Blog da euroClinix sobre sáude    Todos empenhados pela sua sáude

Redes Sociais: Como estas afectam a sua Saúde?

Postado a: Saúde Geral 14 Jul, 2014

Desde o envio do primeiro email em 1971, o mundo online sofreu muitas alterações. O aparecimento das redes sociais revolucionou por completo a internet, alterando a forma como as pessoas se relacionam entre si e com o meio que as rodeia. Estima-se que redes como o Facebook e o Twitter sejam utilizadas por 1 em cada 4 pessoas em todo o mundo. Porém, apesar de serem uma ferramenta importante na procura de informação e na comunicação entre pessoas, o impacto na saúde dos seus utilizadores é um factor a ter em conta.

Os últimos estudos revelam que o uso exacerbado das redes sociais pode ter consequências graves, tanto em termos de saúde física, como em termos de saúde mental.

Saúde Mental

Investigações demonstram que os adultos jovens com uma forte presença no Facebook são mais prováveis de apresentar um comportamento narcisista anti-social, estando também o uso excessivo das redes sociais fortemente relacionado com maus resultados na escola e no trabalho.

Por outro lado, acompanhar de forma demasiado atenta a vida alheia, pode levar a problemas de auto-estima e a uma insatisfação constante, por não se conseguir filtrar a realidade a partir das partilhas nas redes sociais. Apesar de as redes sociais terem o benefício de alargar o acesso à informação e aumentarem a empatia, as fontes de informação são muitas vezes questionáveis, tal como a sua veracidade.

Uma nova doença denominada “Depressão do Facebook” tem-se tornado mais comum nos últimos tempos, com jovens adultos e adolescentes a mostrarem sinais de depressão depois de passarem demasiado tempo nas redes socais.

Saúde Física

A falta de tempo é frequentemente um motivo apontado para a diminuição da actividade física, porém, esta falta de tempo pode ser relativa e em alguns casos chega mesmo a não ser real. Cerca de 80% das pessoas passam 3 ou mais horas sentadas nos seus tempos livres, sendo este tempo na maioria das vezes despendido nas redes sociais. Este tempo quando somado ao tempo inactivo passado em transportes públicos ou no carro e durante as refeições torna o estilo de vida cada vez mais sedentário. Um estilo de vida inactivo contribui para o ganho de peso e obesidade a longo prazo, para problemas cardíacos, depressão e diabetes.

As redes sociais não têm apenas aspectos negativos. Estas permitem uma maior relação com o próximo, sem limites de distância. São também uma forma de expressão, permitindo um maior alcance da informação partilhada. Porém, o uso em excesso pode trazer consequências graves, que nalguns casos se podem comparar ao abuso de substâncias.

Insira o seu comentário
  • O seu nome:*
  • O seu email:
  • O seu comentário:*
Continue lendo
Descubra as categorias do Blog euroClinix
Discover more
Com a pandemia de gripe H1N1 no Brasil, afetando em maior proporção o... Continue lendo
O Brasil tem visto um salto repentino nos casos do vírus H1N1, popularmente... Continue lendo
Tamiflu, medicamento que combate o vírus influenza, também conhecido como... Continue lendo