Blog da euroClinix sobre sáude    Todos empenhados pela sua sáude

Perigos da Automedicação

Postado a: Saúde Geral 17 Oct, 2013

Certamente que já ouviu dizer muitas vezes que a automedicação é muito perigosa, não devendo por isso ser praticada. Mas na realidade, sabe realmente quais são as consequências de o fazer? Neste artigo vamos dar-lhe uma pequena ideia dos perigos da automedicação.

Conheça os perigos da automedicação

Não é por acaso que o curso de medicina é tão exigente. Uma vez que, o medicamento errado tem, por vezes, o poder de matar uma pessoa.

Se até quem estudou para isso pode cometer erros, imagine você que pouco ou nada sabe relativamente à prescrição de medicamentos. Só porque determinado medicamento funcionou com o seu vizinho, o mesmo princípio não tem de se aplicar a si.

Assim sendo, aqui fica uma lista dos principais perigos da automedicação:

  • A utilização incorrecta de certos medicamentos pode agravar a doença e camuflar determinados sintomas

  • A combinação inadequada de dois ou mais medicamentos, pode potenciar ou anular a acção de um deles ou dos dois

  • Reacções alérgicas, dependência e até mesmo a morte são alguns dos perigos da automedicação

Em caso de dúvida

A verdade é que existem inúmeros medicamentos considerados “inofensivos” que podem ser facilmente comprados sem receita médica. Por isso, na altura de comprar o medicamento que considera aconselhado para si, peça a opinião do farmacêutico. Por vezes, dependendo dos sintomas, o farmacêutico é capaz de lhe fazer um diagnóstico correcto e de lhe dar a medicação aconselhada para o seu caso.

Além disso, antes de começar a tomar um novo medicamento é muito importante que leia primeiro o folheto com as indicações e efeitos secundários. Se achar que existe a mínima possibilidade de risco para si, consulte o seu médico de família antes de começar a tomar esse medicamento. Relativamente aos medicamentos de prescrição médica, este apenas podem ser prescritos por um médico, após a avaliação do estado de saúde do doente.

Não deixe o destino por mãos alheias

A maior parte dos casos de intoxicação através de medicamentos ocorre com crianças. Sendo que na maior parte das vezes, esses casos resultam de acidentes.

Assim sendo, é muito importante que os medicamentos sejam devidamente guardados em locais onde as crianças não lhes consigam ter acesso.

Para evitar estes acidentes, não deixe os medicamentos em gavetas, em cima de mesas ou dentro de potes. Qualquer lugar de fácil acesso pode tornar-se um verdadeiro perigo.

Mais vale prevenir do que remediar

Como já deve ter percebido, são vários os perigos relacionados com a automedicação. Por isso, sempre que possível, opte por consultar o seu médico de família.

Além disso, quando for a uma consulta, não se esqueça de dizer ao médico em questão (caso não seja o seu médico de família) quais os medicamentos que costuma tomar. Esta é uma questão muito importante, uma vez que os medicamentos podem reagir adversamente em conjunto ou podem anular a sua acção.

Comentários

  • Dinarte RodriguesThursday, Jan 16, 2014

    muito boa informação

Insira o seu comentário
  • O seu nome:*
  • O seu email:
  • O seu comentário:*
Continue lendo
Descubra as categorias do Blog euroClinix
Discover more
Com a pandemia de gripe H1N1 no Brasil, afetando em maior proporção o... Continue lendo
O Brasil tem visto um salto repentino nos casos do vírus H1N1, popularmente... Continue lendo
Tamiflu, medicamento que combate o vírus influenza, também conhecido como... Continue lendo