Atualização sobre o Coronavírus: Nossos serviços estão funcionando normalmente.
Telefone Falar no Chat
Equipe de suporte ao paciente disponível: seg-sex 8:00-17:00
  • Serviço privado e confidencial
  • Medicamentos Originais
  • Serviço incluído no preço e parcelamento
  • Entrega gratuita
Início / Enxaqueca

Enxaqueca

Entenda as causas e saiba como tratá-la com medicamentos

Mais do que “apenas uma dor de cabeça”, pode ser sintoma da enxaqueca, uma doença neurológica. Uma crise típica de enxaqueca é reconhecida pela dor que envolve um lado da cabeça, piora com qualquer atividade física e está frequentemente associada à náusea, vômitos e desconforto com a exposição à luz e sons altos, podendo durar entre 4 horas até 72 h. Um conjunto de sintomas neurológicos, conhecido pelo nome de aura, também costuma acompanhar o quadro de dor. A escolha do tratamento pode ser influenciada pelo padrão e frequência das dores e sintomas de cada paciente, sendo possível a adoção de medidas preventivas, auxiliares, e psicoterapêuticas aliadas aos tratamentos medicamentosos.

Como saber se você tem mesmo enxaqueca? Qual tipo de enxaqueca você tem? Saiba reconhecer os sintomas de uma crise, entenda os diferentes tipos e as causas da doença. Conheça ainda os tratamentos e os remédios para enxaqueca disponíveis no mercado para melhorar a sua qualidade de vida.

Conteúdo revisado em 28-10-20
Dr. Mahesh Chhaya Médico prescritor MBBS (Reg. GMC: 7278585)

Tratamentos Disponíveis

Almotriptano
Almotriptano 5(1 Opiniões)
  • Analgésico específico para enxaquecas
  • Bloqueia a reação da dor de cabeça no cérebro
  • Eficaz mesmo em um estágio avançado da crise de enxaqueca
Mais Informação
Preços a partir de R$549.99
Sumatriptano (Sumax genérico)
Sumatriptano (Sumax genérico) 4(3 Opiniões)
  • Eficaz para enxaqueca com ou sem aura
  • Atua em 30 minutos
  • Reduz sintomas da crise como náuseas ou sensibilidade à luz
Mais Informação
Preços a partir de R$349.99

O que é a enxaqueca

A enxaqueca, também chamada de migrânea, é um tipo de cefaleia primária (crônica) que se caracteriza por crises repetidas que persistem por meses ou anos. A cefaleia é o sintoma predominante, uma dor latejante em um lado da cabeça, embora às vezes possa afetar os dois lados. Podem ocorrer com uma frequência variável: enquanto alguns pacientes apresentam poucas crises durante toda a vida, outros relatam vários episódios todo o mês.

Tipos de enxaqueca

  • Enxaqueca com aura - quando há sinais de alerta visuais específicos pouco antes do início da enxaqueca.
  • Enxaqueca sem aura - o tipo mais comum, em que a enxaqueca ocorre sem os sinais de alerta específicos.
  • Aura de enxaqueca sem dor de cabeça, também conhecida como enxaqueca silenciosa - quando uma aura ou outros sintomas de enxaqueca ocorrem, mas a dor de cabeça não se desenvolve.

O que muitas pessoas não sabem é que também existem uma série de subtipos diferentes de enxaqueca. São classificadas de acordo com os sintomas que apresentam em: enxaquecas comuns, enxaquecas clássicas, enxaquecas com aura, nevralgias migranosas, enxaquecas hemiplégicas e oftalmoplégicas.

Enxaqueca Crônica

É uma dor de cabeça que ocorre 15 ou mais dias por mês por mais de 3 meses. Inclui sintomas de enxaqueca em pelo menos 8 desses dias de cada mês.

Enxaqueca Menstrual

Geralmente acontece 2 dias antes a 3 dias após o início do período menstrual da mulher. As mulheres que apresentam estes sintomas também podem ter outros tipos de enxaqueca em outras épocas do mês, mas a enxaqueca em torno da menstruação geralmente é sem aura.

Enxaqueca Vestibular

Com esse tipo de enxaqueca, você também obtém vertigem. A sensação de girar geralmente dura entre alguns minutos e horas.

Enxaqueca Ocular (ou retiniana)

Envolve ver cores, luzes piscando ou outros distúrbios visuais, incluindo a perda de parte ou de toda a visão em apenas um olho. A perda visual deve durar menos de uma hora e ser seguida por uma típica enxaqueca.

Enxaqueca Aura do tronco cerebral

Inclui sintomas visuais, sensoriais e / ou de fala ou linguagem e pelo menos 2 dos seguintes sintomas adicionais: fala arrastada, vertigem (sensação de tontura), zumbido (nos ouvidos), visão dupla, instabilidade e um sensibilidade severa ao som.

Enxaqueca Hemiplégica

Com paralisia de um lado do corpo. A aura que acompanha essas dores de cabeça causa uma fraqueza temporária (menos de 72 horas) em um lado do corpo.

Sintomas de enxaqueca

As crises de enxaqueca são constituídas por até 5 graus e sintomas associados. No entanto, nem sempre todas as fases estão presentes. A sua crise enxaquecosa pode ser constituída apenas por apenas uma dessas fases. Os médicos baseiam o diagnóstico da crise em sintomas típicos, portanto se você está sentindo dor de cabeça associada a 3 ou 4 dos sintomas descritos, é provável que você esteja sofrendo de uma crise de enxaqueca.

