Outros Tratamentos
Fabricante: Organon

Tibolona (Livial)

  • Livial Tibolona Terapia Hormonal
  • Livial Tibolona 2.5mg Online
  • Comprimidos Livial 2.5mg
  • Encomenda Livial da farmácia
  • Livial Tibolona Terapia Hormonal
  • Livial Tibolona 2.5mg Online
  • Comprimidos Livial 2.5mg
  • Encomenda Livial da farmácia
Excelente   5 10 opiniões de pacientes no

A Tibolona é o princípio ativo utilizado na formulação do medicamento Livial, indicado para a terapia de reposição hormonal, servindo para aliviar os sintomas da falta de estrogênio em mulheres na fase pós-menopausa, além de melhorar a massa óssea, evitando o desenvolvimento da osteoporose nesse público.

A Tibolona, presente no Livial, age como uma terapia de reposição hormonal, substituindo os baixos níveis de estrogênio e, consequentemente, aliviando os sintomas da menopausa.

  • Alivia os sintomas desconfortáveis da menopausa
  • Não provoca hemorragia periódica
  • Consulta online e entrega incluídos no preço
Comentários Excelente 5   10 opiniões de pacientes no
Nosso serviço é licenciado:
Dose
Tamanho da embalagem
Entrega expressa sem custo para todo o país
  • Pagamento em parcelas Preço inclui todo o serviço
    • Diagnóstico especializado
    • Prescrição médica
    • Entrega expressa grátis
    • Medicamento Original
  • Entrega em qualquer regiãoEmbalagem Discreta
    • Entrega via UPS (4-6 dias) ou Correios do Brasil (7-12 dias)
    • Embalagem discreta sem qualquer menção da empresa, serviço ou medicamento
    • É possível realizar coleta numa agência caso não queira receber em seu endereço
  • Medicamentos originaisDiagnóstico online especializado
    • Todos os medicamentos vendidos no nosso site são originais
    • Trabalhamos com os maiores fabricantes do mundo como por exemplo a Pfizer
    • Apenas podemos vender o medicamento após aprovação médica

Perguntas e respostas sobre como comprar Tibolona (Livial) online

Como consigo comprar o medicamento de prescrição Tibolona (Livial) na euroClinix?

O Tibolona (Livial) é um medicamento de prescrição e só pode ser comprado online com receita médica. Se quiser comprar Tibolona (Livial) online, a euroClinix fornece esse serviço de emissão de receita. Cada pedido, portanto, é precedido por um diagnóstico que considera seu estado de saúde, histórico médico e determina a sua adequação antes de utilizar o medicamento.

É seguro comprar Tibolona (Livial) online na euroClinix?

Na euroClinix a saúde do paciente é a nossa principal preocupação. Antes de concluir a compra de Tibolona (Livial) na euroClinix, um de nossos médicos parceiros avalia o seu formulário médico. Isto nos permite a realizar as verificações necessárias para confirmar sua aptidão para o tratamento antes do processo de emissão da receita médica.

Nossa equipe médica parceira está registrada e regulada pela Autoridade Médica Britânica (GMC, General Medical Council). A euroClinix está legalmente autorizada para a venda de medicamentos online pela entidade britânica (MHRA) e também pela Agência Europeia de Medicamentos (veja no rodapé da página abaixo de "Somos Certificados por:"). Se encontrar alguma farmácia física ou online que não requisite qualquer dado médico, que tem preços muito baixos, não tem atendimento português e não tem um registro de farmácia evidente, além de potencialmente colocar a sua vida em risco, estará cooperando com uma atividade criminosa com possíveis implicações legais. Escolha uma opção segura, escolha a euroClinix.

Posso comprar Tibolona (Livial) sem receita médica?

Segundo determinação Europeia e Mundial, não é possível comprar Tibolona (Livial) sem receita médica. O Tibolona (Livial) é considerado um medicamento de prescrição médica, ou seja, se quiser comprá-lo, o seu estado de saúde terá de ser previamente verificado por um médico fisicamente ou através de uma consulta na internet. Qualquer farmácia física ou na internet que venda Tibolona (Livial) sem receita não está agindo de acordo com a legislação.

Qual é o preço de Tibolona (Livial) na euroClinix?

