Salbutamol para o tratamento de asma brônquica

A asma é uma doença crónica caracterizada por episódios de falta de ar, opressão torácica e tosse e é provocada por uma inflamação das vias respiratórias.

Trata-se de uma doença muito comum em todas as idades, que afecta cerca de 300 milhões de pessoas em todo o mundo e cerca de 600 000 em Portugal.

O Salbutamol é um medicamento indicado no tratamento da asma brônquica que está presente em medicamentos como o Ventilan (Ventolin) sob a forma de solução solúvel para equipamento de aerossóis ou nebulizador.

Definição e usos do Salbutamol

O Salbutamol ou albuterol – nome genérico – é um agonista dos recetores androgénicos β2, também chamados adrenorecetores β2 predominantes nos músculos lisos, como os de alguns órgãos, sendo por este motivo, esta classe de fármacos indicada para o tratamento da asma brônquica, da bronquite crónica e da doença obstrutiva pulmonar.

O seu mecanismo de acção consiste no estímulo dos adrenorecetores beta 2 nos músculos dos brônquios. Este estímulo ocorre muito rapidamente, e por esse motivo o Salbutamol está indicado nos episódios agudos de asma que são repentinos.

O medicamento é inalado e a aspiração provoca o relaxamento imediato e a distensão dos músculos brônquicos. Adicionalmente, o fármaco reproduz os efeitos provocados pela estimulação dos nervos simpáticos no sistema nervoso autónomo.

Comparativamente com outros fármacos do mesmo grupo, o Salbutamol tem um efeito muito rápido, o que também permite que seja utilizado com poucas horas de intervalo.

Estrutura Química do Salbutamol

Como funciona no organismo

Em circunstâncias normais, o sistema nervoso simpático está preparado para reagir a situações adversas ou de stress súbito. Quando os brônquios têm um funcionamento normal e saudável estas situações não perturbam a normal troca gasosa que ocorre na respiração.

A inflamação brônquica característica do doente asmático obsta ao normal funcionamento dos brônquios. O que o Salbutamol faz é imitar a resposta normal do sistema simpático nestes doentes, permitindo então que a troca gasosa seja restabelecida com normalidade devido à distensão dos brônquios.

Mecanismo de acção dos receptores adrenérgicos Beta-2

Apesar de ter um efeito bastante rápido, em cerca de 5 minutos no máximo, o seu efeito apenas é prolongado por 4 horas. Esta celeridade no tratamento da asma faz com que o Salbutamol seja eleito pelos profissionais de saúde em situações de emergência nos doentes com bronquite crónica ou doença obstrutiva pulmonar.

O Salbutamol atua seletivamente na zona pulmonar, no entanto, o seu efeito de mimetização hormonal em situações de stress pode provocar palpitações e aumento da frequência cardíaca nos pacientes.

Efeitos colaterais do Salbutamol

Todos os medicamentos têm efeitos secundários e o Salbutamol não é uma exceção. Porém, estes efeitos secundários não se verificam sempre, nem em todos os pacientes. Os efeitos colaterais no caso do Salbutamol ocorrem essencialmente na primeira utilização, tendo tendência a passar com o tempo de uso.

Dividimos os efeitos secundários do medicamento Ventilan, que inclui Salbutamol, em função da frequência que ocorrem, conforme tabela em baixo.

Muito frequentes Frequentes Raros ou muito raros
Tremor Taquicardia Diminuição dos níveis de potássio
Dor de cabeça Palpitações Vasodilatação periférica
Cãimbras musculares Aumento do ácido lático
Irritação da boca e da garganta Hipersensibilidade
Hiperatividade
Arritmias cardíacas
Broncospasmo paradoxal

Finalmente, estão reportados casos de dor no peito em pacientes com problemas cardíacos como a angina de peito, mas este efeito secundário tem uma frequência ainda desconhecida.

Caso o paciente experiencie algum efeito colateral decorrente da toma de Salbutamol que não esteja listado deve consultar um médico.

Interações medicamentosas

O Salbutamol tem interação com alguns medicamentos, pelo que a sua toma neste caso deve ser acompanhada por um médico.

A lista de medicamentos e respetivas interações estão descritas em baixo.

  • Bloqueadores beta – a concomitância destes com o Salbutamol leva à diminuição de eficácia de ambos os fármacos e não é recomendada.
  • Inibidores da monoaminoxidase e antidepressores cíclicos – o Salbutamol deve ser administrado com precaução nestes doentes porque pode haver risco de efeitos cardiovasculares adversos.
  • Diuréticos poupadores de potássio – as alterações cardíacas provocadas pela toma destes medicamentos podem ser agravadas pelo Salbutamol pelo que a sua concomitância deve ser analisada com prudência.

Quais as Contraindicações?

A utilização de Salbutamol está contraindicada em pacientes com hipersensibilidade ao mesmo, sendo nestes casos necessário recorrer a um medicamento alternativo para o efeito.

A terapêutica com Salbutamol está contraindicada nos seguintes casos: doentes com hipertiroidismo a quem é desaconselhada a toma por via oral e por nebulização; pacientes com tumores da glândula supra-renal, doença cardíaca severa e espessamento da parede do miocárdio; doentes com aterosclerose, hipertensão e aneurisma.

Inalador Ventolin-Ventilan

A toma de Salbutamol deve ser feita com precaução e acompanhamento médico nos seguintes pacientes:

  • Doentes com arritmia cardíaca ou que tenham tido um ataque cardíaco recentemente
  • Doentes com problemas nas artérias coronárias, nas válvulas cardíacas e com inflamações do miocárdio
  • Pacientes com diabetes

As mulheres grávidas devem evitar tomar preparações com Salbutamol de emergência durante o primeiro trimestre de gravidez. Adicionalmente, a presença de Salbutamol no sangue da mulher grávida pode passar a substância para o bebé através da placenta. Por outro lado, o Salbutamol tende a inibir o trabalho de parto, pelo que a sua toma nas últimas semanas de gestação também não é aconselhável.

A utilização deste medicamento aquando da amamentação deve ser analisada com um médico.

Fonte:

  1. Folheto informativo: Informação para o utilizador - Ventilan - URL: Infarmed.pt
  2. Highlights of prescribing information - Ventolin - URL: gsksource.com/
  3. Doenças Resporatórias – Asma Brônquica – Fundação Bial - URL: Bial.pt/
  4. Salbutamol (Inhalation) - URL: drugs.com

Atualizado em 27 de Setembro de 2016

Como funciona
Passo 1 - Escolha o medicamento
Passo 2 - Preencha o formulário médico
Passo 3 - O médico analisa os seus detalhes e emite a sua prescrição
Passo 4 - O seu medicamento será enviado no mesmo dia ou no dia seguinte
Entrega gratuita