Blog da euroClinix sobre sáude    Todos empenhados pela sua sáude

Cancro da próstata: Conhece os sintomas?

Postado a: Saúde Masculina 25 Sep, 2015

O cancro da próstata é a doença neoplásica mais prevalente no sexo masculino, ultrapassando mesmo o cancro da pele e do pulmão. Desenvolve-se normalmente a partir dos 45 anos mas é mais frequente após os 65.

Para além da idade, a existência de casos em familiares próximos, algumas alterações da próstata e uma alimentação desequilibrada são fatores que contribuem significativamente para o desenvolvimento da doença.

Nem todos os homens que apresentam estes fatores de risco irão sofrer de cancro da próstata, da mesma forma que a grande parte daqueles que apresentam a doença não aparenta estar em risco. Mas em todo o caso, a partir dos 45 anos é importante discutir o rastreio com o seu médico, e estar alerta para os eventuais sintomas.

Estes sintomas estão relacionados com o aumento do volume da próstata, que se localiza anteriormente ao reto e sobre a bexiga. Tem o tamanho aproximado de uma avelã, e é atravessada pela uretra, onde liberta a secreção prostática que é essencial à reprodução.

Assim, quando as suas dimensões aumentam, a uretra é comprimida, podendo parar o fluxo da urina até à bexiga e posteriormente ao pénis.

Os principais sintomas incluem:

  • Incontinência urinária
  • Incapacidade de urinar, ou dificuldade em iniciar ou parar o fluxo de urina
  • Sensação de esvaziamento incompleto da bexiga
  • Necessidade frequente e súbita de urinar, principalmente à noite
  • Fluxo de urina fraco ou intermitente
  • Dificuldade em ter atingir a ereção
  • Dor frequente na zona lombar, nas ancas ou na zona superior das coxas

Menos frequentemente, pode ocorrer também:

  • Dor ou ardor durante a micção
  • Sangue na urina ou no sémen

Na maior parte das situações, estes sintomas não estão relacionados com o cancro da próstata, mas têm origem em tumores benignos (hiperplasia benigna da próstata) ou até em outras situações patológicas do aparelho genitourinário.

Assim, o diagnóstico conclusivo depende apenas do médico, que após a manifestação dos sintomas deve der consultado tão rápido quanto possível. Isto permitirá a deteção atempada da doença maligna, evitando a sua proliferação.

Insira o seu comentário
  • O seu nome:*
  • O seu email:
  • O seu comentário:*
Continue lendo
Descubra as categorias do Blog euroClinix
Discover more
Com a pandemia de gripe H1N1 no Brasil, afetando em maior proporção o... Continue lendo
O Brasil tem visto um salto repentino nos casos do vírus H1N1, popularmente... Continue lendo
Tamiflu, medicamento que combate o vírus influenza, também conhecido como... Continue lendo