Outros Tratamentos

Adesivo Anticoncepcional

Informações e Vantagens do Adesivo Anticoncepcional Transdérmico

O adesivo anticoncepcional (ou adesivo contraceptivo) é uma outra forma de contracepção hormonal, contendo na sua composição estrogênio e progesterona para ajudar as mulheres a prevenir a gravidez. Ao apresentar na sua composição os mesmo hormônios que a pílula anticoncepcional, o adesivo está indicado para as mulheres que acham inconveniente tomar um anticoncepcional diariamente ou que sofram com efeitos colaterais prejudiciais com os métodos contraceptivos orais.

O adesivo anticoncepcional transdérmico é tão eficaz quanto a pílula combinada e atua da mesma forma, porém, precisa de ser substituído uma vez por semana. O adesivo permite que uma dose constante de hormônios seja liberada na corrente sanguínea, a partir da sua pele, reduzindo o risco de efeitos colaterais associados às variações hormonais. Essas vantagens fazem do adesivo anticoncepcional um dos métodos contraceptivos mais cômodos e eficazes na prevenção contra a gravidez.

Saiba mais sobre Contracepção
Nossos Serviços
Encontre o seu tratamento
Sobre nós
Nossos Serviços
Seleccione Medicamento
Preencha o formulário
O médico emite a sua prescrição
Entrega expresso para qualquer área de residência
Sobre nós

euroClinix é uma empresa que presta cuidados de saúde a nível internacional, oferencendo serviços médicos diferenciados, em múltiplas línguas.

Nós já tratamos mais de

1360482 pacientes

Veja o que eles pensam sobre nós...

  • Diagnóstico especializado e prescrição médica onlineNão desperdice seu tempo na sala de espera do médico
  • Entrega Expressa Grátis com máxima discrição4-6 (UPS) ou 7-12 (Correios) dias úteis em todo Brasil
  • Medicamentos originais e serviço de confiançaApenas o médico tem acesso à sua informação
4.7 4,092Comentários

Condições disponíveis

Evra Online

Adesivo Evra

4.8 (74 Opiniões)
  • Usado durante três semanas, com pausa de uma semana
  • Pode ajudar a regular os ciclos menstruais e a reduzir as dores menstruais
  • Contém 6,00 mg de norelgestromina e 0,60 mg de etinilestradiol

O que é e como funciona o Adesivo Anticoncepcional Transdérmico?

O adesivo anticoncepcional, ou patch contraceptivo, é um sistema de contracepção baseado na administração dos hormônios presentes na pílula combina, que possui estrogênio e progesterona, usando um adesivo que deve ser colocado sobre a pele.

O método, portanto, é praticamente igual ao do uso da pílula, apresentando a mesma taxa de eficácia e o mesmo mecanismo de ação, além de oferecer praticamente os mesmos efeitos colaterais e possuir as mesmas contraindicações da pílula.

O adesivo anticoncepcional mais popular é o adesivo Evra, com tamanho de 20 centímetros quadrados, tendo sido desenvolvido para oferecer a liberação da progesterona (Norelgestromina) e de estrogênio (Etinilestradiol) de forma contínua na corrente sanguínea. Cada adesivo contém 6 mg de Norelgestromina e 0,6 mg de Etinilestradiol.

O adesivo Evra possui três camadas: a exterior, resistente à água e servindo como proteção para as outras camadas; a camada do meio, contendo a medicação e o adesivo; e a camada interna, um revestimento protetor para ser destacado antes da sua aplicação sobre a pele.

Os hormônios que compõem o adesivo são absorvidos de forma contínua através da pele, passando para a corrente sanguínea.

Conheça as estruturas químicas dos hormônios femininos estrogênio e progesterona:

estrutura-quimica-estrogenio-progesterona

Como usar o Adesivo Anticoncepcional?

O adesivo anticoncepcional transdérmico deve ser colocado sobre a pele preferencialmente no primeiro dia do ciclo menstrual, devendo a mulher se lembrar esse dia, uma vez que precisa substituí-lo a cada sete dias por um novo.

Os médicos recomendam que, para facilitar a memorização, a mulher coloque o adesivo no primeiro domingo depois do ciclo menstrual, porém existe o problema de que, se o primeiro domingo for depois do quinto dia da menstruação, os efeitos do adesivo só estarão em plena carga depois de 7 dias de uso.

