Transmissão da Malária

A malária é uma das doenças tropicais mais perigosas e apesar de não ser uma ameaça em todos os locais, é uma doença de risco para as pessoas que viajam para áreas de malária como algumas partes de África, Ásia, América Central e América do Sul. Se uma pessoa seguir tratamentos preventivos e em geral tentar evitar as picadas, é pouco provável que a transmissão da malária ocorra, porém, é importante perceber os riscos envolvidos.

Como é a malária transmitida?

O mosquito Anofeles é um dos métodos mais comuns de transmissão da malária, contudo, por o parasita da malária estar presente nos glóbulos vermelhos, pode também ser transmitido por transfusão sanguínea, transplante de órgãos ou através da partilha de agulhas, apesar de ser muito menos provável de ocorrer.

É também uma possibilidade a transmissão da malária ocorrer entre mãe e filho durante o parto, algo conhecido como malária congénita, mas esta é também muito mais rara que a transmissão de malária pela picada do mosquito Anofeles.

Geralmente, um mosquito vai picar uma pessoa com o parasita da malária presente nos seus glóbulos vermelhos, ficando infectado com o parasita.

ciclo de transmissão da malária

Ciclo de vida da malária

O ciclo de vida da malária começa assim que um mosquito Anofeles infectado infecta uma pessoa com um dos quatro tipos de parasitas plasmodium que causam a malária. Assim que a transmissão da malária ocorre, o parasita entra na corrente sanguínea e dirige-se para o fígado, onde amadurece e começa a infectar outros glóbulos vermelhos, causando eventualmente a sua destruição, o que leva a febre, calafrios e a outros sintomas semelhantes aos da gripe, associados à infecção da malária.

Quando o parasita da malária está nos glóbulos vermelhos, é possível que seja transmitido a um mosquito Anofeles livre do parasita, o que significa que o ciclo de transmissão da malária continua. Uma vez dentro do mosquito, o parasita amadurece e começa a infectar as glândulas salivares do mosquito, que se tornam a primeira forma de infecção pela qual o parasita da malária é transmitido.

Idealmente a transmissão da malária não deve ocorrer se tiver tomado as precauções necessárias, mas se ocorrer, é importante que procure tratamento na fase inicial do ciclo, uma vez que certos parasitas podem causar complicações graves.

Incubação da malária

Após a transmissão da malária ter ocorrido, é provável que não sinta sintomas imediatamente. Como parte do ciclo de vida do plasmodium, este precisa amadurecer antes de fazer com que se sinta doente. Os sintomas de malária podem começar a aparecer sete dias após a transmissão ou podem decorrer vários anos até que o parasita o faça sentir doente. Porém, o mais provável é aparecerem sintomas alguns dias ou semanas após a transmissão da malária ter decorrido. O tipo mais grave do parasita plasmodium, denominado plasmodium falciparum, causa geralmente sintomas uma semana após a transmissão.

Veja os tratamentos para a Malária

Como funciona
Passo 1 - Escolha o medicamento
Passo 2 - Preencha o formulário médico
Passo 3 - O médico analisa os seus detalhes e emite a sua prescrição
Passo 4 - O seu medicamento será enviado no mesmo dia ou no dia seguinte
Entrega gratuita