Ejaculação Precoce

Controlar a Ejaculação Precoce nos Homens

Considera-se ejaculação precoce ou prematura quando um homem ejacula após uma pequena estimulação sexual, física ou psicológica. É uma condição comum que afecta 30% dos homens em todo o mundo. Não é raro experienciar ejaculação precoce se é sexualmente inexperiente, se deixou passar um grande intervalo de tempo entre parceiras sexuais ou se está nervoso sobre ter sexo com uma nova parceira. Este tipo de ejaculação precoce é relativamente normal e apenas se torna uma desordem sexual quando acontece frequentemente, durante um período prolongado de tempo.

A ejaculação precoce pode afectar a sua confiança sexual, bem com a da sua parceira, o que leva a uma frustração sexual mútua. Pode, porém, ser tratada com sucesso recorrendo a terapia, se esta tiver causas psicológicas ou a técnicas que permitam controlar o reflexo de ejaculação, levando a que o homem consiga a manter a relação sexual por mais tempo. Actualmente está também disponível um medicamento de prescrição, o Priligy Dapoxetina, cientificamente comprovado como sendo eficaz no tratamento desta condição.

Saiba mais sobre Ejaculação Precoce
Nossos Serviços
Encontre o seu tratamento
Sobre nós
Nossos Serviços
Seleccione Medicamento
Preencha o formulário
O médico emite a sua prescrição
Entrega em 24h
Sobre nós

euroClinix é uma empresa que presta cuidados de saúde a nível internacional, oferencendo serviços médicos diferenciados, em múltiplas línguas.

Nós já tratamos mais de

1344757 pacientes

Veja o que eles pensam sobre nós...

  • Diagnóstico especializado e prescrição Médica OnlineNão desperdice o seu tempo na sala de espera do médico
  • Entrega Expresso Grátis com máxima discrição24h Portugal e Europa e 7 dias no Brasil
  • Medicamentos originais e serviço de confiançaApenas o médico tem acesso à sua informação
4.7 4,055Comentários no
Priligy Dapoxetina Original para tratar ejaculação precoce

Priligy

4.8 (53 Opiniões)
  • Aumenta a performance sexual em 200-300%
  • Efeitos duram até 4 horas
  • Tenha uma nova percepção sobre sexo e sexualidade
Mais Informação

O que é ejaculação precoce?

A ejaculação precoce ou prematura pode ser considerada como o orgasmo prematuro no homem, podendo ocorrer logo depois da penetração, ou mesmo, em alguns casos, antes que a relação sexual aconteça.

O período médio para que o homem possa atingir a ejaculação, em situação normal, quando não apresenta qualquer tipo de problema, é de 5 minutos, muito embora não haja uma definição mais objetiva sobre o tempo exato de duração das relações sexuais.

De acordo com a medicina, o homem apresenta ejaculação precoce quando atinge o orgasmo antes que a pessoa com quem está mantendo relações tenha o mesmo prazer, e isso normalmente acontece em 50% dos homens.

O diagnóstico da ejaculação precoce deve ser feito apenas para homens que apresentam o problema com maior frequência, não sendo considerados os casos episódios, que podem ser descartados, uma vez que existe grande possibilidade de estarem ligados a tensões ou ansiedade momentâneas.

Ao considerarmos a ansiedade, é preciso entender que essa emoção e o sexo não tão compatíveis. A maior prova para essa afirmação está no fato de que até 30% dos homens sofre de ejaculação precoce e a recorrência é tão séria que a questão passou a ser tratada como problema de saúde pública.

Além das consequências provocadas no próprio relacionamento, a ejaculação precoce pode acabar se tornando um caso mais grave, como depressão, estresse e perda de qualidade de vida.

Entenda como a ejaculação ocorre no homem:

processo-ejaculacao-homem

Tipos de ejaculação precoce

A ejaculacão precoce pode ser dividida em dois tipos: ejaculação precoce vitalícia ou primária. Conheça cada tipo abaixo:

Ejaculação precoce vitalícia

Esta condição pode ser herdada geneticamente ou aparecer devido a comportamentos levados durante a infância. Problemas comportamentais podem dever-se a ambientes restritos onde o sexo é desaprovado ou a masturbações muito rápidas durante a adolescência, devido ao medo de ser apanhado. Estes sentimentos e comportamentos continuam durante a vida adulta e podem ser muito difíceis de superar. Os sintomas da ejaculação precoce vitalícia incluem:

  • A ejaculação pode ocorrer dentro de um minuto após a penetração, ou mesmo antes.
  • Incapacidade de atrasar a ejaculação após a penetração.
  • Sentimentos de stress, frustração e ansiedade antes e depois do sexo.