Assim, durante esses 7 dias, o casal precisa usar outros métodos contraceptivos, como o preservativo, por exemplo. No caso de colocar o adesivo anticoncepcional logo no primeiro dia, a eficácia é imediata.

O adesivo Evra pode ser colocado em qualquer área do corpo, desde que a pele esteja seca e limpa e não tenha muitos pelos. Geralmente, os locais mais utilizados são a parte externa do braço, no abdômen, na coxa, nas nádegas ou na parte superior do tronco.

A mulher deve evitar as mamas, uma vez que a absorção local de estrogênio pode provocar dor mamária, ou mastalgia.

O adesivo anticoncepcional pode ser usado continuamente, mesmo durante exercícios físicos, banho, natação, ou sauna, ou ser usado mesmo na praia, não sendo afetado por calor, umidade ou suor, já que a capacidade de aderência é suficiente para que ele não caia.

O processo de substituição do adesivo anticoncepcional transdérmico a cada 7 dias deve se repetir por três semanas. Na quarta semana, é preciso fazer uma pausa, utilizando o ciclo de 21 dias de uso e 7 dias sem adesivo anticoncepcional.

Nessa semana de pausa, geralmente a mulher começa um novo ciclo menstrual, embora isso não ocorra com todas as mulheres. É importante lembrar, no entanto, que o adesivo deve ser colocado depois da semana de pausa, mesmo que haja menstruação.

A proteção contra gravidez indesejada é contínua, não reduzindo ou desaparecendo mesmo durante a semana de pausa.

Situações especiais no uso do adesivo anticoncepcional

Quando o adesivo não é trocado no dia correto, a mulher deve aplicá-lo assim que se lembrar, lembrando, no entanto, que esse novo dia passa a ser o dia da troca. Havendo atraso no ciclo menstrual, é preciso usar nos primeiros dias um método alternativo, como o preservativo, se houver relações sexuais.

O adesivo anticoncepcional pode liberar quantidades de hormônios suficientes até o nono dia de uso. Assim, a mulher tem uma janela de 48 horas, podendo atrasar a troca sem problemas, embora não seja recomendado deixar passar do sétimo dia.

Havendo atraso acima de 48 horas, o novo adesivo transdérmico deve ser trocado o mais rápido possível, usando a alternativa de preservativos, caso a mulher tenha relações sexuais.

Devemos lembrar que esquecer de remover o terceiro adesivo antes da semana de pausa é menos grave do que se esquecer de remover o primeiro ou segundo durante o ciclo. Nesse caso, não é preciso alterar o dia de reinício do ciclo, deixando a pausa mais curta, com menos dias.

O adesivo é bastante aderente, embora possa se descolar, em alguns casos. Portanto, é interessante colocá-lo em um local mais visível, podendo detectar qualquer descolamento. Se isso ocorrer, soltando-se total ou parcialmente, ele pode ser recolocado no mesmo local dentro de 24 horas. Não havendo aderência suficiente, é necessário usar outro adesivo.

Havendo intervalo menor de 24 horas, o dia da próxima troca continua sendo o mesmo.

É importante não se utilizar qualquer tipo de fita adesiva ou esparadrapo para garantir a fixação do adesivo anticoncepcional se ele não estiver se prendendo à pele. Quando o adesivo perde essa capacidade de aderência, também perde a capacidade de apresentar eficácia.

Como trocar da pílula para o adesivo anticoncepcional?

O uso do Evra deve começar no primeiro dia do ciclo menstrual. Não havendo sangramento no período de 5 dias depois de a mulher tomar a última pílula anticoncepcional, a possibilidade de gravidez deve ser excluída antes do início do tratamento com adesivos.

Caso a terapia tenha início depois do primeiro dia do ciclo menstrual, é necessário usar um preventivo não hormonal, como o preservativo, durante pelo menos 7 dias. Se o intervalo depois do último comprimido for acima de 7 dias, existe a possibilidade de ovulação e, nesse caso, a mulher deve passar por uma consulta médica antes de começar o tratamento.

Adesivo Anticoncepcional: Vantagens e Desvantagens

Uma das principais vantagens do uso de adesivo anticoncepcional é a comodidade do seu uso, já que a eficácia, as contraindicações e os efeitos colaterais são os mesmos da pílula combinada. A maior desvantagem, como ocorre com a pílula, é não prevenir doenças sexualmente transmissíveis.

