Cymbalta

LillyCymbalta

O Cymbalta tem como princípio activo a duloxetina e é um inibidor selectivo da recaptação de serotonina e norepinefrina. Tem acção antidepressora, uma vez que afecta os químicos no cérebro em desequilíbrio por causa da depressão. É também usado no tratamento da dor neuropática associada à diabetes e na incontinência urinária de stress.

  • Acção antidepressora
  • Apresenta-se nas doses de 30mg e 60mg
  • Contém o princípio activo duloxetina
  • Apoio ao Paciente em Português
  • Farmácia registada na União Europeia
  • Avaliação da receita médica
  • Entrega Grátis em 24 horas

Quais os benefícios?

Apesar de o Cymbalta estar normalmente indicado no tratamento da depressão, está também indicado no tratamento da dor neuropática periférica diabética, na fibromialgia em pacientes com transtorno depressivo maior, na dor lombar crónica, na dor crónica associada à osteoartrite do joelho em pacientes com idade superior a 40 anos e no transtorno de ansiedade generalizada.

Como funciona?

O princípio activo do Cymbalta, a duloxetina é um inibidor da recaptação de serotonina e noradrenalina.

A serotonina e a noradrenalina ou norepinefrina são neurotransmissores responsáveis pela passagem de mensagens entre o cérebro e as células nervosas. Quando a serotonina e noradrenalina são libertadas das células nervosas no cérebro, actuam ao nível do humor, contribuindo para o bem-estar. Porém, quando são reabsorvidas pelas células nervosas, deixam de ter efeitos no humor. Na depressão, é libertada uma quantidade mais baixa de serotonina e noradrenalina, o que reduz os seus efeitos a nível do humor.

A duloxetina impede que a serotonina e a noradrenalina sejam novamente absorvidas pelas células nervosas, prolongado os seus efeitos no corpo.

Quem não pode tomar Cymbalta?

Não deve tomar Cymbalta no caso de alergia ao seu princípio activo, a duloxetina, ou no caso de glaucoma não controlado. O Cymbalta pode também não ser seguro no caso de doença renal ou hepática, convulsões ou epilepsia, problemas de coagulação, tensão arterial elevada, desordem bipolar ou no caso de historial de pensamentos suicidas.

Não deve tomar Cymbalta no caso de ter tomado um inibidor da MAO nos últimos 14 dias, uma vez que a interacção entre os dois medicamentos pode ser muito perigosa.

No caso de gravidez e aleitamento, é importante ter em conta que o tratamento com o Cymbalta pode afectar o bebé. Informe-se com o seu médico relativamente à melhor opção de tratamento para si, se este for o seu caso.

Informe o seu médico sobre todos os medicamentos que se encontra a tomar ou qualquer condição de saúde de que sofra, antes de tomar Cymbalta.

Como se toma?

A posologia do Cymbalta varia de acordo com a patologia a tratar. O Cymbalta deve ser administrado por via oral, independentemente das refeições. Os comprimidos de Cymbalta não devem ser partidos ou mastigados.

Transtorno depressivo: A dose inicial recomendada é de 60mg uma vez por dia. Nalguns casos o tratamento pode ser iniciado com a dose de 30mg. No caso de ser necessário um aumento da dose, esta não deve exceder os 120mg diários.

Dor neuropática periférica diabética: A dose inicial recomendada é de 60 mg por dia.

Fibromialgia e dor crónica: A dose inicial recomendada é de 60mg uma vez por dia. Nalguns casos o tratamento pode ser iniciado com a dose de 30mg.

Transtorno de ansiedade generalizada: A dose inicial recomendada é de 60mg uma vez por dia. Nalguns casos o tratamento pode ser iniciado com a dose de 30mg durante 1 semana, antes de aumentar a dose para 60mg por dia, de forma a permitir uma melhor adaptação.

Pode levar até 4 semanas até notar uma melhoria dos sintomas, pelo que não deve suspender o Cymbalta sem aconselhamento médico, mesmo que pareça que este não está a fazer efeito.

Quais os efeitos secundários do Cymbalta?

Tal como todos os medicamentos, o Cymbalta pode causar efeitos secundários. Entre os efeitos secundários mais comuns incluem-se má-disposição, dores de cabeça, boca seca, tonturas e sonolência.

Menos frequentemente pode ocorrer aumento de peso, aumento da pressão arterial, aumento dos níveis de açúcar no sangue, perturbações da visão entre outros. Se desenvolver efeitos secundários mais graves ou persistentes, deve procurar ajuda médica. Pode também consultar a lista completa de efeitos secundários na bula do Cymbalta.

Posso comprar Cymbalta na euroClinix?

Na euroClinix pode fazer um pedido para adquirir Cymbalta, se este lhe tiver sido previamente recomendado e prescrito pelo seu médico. Desta forma, apenas terá de preencher um questionário médico com os seus dados e anexar uma digitalização da receita médica original. Após a verificação da sua receita pelos nossos farmacêuticos, será feito o contacto pelo nosso serviço de apoio ao paciente a explicar os passos que se seguem para que possa receber o Cymbalta na sua morada.

A bula ou folheto informativo do medicamento Cymbalta é disponibilizada apenas para fins informativos. Para mais informações deverá ler o folheto no interior da embalagem. A euroClinix não é responsável pela informação apresentada.

Como funciona
Passo 1 - Escolha o medicamento
Passo 2 - Preencha o formulário médico
Passo 3 - O médico analisa os seus detalhes e emite a sua prescrição
Passo 4 - O seu medicamento será enviado no mesmo dia ou no dia seguinte
Entrega gratuita