Ejaculação precoce secundária

Este tipo de problema desenvolve-se devido a razões psicológicas ou físicas. Os sintomas são:

  • Ejaculação persistente com a mínima estimulação, ou pouco depois da penetração.
  • Ejaculação precoce após ter tido relações sexuais saudáveis e funcionais antes.
  • Sentimentos de stress pessoal que evoluem para problemas na relação.

Se sofre de algum dos sintomas acima, o melhor a fazer é consultar um médico. Com a sua ajuda, pode ter a certeza da natureza do seu problema e descobrir o melhor tratamento. Este pode ter uma causa física ou psicológica e por isso vai requerer diferentes métodos de tratamento.

Quais são os sintomas da ejaculação precoce?

Uma das coisas que não podemos confundir são as situações diferenciadas de ejaculação precoce e impotência sexual. Embora sejam ambos problemas relacionados com a disfunção sexual, eles apresentam sintomas e causas diferentes, mesmo quando ocorrem de forma concomitante.

A impotência é um problema que se manifesta através da incapacidade do homem em manter a ereção de forma suficiente para ter relações sexuais satisfatórias, enquanto que a ejaculação precoce acontece quando o homem, mesmo conseguindo manter a ereção, não consegue controlar a ejaculação, podendo, em alguns casos, chegar ao orgasmo antes mesmo da penetração.

A ejaculação precoce é uma ocorrência que, de acordo com os médicos, acontece em menos de dois minutos após o início da relação sexual. O homem pode conseguir manter a ereção por mais tempo, mas o tempo de ação da relação se torna reduzido.

Para que o homem analise se apresenta ou não ejaculação precoce, é preciso que ele tenha atenção sobre algumas sensações durante as relações sexuais. Caso apresente sintomas recorrentes, o diagnóstico para o problema é positivo. Se não houver esses sintomas, o homem pode usar alguns métodos naturais para controlar o orgasmo

Os principais sintomas da ejaculação precoce podem ser considerados como:

Sintomas da Ejaculação Precoce
  • Dificuldade em controlar a ereção por menos de um minuto de penetração;
  • Incapacidade de retardar a ereção ou completar a relação sexual;
  • Ansiedade e agitação acima do normal durante a relação sexual;
  • Frustração antes ou após a relação sexual;
  • Incapacidade de manter determinadas posições sexuais por mais de alguns segundos sem ejacular.

Devemos entender que o problema de ejaculação precoce não é o mesmo que falta de experiência sexual, embora o histórico sexual tenha grande influência sobre a performance do homem nos seus relacionamentos íntimos.

A situação pode ocorrer em determinados casos, principalmente em homens mais jovens que, na adolescência, tenham tido poucas relações sexuais, ou em homens na idade adulta que apresentavam bom desempenho e passaram a sentir os sintomas.

Nesse último caso, a medicina considera a situação como ejaculação precoce secundária, que apresenta as mesmas causas de quem já começou a sua vida sexual com esse tipo de condição.

Quais são as causas da ejaculação precoce?

A ejaculação precoce pode ser provocada por diversos fatores, tanto físicos quanto psicológicos ou mesmo genéticos. As causas do problema devem ser analisadas por um profissional de saúde, muito embora se saiba que, na maior parte dos casos, a condição se apresenta em decorrência de algum problema de natureza psicológica, como, entre outras, a ansiedade, o estresse, a falta de autoconfiança do homem, a depressão ou qualquer tipo de medo ou culpa.

A ejaculação precoce pode até ser decorrente de qualquer experiência traumática relacionada ao sexo na infância, com efeitos emocionais que se projetam para a vida adulta do portador.

Quando se trata de alguma causa psicológica, ela pode ser tratada com terapia por um psicoterapeuta ou psicólogo, que deve conhecer profundamente o paciente, analisando todos os seus problemas emocionais, levando-o a se conscientizar e superar os traumas que provocam o problema.