Veja abaixo as listas de vantagens e desvantagens do adesivo anticoncepcional:

Vantagens do uso do adesivo anticoncepcional:

  • Facilidade e comodidade de utilização;
  • Menor risco de esquecimento de tomar a pílula;
  • Menor carga hormonal, já que os hormônios são absorvidos pela pele, entrando diretamente na corrente sanguínea, podendo reduzir os efeitos colaterais;
  • Menor sobrecarga para o fígado;
  • Manutenção dos níveis hormonais no sangue, sem quedas ou picos;
  • Facilidade de uso para mulheres que têm dificuldades em engolir comprimidos;
  • Redução dos riscos de anemia, câncer de ovário e de endométrio;
  • Não interfere significativamente na eficácia de outros medicamentos que a mulher esteja usando;
  • A eficácia do adesivo é menos comprometida em razão de interações medicamentosas com outros tratamentos.

Desvantagens do uso do adesivo anticoncepcional:

Mesmo apresentando desvantagens, é importante destacar que o uso do adesivo anticoncepcional permite a absorção dos hormônios através da pele, eliminando o risco de serem metabolizados pelo fígado, oferecendo menos riscos de efeitos colaterais indesejados.

O Adesivo Anticoncepcional é seguro e eficaz? Estudos científicos

O adesivo anticoncepcional é um sistema bastante seguro e eficaz para evitar a gravidez indesejada, oferecendo resultados semelhantes aos da pílula combinada. Quando usado da forma correta, sem atrasos nas trocas ou falhas na aplicação sobre a pele, o método se mostrou 99,7% seguro, de acordo com os estudos clínicos.

No entanto, na prática, uma parte das mulheres acaba se esquecendo da data da troca, um fato que compromete a eficácia do tratamento. Os estudos também foram feitos nesse sentido, demonstrado que, entre cada 100 mulheres que utilizam o adesivo durante o período de um ano, pelo menos 8 acabam engravidando, oferecendo ao adesivo uma taxa de 92% de sucesso. Essas falhas, no entanto, acontecem exatamente por esquecimento da troca do adesivo.

Os estudos também demonstraram que a eficácia do adesivo é menor em mulheres obesas, principalmente quando o peso corporal é acima de 90 quilos. Nesse caso, portanto, é necessário utilizar outro método contraceptivo.

A absorção dos hormônios é feita pela pele e, no caso de mulheres obesas, percebe-se que a camada de gordura corporal pode interferir diretamente na entrada dos mesmos na corrente sanguínea.

Quais as indicações e contraindicações do Adesivo Anticoncepcional?

O adesivo anticoncepcional, sendo a versão em patch da pílula combinada, apresenta os mesmos riscos do tratamento tradicional. Embora sendo incomuns, os eventos trombóticos ou cardiovasculares, como, por exemplo, infarto e acidente vascular cerebral, são as complicações mais sérias do uso de anticoncepcionais hormonais.

A recomendação é que, em mulheres com fatores de risco para doenças cardiovasculares, como portadoras de diabetes, mulheres com sobrepeso ou com hipertensão e fumantes evitem o uso prolongado de métodos hormonais para evitar a gravidez, inclusive a pílula e o adesivo anticoncepcional.

No caso de mulheres mais jovens e sem fatores de risco, a situação é bastante diferente, com índices extremamente baixos de riscos de eventos trombóticos, podendo ocorrer no máximo 10 casos em cada 10 mil mulheres, ou seja, um percentual de apenas 0,1%.

Dessa maneira, os métodos anticoncepcionais hormonais, inclusive com adesivo, mostram-se bastante seguros, desde que aplicados da forma correta.

A maior parte dos antibióticos pode ser administrada em mulheres que fazem uso do adesivo anticoncepcional sem qualquer risco. Da mesma forma como acontece com a pílula, os antibióticos não causam perda do efeito contraceptivo do adesivo, tendo, como única exceção, o antibiótico Rifampicina e seu derivado Rifabutina.

Assim, com exceção da Rifampicina, qualquer outro antibiótico pode ser administrado sem qualquer problema em mulheres que fazem uso do adesivo anticoncepcional.