A euroClinix preza pelo seu serviço de excelência. O preço do medicamento Tibolona (Livial) inclui todo esse serviço, ou seja, você está pagando pelo medicamento Tibolona (Livial) original, a consulta, emissão de receita médica online por parte da nossa equipe de médicos experientes e a entrega expressa em embalagem discreta. Além disso temos uma equipe de atendimento ao paciente e equipe médica sempre disponível para qualquer tipo de esclarecimento. Pode consultar os preços no início dessa página.

Ao usar o nosso serviço economizará tempo e não precisará passar pelo desconforto de uma consulta presencial ou visitar uma farmácia local.

Quais os métodos de pagamento disponíveis?

Comprando medicamentos online através da euroClinix você pode fazer o pagamento da forma que escolher, seja através de cartões de débito ou de crédito (nacional ou internacional) ou por boleto bancário. Aceitamos pagamentos em parcelas de até 6x e também à vista.

Os meus dados estarão seguros ao comprar Tibolona (Livial) online?

A Privacidade dos nossos pacientes é sempre garantida. Quando você compra Tibolona (Livial) na euroClinix, todos os seus dados estarão totalmente protegidos. Dados pessoais, informações gerais, dados do cartão de crédito e informações médicas, são protegidas pelo sistema de encriptação SSL. Nenhum dos seus dados é compartilhado com terceiros sem o seu consentimento prévio. Também garantimos total privacidade no processo de envio utilizando embalagem discreta e também se decidir pagar por cartão, apenas aparecerá no seu extrato a sigla da nossa empresa mãe "HHC" ou intermediário "goInterpay".

O que é e para que serve o remédio de reposição hormonal Tibolona (Livial)?

Quando a mulher passa pela menopausa, os níveis de estrogênio em seu organismo são produzidos gradativamente em menores quantidades, podendo resultar em sintomas como ondas de calor, suores noturnos e secura vaginal.

A menopausa também pode enfraquecer a massa óssea, levando a mulher a sofrer com osteoporose, situação que pode aumentar o risco de fraturas ósseas. No caso de outros medicamentos não serem adequados, o Livial também é recomendado para ajudar a manter a massa óssea em melhores condições.

A Tibolona, princípio ativo do Livial, é um esteroide sintético, capaz de mimetizar de forma bastante eficaz o hormônio sexual femininos estrogênio no organismo.

A Tibolona presente no Livial é indicada para o tratamento dos sintomas resultantes da deficiência do hormônio sexual estrogênio nas mulheres durante a fase da pós-menopausa, depois de pelo menos um ano após a última menstruação.

O Livial também é indicado para a prevenção de osteoporose nas mulheres nessa mesma fase, condição que as deixa com maior risco de fraturas, devendo ser usado principalmente quando a mulher apresenta intolerância ou contraindicação ao tratamento com outros medicamentos aprovados para a prevenção de osteoporose.

Composição e doses do Tibolona (Livial)

A Tibolona, em sua forma de apresentação como Livial, é apresentada em comprimidos, embaladas em cartuchos com um ou com três blísteres contendo 28 comprimidos.

Cada comprimido de Livial contém 2,5 mg de Tibolona, além dos seguintes excipientes: amido de batata, estereato de magnésio, palmitato de ascorbila e lactose.

Conheça a estrutura química da Tibolona:

estrutura-quimica-tibolona

Vantagens da Tibolona (Livial) para Reposição Hormonal Feminina

A Tibolona pertence a um grupo de medicamentos destinados à terapia de reposição hormonal, ou TRH. Durante a menopausa, ou depois de uma cirurgia para retirada do útero e dos ovários, o organismo feminino interrompe a produção do estrogênio, um dos principais hormônios sexuais femininos.

Em ambas as situações, a mulher começa a apresentar os sintomas característicos da menopausa, sentindo ondas de calor, suores noturnos, irritação e secura vaginal, além de depressão e perda do desejo sexual.

A Tibolona é o medicamento que pode ser utilizado para proporcionar alívio desses problemas decorrentes da menopausa ou da retirada dos ovários e do útero.

Assim, para as mulheres que têm mais de 60 anos de idade, o medicamento pode oferecer uma série de vantagens, lembrando, no entanto, que a mulher deve conversar com seu médico sobre todos os riscos e benefícios do tratamento de reposição hormonal em seu caso específico.

De uma forma geral, no entanto, o alívio dos sintomas da menopausa ocorre durante as primeiras semanas de tratamento, mesmo que os resultados ideais sejam obtidos com até pelo menos 3 meses de tratamento.