Fisicamente, a ejaculação precoce acontece quando os sinais do cérebro são transmitidos para o sistema nervoso pela serotonina, hormônio que é absorvido por receptores próprios. Como a serotonina apresenta um efeito calmante, também para o cérebro quando para o restante do organismo, uma vez que ela seja absorvida, o homem se torna incapaz de controlar o orgasmo, atingindo a ejaculação em tempo menor do que o necessário para uma relação sexual satisfatória.

A serotonina, no entanto, também afeta outros processos cerebrais. Alguns problemas emocionais, estresse ou problemas psicológicos podem provocar a falta de serotonina no organismo, o que leva à sua rápida absorção pelos receptores, quando liberada, podendo causar a ejaculação precoce.

Existem casos em que a ansiedade e a tensão apenas se apresentam quando o homem mantém relações sexuais e isso pode indicar problemas atrelados ao próprio relacionamento, devendo ser tratado com medicamentos específicos, aliado a terapia para superar a situação e conseguir regularizar a vida sexual.

Algumas situações podem aumentar as possibilidades de ocorrência da ejaculação precoce e a maior parte delas é de origem emocional ou psicológica, como, por exemplo:

  • Problemas de manter a ereção;
  • Medo de perder a ereção durante a relação sexual;
  • Falta de experiência ou habilidade para relações sexuais;
  • Incapacidade de concentração na atividade sexual;
  • Problemas cardíacos e outros.

Um dos principais problemas que contribui para o desenvolvimento da ejaculação precoce é a pressão social, um fator decorrente, principalmente, da vida na fase da adolescência.

O jovem se sente pressionado a manter uma excelente performance durante as relações sexuais, que devem ser mais duradouras, o que o leva a sentir-se mais estressado, mantendo os músculos contraídos e contribuindo para o efeito contrário, ou seja, ter uma ejaculação prematura.

Causas psicológicas para a ejaculação precoce

A medicina vem estudando a ejaculação precoce, apresentando algumas causas psicológicas para o problema, como podemos ver a seguir:

EJACULAÇÃO PRECOCE
Causas
FÍSICAS PSICOLÓGICAS
Condicionamento
Trauma
Ansiedade
Depressão
Baixa Auto-Estima
Culpa e Stress

Condicionamento

Uma das possíveis causas é o condicionamento, que pode ser decorrente de experiências que o homem tenha tido em sua vida pregressa. Assim, por exemplo, quando um homem provém de um ambiente familiar onde se recrimina a masturbação, ele pode desenvolver o hábito de se masturbar rapidamente para não ser descoberto, quando criança.

Assim, quando na vida adulta, se as primeiras relações sexuais ocorrerem sob algum tipo de pressão, ele pode ser condicionado a atingir mais rapidamente a ejaculação.

Experiência Sexual Traumática

Quando o homem passa por uma experiência sexual que o tenha traumatizado de alguma forma, ele pode continuar associando essa experiência às novas relações sexuais, apresentando ansiedade e nervosismo, o que o leva à ejaculação precoce.

Ansiedade

A ansiedade, aliás, é uma das principais causas da ejaculação precoce. O medo de falhar e a falta de maior entrosamento com a parceira ou parceiro podem fazer com que ele atinja o orgasmo muito mais rapidamente.

Quando um homem começa uma relação sexual nervoso sobre a sua performance e com medo de não satisfazer o seu parceiro/a, é menos provável que controle a sua ejaculação.

Depressão

A depressão é uma das grandes doenças da atualidade, afetando não apenas a mente, mas também o corpo, levando o homem a ter problemas emocionais, como tristeza e falta de energia, que podem ser convertidas em sintomas de cansaço físico.

Quando um homem sofre com depressão, também se torna mais suscetível a ter problemas de disfunção sexual, inclusive impotência e ejaculação precoce. Nesse caso, ele vai precisar de um tratamento adequado, buscando as causas da depressão para curar a disfunção sexual que o leva ao orgasmo mais rapidamente.

Baixa autoestima e falta de confiança

A falta de confiança é mais comum em homens mais jovens, com pouca experiência sexual, que não sabe se consegue satisfazer a pessoa com quem está se relacionando.

A baixa autoestima pode ser consequência de experiências sexuais negativas em sua vida passada, que podem levar o homem a sofrer com ejaculação precoce.

Sentimento de culpa e estresse

O estresse e o sentimento de culpa são dois grandes responsáveis pelo problema de ejaculação precoce. Quando o homem se sente estressado, a fadiga e o cansaço se traduzem frequentemente na relação sexual, levando-o a apresentar o problema.