Contraindicações para o adesivo anticoncepcional

Algumas mulheres não são indicadas para o uso de adesivos anticoncepcionais. Confira a tabela abaixo:

Contraindicações do adesivo anticoncepcional
  • Quando a mulher estiver grávida ou achar que está;
  • Quando há histórico de ataque cardíaco (infarto do coração), ou derrame cerebral;
  • Em mulheres com coágulos nas pernas, ou trombose venosa, ou ainda nos pulmões ou olhos;
  • Quando houver histórico de coágulos em veias profundas;
  • Em mulheres com diagnóstico ou suspeita de câncer de mama, câncer do útero, do cérvix ou da vagina ou qualquer tipo de câncer dependente de estrogênios;
  • Quando a mulher apresenta sangramento vaginal não esclarecido;
  • Em mulheres com hepatite ou icterícia durante a gravidez ou durante o uso prévio de outros anticoncepcionais hormonais;
  • Em mulheres com insuficiência hepática ou doença hepatocelular aguda ou crônica, com função hepática anormal;
  • Na presença de tumor hepático, benigno ou não;
  • Em gravidez suspeita ou confirmada;
  • Quando a mulher tem hipertensão arterial com níveis persistentes de pressão sistólica igual ou acima de 160 mmHg, ou pressão diastólica igual ou acima de 100 mmHg;
  • Em mulheres diabéticas com complicações renais, visuais, nervosas ou nos vasos sanguíneos;
  • Em mulheres portadoras de enxaquecas com sintomas neurológicos;
  • Para mulheres que fazem uso concomitante de anticoncepcionais orais;
  • Em mulheres com doenças das válvulas cardíacas com complicações;
  • Para mulheres que têm necessidade de período mais prolongado de repouso depois de cirurgia de grande porte;
  • Para aquela que apresentam reações alérgicas ao uso de hormônios;
  • Para pacientes pós-menopausa ou idosas.

Interação Medicamentosa

A maior parte dos medicamentos pode interagir com outros e o mesmo acontece com os adesivos anticoncepcionais, podendo reduzir sua eficácia na prevenção de gravidez indesejada ou provocar sangramento de escape.

No caso dos adesivos anticoncepcionais, alguns medicamentos podem provocar essa interação, como, por exemplo, alguns antiepilépticos, como Carbamazepina, acetato de Eslicarbazepina, Felbamato, Oxcarbazepina, Fenitoína, Rufinamida e Topiramato, Aprepitanto e Fosaprepitanto.

Barbitúricos, como Fenobarbital, Bosentam, griseofulvina e alguns medicamentos usados para o tratamento de AIDS, conhecidos como combinações de inibidores de protease do HIV, como, por exemplo, Nelfinavir, Ritonavir, Ritonavir Inibidor de Protease Potencializado, também causam interação medicamentosa.

O Modafinil e alguns inibidores não nucleosídeos da transcriptase reversa, como a Nevirapina, e a Rifampicina, Rifabutina e Erva de São João devem ser evitadas concomitantemente com os adesivos anticoncepcionais.

Em usuárias de anticoncepcionais hormonais combinados que também fizeram uso de alguma formulação com Erva de São João, apresentaram gravidez e sangramento de escape.

Se a mulher estiver tomando qualquer medicamento que interfira com a eficácia do Evra, deve usar um outros métodos contraceptivos durante esse período.

Os níveis plasmáticos de Etinilestradiol podem ser aumentados com algumas drogas, como Paracetamol e ácido ascórbico, ou mesmo com suco de pomelo.

Quais os efeitos colaterais do Adesivo Anticoncepcional?

Durante os primeiros meses de utilização, um dos efeitos colaterais mais comuns do adesivo anticoncepcional é a alteração no padrão da menstruação, que pode ocorrer com aumento no volume do sangramento ou sua redução, ou ainda seu surgimento fora de época.

Em alguns ciclos pode ocorrer ainda ausência total da menstruação.

Normalmente, os dois primeiros meses apresentam efeitos colaterais mais frequentes, havendo regularização do quadro depois de 6 meses, na maior parte das pacientes.

Cerca de 18% das mulheres percebem ainda alguma perda de sangue inesperada nos primeiros meses de uso do adesivo, havendo uma sensível queda após os 6 meses, com menos de 5% delas se queixando do problema.

Ao mesmo tempo, depois de alguns ciclos, a maior parte das mulheres percebe uma sensível melhora no padrão menstrual, com a regularização do ciclo, redução no volume do sangue e menos sintomas pré-menstruais.

Outros efeitos colaterais comuns são a mastalgia, ou dor nas mamas, dor de cabeça, reação alérgica no local do adesivo, náuseas e cólicas menstruais.