A redução da produção de estrogênio nos casos apresentados, ou seja, menopausa ou retirada do útero e ovários, também pode provocar o enfraquecimento da massa óssea, gerando a osteoporose. No caso de a mulher apresentar aumento no risco de apresentar fraturas em decorrência desse problema e não podendo ser tratada com outros medicamentos, ou ainda se outros tratamentos não apresentaram eficácia, a Tibolona pode ser indicada para esse objetivo.

Como funciona o tratamento de Reposição Hormonal Feminina com Tibolona (Livial)?

O Livial, com seu princípio ativo Tibolona, oferece um esteroide sintético para a terapia de substituição hormonal, combatendo os baixos níveis de estrogênio, que são uma consequência direta da fase de pós-menopausa, quando esses hormônios decrescem gradualmente.

A Tibolona tem o poder de mimetizar a atividade dos hormônios sexuais encontrados naturalmente no organismo feminino e, como resultado, os níveis de estrogênio retornam ao normal, reduzindo os sintomas da menopausa.

O Tibolona (Livial) engorda?

Os estudos desenvolvidos com a terapia de reposição hormonal, de uma forma geral, demonstram que o tratamento com Tibolona ou com hormônios sintéticos, não engordam.

No entanto, a medicina ainda não conhece totalmente o mecanismo do aumento de gordura hormonal, principalmente na região do abdômen, durante a fase da menopausa, em razão das alterações na produção de hormônios sexuais.

Entende-se que, como resultado da própria idade, o organismo promove a redução do tecido muscular e dos níveis de energia e, portanto, não há como estabelecer qualquer conexão entre o ganho de peso e a reposição hormonal.

Existem situações em que a mulher já apresenta sinais de que possui tendência de engordar na meia-idade, podendo ganhar peso mesmo sem a utilização da terapia de reposição hormonal.

Com a terapia de reposição hormonal feita com Tibolona, algumas mulheres podem apresentar determinados sintomas, principalmente no início do tratamento, como, por exemplo, tendo aumento das mamas ou inchaço, condições que podem ser interpretadas como aumento da gordura corporal.

De uma forma geral, os sintomas causados pelo uso da Tibolona (Livial) desaparecem, desde que as doses do medicamento sejam ajustadas de acordo com o organismo da paciente.

Como usar o tratamento de Reposição Hormonal Tibolona (Livial)?

O Livial deve ser tomado um comprimido por dia, por via oral, juntamente com algum líquido, preferencialmente sempre no mesmo horário, não havendo necessidade de ajuste da dose para mulheres com mais idade.

No início e na manutenção do tratamento dos sintomas pós-menopausa, é indicado usar a menor dose eficaz pelo menor período de tempo, não sendo indicado acrescentar um progestogênios separado do tratamento com Livial.

No caso de mulheres que passam pela menopausa de forma natural, o tratamento de reposição hormonal com Livial deve ter início pelo menos 12 meses depois do último ciclo menstrual e, no caso de menopausa artificial, o tratamento deve ter início imediato.

Quando a mulher faz a mudança de medicamento, saindo de uma formulação de terapia de reposição hormonal sequencial, o tratamento com Livial pode ter início no dia seguinte à interrupção do tratamento anterior.

No caso de mudança de uma formulação de reposição hormonal contínua, o tratamento também pode ter início a qualquer momento.

Para o tratamento dos sintomas pós-menopausa, a terapia de reposição hormonal deve ter início somente para os sintomas que causam problemas que afetam de forma negativa a qualidade de vida.

Em todo e qualquer caso, no entanto, é essencial que a mulher passe por uma cuidadosa avaliação dos riscos e benefícios, fazendo exames periodicamente, conforme determinação médica, podendo continuar a terapia de reposição hormonal enquanto os benefícios forem superiores aos riscos.

Quando a mulher não tenha passado por histerectomia, ou seja, ainda tenha o útero e os ovários, os riscos de câncer de mama e do endométrio devem ser cuidadosamente avaliados para cada paciente, considerando-se todos os fatores de risco individuais, além da frequência e das características de cada tipo de câncer em relação a respostas de tratamento, morbidade e mortalidade.

Durante o tratamento de reposição hormonal é recomendado que as pacientes passem por exames periódicos, com frequência e natureza individualizada para cada mulher. Além disso, durante o tratamento, as pacientes devem ser orientadas sobre as alterações nas mamas, que devem ser relatadas ao médico responsável.

