto um salto repentino nos casos do vírus H1N1, popularmente... Continue lendo
Tamiflu, medicamento que combate o vírus influenza, também conhecido como... Continue lendo