Sentimento de culpa com relação a algum problema sexual ocorrido no passado também pode fazer com que o homem tenha ejaculação precoce, evitando que tenha maior prazer nas relações sexuais.

Causas físicas para a ejaculação precoce

Existem, no entanto, também algumas causas físicas para a ejaculação precoce. Se o homem percebe que não possui qualquer causa psicológica para o problema, deve procurar um profissional de saúda para verificar qualquer condição subjacente, que pode ou não precisar de medicamentos.

Entre as causas físicas para a ejaculação precoce, podemos considerar:

Hipersensibilidade

Alguns homens apresentam maior sensibilidade na região peniana, impedindo que possa controlar de forma adequada os músculos da área genital. Essa pode ser uma causa para a ejaculação precoce, fazendo com que o homem sinta maior excitação e atinja o orgasmo com maior rapidez.

Problemas na próstata

A produção e composição do esperma dependem do bom funcionamento da próstata. Em homens que apresentam a próstata aumentada ou com atividade acima da média, além de câncer de próstata, a ejaculação precoce se torna uma consequência do problema.

Diabetes, hipertensão e alcoolismo

Problemas orgânicos que afetam a circulação sanguínea podem provocar efeitos sobre o orgasmo, levando o homem à ejaculação precoce. O diabetes, a hipertensão e o alcoolismo são problemas que alteram a circulação do sangue, além de também alterar sua consistência, afetando diretamente as relações sexuais.

Medicamentos

Determinados medicamentos, principalmente antidepressivos, podem provocar alterações no estado psíquico e orgânico do paciente, impedindo que ele se torne capaz de controlar a ejaculação.

Se está a tomar medicação para a depressão ou ansiedade, deve mencioná-lo durante a sua consulta, uma vez que pode ser um motivo para o seu problema.

Lesões na coluna

Lesões na coluna vertebral podem provocar problemas neurológicos no organismo. Quando existem lesões na coluna, o sistema nervoso central pode não funcionar da forma correta, não transmitindo as mensagens como deveria, afetando a ejaculação.

Problemas de tiroide

A glândula tireoide é responsável pela produção de diversos hormônios e, quando não está funcionando adequadamente, a produção de hormônios

Prevenção da Ejaculação Precoce

Muito embora a ejaculação precoce não tenha métodos preventivos eficazes, já que o tempo de orgasmo é variável e um homem para outro, existem algumas medidas que ele pode tomar para manter a relação sexual por mais tempo.

Um dos métodos consiste em relação e reduzir a ansiedade, já que essa é uma das principais causas do problema. Quando o homem mantém um estilo de vida menos agitado, sem tanto estresse, consegue erradicar as causas da ejaculação precoce.

Além disso, o princípio de mente sã em corpo são também se aplica nas situações de ejaculação precoce. O homem deve reduzir os níveis de ansiedade e de estresse combinados com uma dieta equilibrada, praticando atividades físicas para manter seu organismo sadio.

Existem problemas de saúde que podem levar à ejaculação precoce, o que determina que manter uma vida saudável vai contribuir com o bem-estar geral orgânico, oferecendo, consequentemente, um impacto positivo na vida sexual.

A medicina oferece pelo menos um medicamento específico para tratar a ejaculação precoce, além de alguns anestésicos locais e antidepressivos de rápido efeito. Os medicamentos mais prescritos são os relaxantes musculares, ansiolíticos e antidepressivos, mas o grande problema é que a maior parte deles oferece efeitos colaterais ou mesmo sintomas que não permitem manter uma relação sexual totalmente satisfatória.

Algumas técnicas podem ser aplicadas, principalmente antes das relações sexuais, ou mesmo durante, para controlar a ansiedade e relaxar os músculos:

Técnicas para Prevenir a Ejaculação Precoce
  • Com mais experiência sexual, o homem consegue controlar mais eficientemente o orgasmo;
  • Os exercícios de Kegel, para relaxar o músculo pubococcígeo pode ser útil;
  • O homem pode fazer uso de pomadas, cremes e sprays;
  • Praticar a masturbação de forma mais lenta pode contribuir;
  • Manter algumas posições mais relaxantes durante a relação ou aplicar massagens pode ser eficiente;
  • Fazer sexo oral juntamente com masturbação antes da penetração é um método interessante;
  • Fazer algumas paradas durante a relação pode ser útil, embora não seja agradável para a parceira;
  • Segurar o pênis um pouco antes da ejaculação muitas vezes ajuda a retarda-la.