A Tibolona (Livial) é segura e eficaz para Reposição Hormonal Feminina? Estudos clínicos

A tibolona apresenta eficácia comprovada na diminuição dos sintomas da menopausa, no controle dos sintomas geniturinários e no tratamento da atrofia vaginal. Além disso, a tibolona evita a perda de massa óssea e previne fraturas vertebrais e não vertebrais. Associa-se o uso de tibolona ao não aumento da densidade mamária à mamografia, a baixas taxas de mastalgia, a não indução da proliferação do endométrio e a taxas elevadas de amenorreia.

Sintomas vasomotores

De acordo com a maioria dos ensaios clínicos randomizados, uma redução significativa de fogachos (ondas de calor) e suores foi observada em mulheres que usam a tibolona. Em comparação à terapia estrogênica, observou-se que os efeitos da tibolona em relação à redução de fogachos foram semelhantes em ambas as terapias. Estudos também confirmaram que a tibolona além das ondas de calor e sudorese, também controla outros sintomas típicos da menopausa, como fadiga, cefaleia e insônia.

Função Sexual

A tibolona está também relacionada com a melhora da função sexual, devido à hipótese da ação androgênica da molécula e ação indireta na diminuição dos níveis de SHBG, o que possibilita maior disponibilidade de testosterona livre. Estudos mostraram que a tibolona aumenta os níveis de testosterona livre.

Ainda que exista uma controvérsia no que diz respeito ao aumento da função sexual com a terapia com tibolona, em um ensaio duplo-cego controlado por placebo, a tibolona demostrou melhorar aspectos fisiológicos e psicológicos da função sexual, como aumento de lubrificação vaginal e do desejo sexual.

Em estudo duplo-cego controlado por placebo o escore de função sexual total aumentou de 19,81 ± 7,15 para 22,9 ± 6,44 no grupo que recebeu um dos tratamentos ativos (17-beta-estradiol oral + drosperinona, tibolona oral, 17-beta-estradiol oral, 17-beta-estradiol vaginal,) e diminuiu de 21,6 ± 8,69 para 17,6 ± 5,7 no grupo-controle, o que mostrou uma significativa diferença da condição pré-tratamento para o pós-tratamento entre os dois grupos. O grupo da tibolona obteve o melhor resultado para orgasmo (4,19 ± 1,57). Os grupos que usaram 17-beta-estradiol oral (4,34 ± 0,74) e vaginal (3,25 ± 0,65) apresentaram melhoria na dor. Em todas as análises, todos os tratamentos mostraram melhores resultados do que o placebo.

Massa óssea

A tibolona também foi associada ao aumento da massa óssea à prevenção de fratura. Um estudo randomizado duplo-cego controlado por placebo (LIFT) publicado em 2008 e realizado entre mulheres de 60 a 85 anos com osteoporose ou osteopenia, mostrou que o grupo de tibolona (1,25mg/dia) aumentou a densidade mineral óssea de 4,8% na coluna e 3,1% o no fêmur (P<0,001). No grupo que usou a tibolona, a redução do risco de fraturas vertebrais diminui para 8,6 por 1000 pessoas-ano (70 casos contra 126 controles, risco relativo 0,55; IC 95% 0,41 - 0,74; P <0,001) e de fraturas não vertebrais para 6,9 por 1000 pessoas-ano (com 122 casos contra 166 controles, risco relativo 0,74; IC 95% 0,58 - 0,93; P = 0,01).

Outro estudo randomizado duplo-cego (LIBERATE) teve como desfecho secundário um aumento na densidade mineral óssea de 3,2% na coluna e de 2,9% no quadril no grupo que usou 2,5 mg/d de tibolona (ambos P<0,001).

Efeitos nos lipídios

Com relação aos efeitos nos lipídios, pesquisas identificaram que tibolona pode causar uma queda brusca dos níveis de colesterol HDL quando usada para tratamento de sintomas dos climatério.

Doenças vasculares

A associação da tibolona com doenças vasculares foi constatada no LIFT, um estudo cujo objetivo primário era a análise da eficácia da tibolona na redução de fraturas osteoporóticas, entre mulheres com idade média de 65 anos. A interrupção do uso do tratamento fez-se necessária devido às evidências de maior número de acidente vascular cerebral nas pacientes do grupo da tibolona, em comparação ao grupo placebo.

Não foram constatadas diferenças entre os grupos para trombose vascular, doenças coronarianas, nos níveis tensionais ou de glicose. Por esse motivo, deve-se considerar individualmente o uso da tibolona em mulheres com fatores de risco para AVC, como diabetes, hipertensão, fibrilação atrial e tabagismo.