Com exceção da dor nas mamas e irritação na pele, que são mais comuns nos adesivos anticoncepcionais, os outros efeitos apresentam frequência semelhante ao das pílulas combinadas.

Para reduzir a incidência de irritação na pele, a sugestão é que a mulher coloque um novo adesivo anticoncepcional em local diferente do corpo.

Uso do Adesivo Anticoncepcional engorda?

Da mesma forma como acontece com a pílula anticoncepcional, o adesivo anticoncepcional, geralmente, pode não provocar ganho de peso. Em um estudo com mais de 800 mulheres, ficou demonstrado que, após 9 meses de uso do adesivo, o ganho de peso foi semelhante ao grupo de controle de mulheres que não faziam uso do adesivo.

Comprar Adesivo Anticoncepcional online no Brasil

Como consigo comprar o Adesivo Anticoncepcional transdêrmico na euroClinix Brasil?

O Adesivo Anticoncepcional é um medicamento de prescrição e só pode ser comprado online com receita médica. Se quiser comprar Adesivo Anticoncepcional online, a euroClinix fornece esse serviço de emissão de receita. Cada pedido, portanto, é precedido por um diagnóstico que considera seu estado de saúde, histórico médico e determina a sua adequação antes de utilizar o medicamento.

É seguro comprar meu Adesivo contraceptivo online na euroClinix?

Na euroClinix, a saúde da paciente é a nossa principal preocupação. Antes de concluir a compra de Adesivo contraceptivo na euroClinix, um de nossos médicos parceiros avalia o seu formulário médico. Isto nos permite a realizar as verificações necessárias para confirmar sua aptidão para o tratamento antes do processo de emissão da receita médica.

Nossa equipe médica parceira está registrada e regulada pela Autoridade Médica Britânica (GMC, General Medical Council). A euroClinix está legalmente autorizada para a venda de medicamentos online pela entidade britânica (MHRA) e também pela Agência Europeia de Medicamentos (veja no rodapé da página abaixo de "Somos Certificados por:"). Se encontrar alguma farmácia física ou online que não requisite qualquer dado médico, que tem preços muito baixos, não tem atendimento português e não tem um registro de farmácia evidente, além de potencialmente colocar a sua vida em risco, estará cooperando com uma atividade criminosa com possíveis implicações legais. Escolha uma opção segura, escolha a euroClinix.

Adesivo anticoncepcional precisa de receita?

Segundo determinação Europeia e Mundial, não é possível comprar o Adesivo anticoncepcional sem receita médica. Se você quiser comprá-lo, o seu estado de saúde terá de ser previamente verificado por um médico fisicamente ou através de uma consulta na internet. Qualquer farmácia física ou na internet que venda o Adesivo contraceptivo sem receita não está agindo de acordo com a legislação.

Quais as Marcas de Adesivo Anticoncepcional disponíveis?

O nome comercial mais comum é o adesivo Evra® mas existe também no mercado o adesivo anticoncepcional com o nome Lisvy®.

Preço do Adesivo Anticoncepcional?

A euroClinix preza pelo seu serviço de excelência. O preço do adesivo inclui todo esse serviço, ou seja, você está pagando pelo medicamento original, a consulta, emissão de receita médica online por parte da nossa equipe de médicos experientes e a entrega expressa em embalagem discreta. Além disso temos uma equipe de atendimento ao paciente e equipe médica sempre disponível para qualquer tipo de esclarecimento. Como nós somente vendemos o adesivo Evra, você terá de acessar a página do mesmo para comprar. O preço é de 199,95 para 9 adesivos (R$22/mês).

Ao usar o nosso serviço economizará tempo e não precisará passar pelo desconforto de uma consulta presencial ou visitar uma farmácia local.

Pagamento e entrega do Adesivo Anticoncepcional no Brasil

Comprando medicamentos online através da euroClinix você pode fazer o pagamento da forma que escolher, seja através de cartões de débito ou de crédito (nacional ou internacional) ou por boleto bancário. Aceitamos pagamentos em parcelas de até 6x e também à vista. A entrega é feita via UPS em 4-6 dias úteis ou via Correios do Brasil em 7-12 dias úteis.

Fontes:

Como Funciona
Escolha o Medicamento
Preencha o Formulário Médico
O médico emite a sua prescrição
Medicamento é enviado da farmácia
Entrega gratuita
Feedback

Seu feedback

Como você classificaria o nosso site?