Diagnóstico da ejaculação precoce

Dependendo das causas, os profissionais médicos mais adequados para diagnosticar o problema de ejaculação precoce são o urologista e o psiquiatra. Consultar um médico, no entanto, só deve ser feito quando os casos são recorrentes, ocorrendo com maior frequência.

Se o homem tiver ejaculação precoce apenas uma ou outra vez durante suas relações sexuais, a situação é considerada totalmente natural, podendo ter como causas um estresse momentâneo, por exemplo.

De acordo com os médicos, a ejaculação normalmente ocorre, em média, cinco minutos depois da penetração. Para que seja considerada como precoce, ela deve ocorrer até o segundo minuto da penetração ou mesmo antes.

O diagnóstico é feito com conversas sobre o assunto, que podem direcionar para alguns exames específicos, principalmente quando o paciente já apresenta algum problema de saúde, como salientamos anteriormente.

Além disso, o homem também precisa ter consciência de que se trata de um problema bastante comum, não devendo sentir medo ou vergonha de falar sobre o assunto, lembrando sempre que o profissional médico está ali para atende-lo.

Tratamento da ejaculação precoce

O tratamento da ejaculação precoce existe apenas um medicamento de prescrição disponível. Além do medicamento, existem métodos que podem ajudar o homem a manter a ereção por mais tempo.

Priligy (Dapoxetina)

O Priligy (Dapoxetina), que contém como princípio ativo a dapoxetina, é um medicamento de prescrição que ajuda o homem a aumentar a duração da relação sexual.

Sendo um inibidor seletivo da recaptação de serotonina (ISRS), o Priligy diminui a reabsorção de serotonina, melhorando a comunicação entre as células e permitindo um maior controle sobre a ejaculação.

Os estudos clínicos constataram que o Priligy ajudou diversos homens a prolongar o tempo da relação sexual ao dobro do que de costume, apresentando riscos mínimos de efeitos colaterais, cujos os mais comuns incluem dores de cabeça e náusea.

Conheça a composição química da Dapoxetina, o princípio ativo do Priligy:

Composição Química da Dapoxetina

Exercícios

Alguns exercícios podem atender o homem, evitando a ejaculação precoce, como a técnica de apertar o pênis, ou de começar e parar a relação sexual. Repetir esses exercícios regularmente podem fazer com que o homem tenha maior controle sobre o orgasmo.

A masturbação praticada algumas horas antes da relação sexual e o fortalecimento dos músculos pélvicos com os exercícios Kegel também ajudam o homem a manter maior controle sobre a ejaculação.

Medicamentos de venda livre

A indústria farmacêutica oferece diversos tipos de cremes ou gel, desenvolvidos para adormecer ligeiramente o pênis, permitindo manter relações sexuais mais prolongadas. Esse tipo de tratamento, no entanto, pode afetar o prazer proporcionado pelo sexo.

O homem também pode usar preservativos para reduzir a sensibilidade do pênis durante a relação.

Terapia

Quando a causa principal da ejaculação precoce for a ansiedade, o homem pode procurar um terapeuta sexual para resolver o problema. Em determinados casos, a terapia pode ser acompanhada de medicamentos de prescrição.

Cirurgia

Como último recurso, o médico pode determinar uma cirurgia, reduzindo os estímulos sensoriais do pênis. Contudo, este é um processo bastante invasivo, que apresenta diversos riscos, devendo ser aconselhado apenas em casos extremamente graves de ejaculação precoce.

Como obter tratamentos de prescrição online

A ejaculação precoce causa alguma vergonha aos homens, comprometendo a sua performance sexual. Por este motivo, muitos dos pacientes com esta condição não se sentem à vontade para a discutir com o seu médico. O nosso serviço de saúde é simples e transparente, permitindo que faça uma consulta online para a avaliação do seu problema. A nossa equipa médica, familiarizada com o diagnóstico desta e de outras condições do foro sexual, será responsável pela avaliação do seu questionário e pela possível prescrição do seu medicamento. Após a aprovação e prescrição da receita, o medicamento é enviado pela farmácia para entrega na Europa no dia útil seguinte.

Fontes:

Como funciona
Escolha o Medicamento
Preencha o Formulário Médico
O médico emite a sua prescrição
Medicamento é enviado da farmácia
Entrega gratuita