Efeitos no endométrio

No que diz respeito a efeitos no endométrio, um estudo realizado no Hospital de Clínicas de Porto Alegre mostrou que a espessura endometrial não foi alterada depois 12 e 24 meses de tratamento com tibolona. As evidências sugerem que a tibolona deve ser indicada para mulheres que possuam o desejo de manter-se amenorreicas, já que somente um pequeno grupo de mulheres mostrou produção de sangramento uterino.

Entenda no gráfico abaixo a relação entre os níveis de estrogênio e os sintomas nas diferentes fases na menopausa:

niveis-estrogenio-idade-sintomas-menopausa

Quais as indicações, precauções e contraindicações da Tibolona (Livial)?

A Tibolona não deve ser usada até que se complete doze meses depois da última menstruação natural. No caso de ser usada mais cedo do que o tempo recomendado, a mulher pode apresentar hemorragias irregulares.

No caso de menopausa cirúrgica, depois de a paciente passar por histerectomia, o tratamento pode começar imediatamente.

Para os sintomas da menopausa, o tratamento deve ser prescrito com a dose mais baixa eficaz, durante o menor período de tempo possível. Geralmente, a embalagem de 28 comprimidos é a dose prescrita, devendo cada comprimido do Livial de 2,5 mg ser tomado sempre à mesma hora, todos os dias, sem pausas entre as embalagens. Cada comprimido tem a indicação do dia da semana para facilitar sua administração.

É importante que a paciente tome o medicamento como prescrito pelo seu médico. No caso de esquecimento de uma dose, ela deve ser tomada o mais cedo possível. No entanto, se houver decorrido mais de 12 horas, é recomendado que a mulher tome somente a próxima dose, no horário habitual, sem duplicar para compensar o comprimido esquecido.

Se a mulher estiver tomando outros medicamentos, inclusive remédios naturais ou medicamentos de prescrição, é necessário informar o seu médico, já que pode haver interação medicamentosa da Tibolona com outros medicamentos.

Quem não pode tomar Tibolona

A Tibolona pode ser usada, de forma geral, quando a mulher começar a sentir os sintomas da menopausa, situação que, na maior parte das pacientes, ocorre entre os 40 e os 60 anos, idealmente até os 55 anos de idade.

Quando a mulher apresentar alergia à Tibolona ou a qualquer substância presente na composição do Livial, não se recomenda o tratamento, devendo ser prescrito outro tipo de reposição hormonal.

Se a mulher estiver grávida ou amamentando, se possui histórico de câncer de mama ou do útero, se teve hemorragia vaginal de causa desconhecida, se sofre de espessamento excessivo do revestimento uterino, de apresenta casos de trombose ou coágulos sanguíneos, se possui histórico de angina, doença cardíaca, AVC ou doença hepática, o Livial não deve ser indicado.

As investigações médicas, incluindo mamografia, devem ser realizadas conforme as práticas clínicas de triagem atualmente estabelecidas, que podem ser modificadas de acordo com as necessidades clínicas individuais.

Condições que exigem monitoramento

A paciente deve ser cuidadosamente monitorada no caso de quaisquer das situações seguintes, mesmo que tenham ocorrido anteriormente, ou que tenham sido agravadas durante a gravidez ou com tratamento prévio com hormônios. É necessário levar em consideração que as condições médicas descritas na tabela abaixo, que podem ocorrer ou serem agravadas durante o tratamento com Tibolona:

Condições de saúde que exigem monitoramento com o uso Tibolona (Livial):
  • Leiomioma (fibroma uterino) ou endometriose;
  • Histórico ou fatores de risco para distúrbios tromboembólicos;
  • Fatores de risco para tumores estrogênio-dependentes, como, por exemplo, primeiro grau de hereditariedade para câncer de mama;
  • Hipertensão;
  • Distúrbios hepáticos, como, por exemplo, adenoma hepático;
  • Diabetes com ou sem envolvimento vascular;
  • Colelitíase;
  • Enxaqueca ou dor de cabeça grave;
  • Lúpus eritematoso sistêmico;
  • Histórico de hiperplasia endometrial;
  • Epilepsia;
  • Asma;

Interações medicamentosas

A Tibolona pode aumentar a atividade fibrinolítica sanguínea, podendo potencializar o efeito de anticoagulantes usados ao mesmo tempo. Esse efeito, por exemplo, foi observado com o Warfarin.

O uso concomitante de Livial com Warfarin deve ser monitorado e a dose deste último medicamento deve ser ajustada adequadamente.

Os estudos in vitro revelaram uma interação mínima da Tibolona com as enzimas do citocromo. Como se trata de interação mínima, não é esperado que a Tibolona exerça inibição clínica significativa com medicamentos que interagem com as enzimas do citocromo P450.

Um estudo in vivo demonstrou que o tratamento simultâneo com Tibolona afeta em grau moderado os efeitos do substrato Midazolam do citocromo P4503A4. Com base nesse estudo, as interações medicamentosas com outros substratos do CYP3A4 são esperadas. Contudo, a relevância clínica depende das propriedades do substrato envolvido.

Quais os efeitos colaterais do medicamento para Reposição Hormonal Tibolona (Livial)?

Da mesma forma que outros medicamentos, a Tibolona apresenta riscos de efeitos colaterais. Os efeitos mais comuns observados incluem a hemorragia vaginal ou spotting, comichão e corrimento vaginal, dor nas mamas, ganho de peso, dor abdominal e crescimento excessivo de pelos.

Mesmo raros, os efeitos colaterais mais graves podem incluir perturbações gastrointestinais, edema, dor de cabeça, enxaqueca, tontura, erupção cutânea, câncer da mama, depressão, alterações da visão, alterações na função hepática, dor muscular e articular, coágulos sanguíneos e dermatite seborreica.

A maior parte dos efeitos colaterais, no entanto, é considerada de intensidade leve. Confira abaixo os possíveis efeitos colaterais da Tibolona (Livial):

Efeitos Colaterais da Tibolona (Livial)

Efeitos colaterais comuns observados em 1 a 10% das pacientes:

  • Sangramento vaginal ou pequenas perdas de sangue;
  • Dor abdominal;
  • Ganho de peso;
  • Dor nas mamas;
  • Aumento não natural dos pelos;
  • Sintomas vaginais como corrimento, coceira e irritação.

Efeitos colaterais incomuns, observados entre 0,1 e 1% das pacientes:

Efeitos colaterais relatados com o uso pós-comercialização, sem frequência determinada:

  • Tontura, dor de cabeça, enxaqueca, depressão;
  • Vermelhidão na pele ou coceira;
  • Distúrbios visuais;
  • Transtornos gastrintestinais;
  • Retenção de líquido;
  • Dor nas juntas, dor muscular;
  • Alterações na função do fígado.

O uso pós-comercialização ainda relatou câncer de mama ou proliferação de células do endométrio, além de câncer do endométrio.

No caso de a paciente apresentar qualquer efeito colateral de forma mais intensa ou mesmo se apresentar qualquer efeito não descrito, deve informar imediatamente o seu médico.

Fontes:

Dados do Medicamento
Dados do Medicamento
Nome: Livial
Princípio ativo: Tibolona
Fabricante: Organon
Descrição: O Livial mimetiza os efeitos das hormonas sexuais femininas estrogénio e progesterona durante a menopausa.
Dispensa: Medicamento sujeito a receita médica
Administração: Oral
Apresentação: Comprimidos
Dose: 2.5mg
Aplicação: Mulheres pós-menopáusicas
Posologia: 1 comprimido por dia, sempre à mesma hora
Classe: Tratamento de substituição hormonal
Com álcool: Ausência de interações
Durante a amamentação: Não aconselhado
Durante a gravidez: Não aconselhado
Download da bula do medicamento Bula do Livial
Como Funciona
Escolha o Medicamento
Preencha o Formulário Médico
O médico emite a sua prescrição
Medicamento é enviado da farmácia
Entrega gratuita
Avaliação de Serviço
Rating
Excelente
5 4.7
4,151 pacientes deram a sua opinião sobre o nosso serviço
Avaliação de Produtos
Excelente
5
10 pacientes deram a sua opinião sobre Tibolona (Livial)
Nossos pacientes adoram o nosso serviço
  • Atendimento ao paciente acessível para todos

    Serviço de atendimento ao paciente: Seg. - Sex. das 06:00h - 17:00h (Horário de Brasília)
  • Todos os serviços estão incluídos no preço

    Consulta médica online, prescrição e entrega + possibilidade de parcelamento
  • Entrega Expressa

    Entrega garantida de 4-6 dias (UPS) ou 7-12 dias (Correios)
Alternativas ao Tibolona (Livial)
Feedback

Seu feedback

Como você classificaria o nosso site?