Graus de enxaqueca

A duração e a intensidade dessas fases podem ocorrer em graus diferentes em pessoas diferentes.

Fase 1 “Prodrome”: precede a dor de cabeça por horas ou até um dia. Irritação, raciocínio e memorização mais lentos, desânimo, desejo por alguns tipos de alimentos, dificuldade de dormir, sono agitado e pesadelos.

Fase 2 “Aura”: ocorre em cerca de 20% das crises. São alterações na visão, como pontos luminosos, zig-zag brilhantes, perda ou distorção de um dos campos visuais ou parte deles. Geralmente surgem pouco antes ou durante uma crise de enxaqueca e podem durar de 10 a 30 minutos. Você pode até perder parte da visão, ou sentir formigamento nos braços e nas pernas. Também podem afetar o olfato, o paladar, o toque ou a fala.

Fase 3 “Crise de Enxaqueca”: dores de cabeça intensas e até insuportáveis, geralmente latejante e piora com o movimento. Algumas pessoas descrevem uma dor de pressão ou aperto. Os sintomas podem incluir náusea, incapacidade de dormir, ansiedade e sensibilidade ao som, luz e cheiro.

Fase 4 “Recuperação”: pode ocorrer abruptamente ou gradualmente. Os sintomas incluem fadiga, dores no corpo, dificuldade de concentração, tonturas e sensibilidade à luz.

Fase 5 “Rebote”: Esta é a fase final da crise, caracterizada por bem estar físico, euforia e energia renovada.

Enxaqueca sintomas duração

Os sintomas da enxaqueca podem durar entre quatro horas e até três dias em casos muito graves.

Enxaqueca causas

Essa doença neurovascular acomete pessoas geneticamente predispostas, sendo que mais da metade das pessoas que sofrem de enxaquecas têm familiares que também são afetados. Pode ocorrer em qualquer idade, mas costuma se manifestar mais em adolescentes, adultos jovens, afetando também mais mulheres do que homens, devido aos ciclos hormonais. As crises são mais frequentes, mais incapacitantes e mais duradouras nas mulheres.

O que causa enxaqueca?

A pergunta “Qual é a causa da enxaqueca?” não é fácil de ser respondida. A causa exata é desconhecida, embora se acredite que sejam o resultado de mudanças temporárias nas substâncias químicas, nervos e vasos sanguíneos do cérebro.

A teoria mais aceita é a de que a enxaqueca seja uma consequência da liberação de substâncias pelas terminações nervosas. As substâncias liberadas, como a serotonina, provocam dilatação dos vasos sanguíneos do cérebro. Essa dilatação vascular acaba por ativar os neurônios de diversos centros cerebrais, causando a dor e as alterações neurológicas características do quadro. As náuseas e os vômitos surgem como consequência da estimulação do sistema nervoso autônomo. A sensibilidade à luz, aos cheiros e ao barulho é resultado de anormalidades nos neurônios que modulam as informações sensoriais.

Apesar de não ter causas claras, existem alguns gatilhos que podem desencadear as crises de enxaqueca.

Gatilhos - o que desencadeia a enxaqueca

Gatilhos da enxaqueca
  • Chocolate
  • Açúcar
  • Cafeína
  • Queijo
  • Bebidas alcoólicas
  • Fumo
  • Perfume

Mudanças fisiológicas como sono, exercícios, alterações hormonais e fome (jejum prolongado) podem ser gatilhos para a crise de enxaqueca. Até mesmo o consumo de chocolate, açúcar, produtos embutidos como queijo causa enxaqueca. O consumo de cafeína e bebidas alcoólicas em excesso também pode ser um gatilho. As crises podem também ser desencadeadas pelo hábito de fumar ou mesmo o aroma de alguns perfumes.

Complicações

Em alguns casos, requer ajuda médica imediata e pode levar a uma visita ao hospital. Os portadores de enxaqueca correm risco mais alto de complicações vasculares, como derrames cerebrais e pré-eclâmpsia.

Boa parte dos pacientes torna-se parcial ou totalmente incapacitado durante uma crise de enxaqueca, comprometendo a qualidade de vida e até a renda familiar. Além disso, a enxaqueca pode desencadear outros problemas de saúde, podendo estar por trás do risco de desenvolver outras doenças como AVC e infarto.

Em casos mais amenos pode resultar em você ter que ficar deitado em um ambiente escuro e silencioso por várias horas.

Para esses episódios menos severos, o tratamento em casa com medicamentos está disponível. Você pode utilizar tratamento adequado à intensidade da crise e os sintomas associados.

Estes têm uma função a curto prazo e são administrados logo quando os sintomas são sentidos. Os tratamentos de alívio atuam imediatamente para aliviar os sintomas.

Crises de enxaqueca graves, prolongadas e não-responsivas à automedicação são tratadas em serviços clínicos ou de emergência.

Opções de tratamento

Da farmácia à sua casa, conheça os tratamentos de enxaqueca que podem pôr fim às suas crises.

Prevenção

Você deve começar evitando quaisquer gatilhos conhecidos e mantendo um estilo de vida saudável. Além disso outras opções de tratamento também são utilizadas para prevenir as crises:

  • Botox: aplicado nas regiões da testa, têmpora, atrás da cabeça, no pescoço e nas costas a cada três meses, bloqueia as substâncias inflamatórias no couro cabeludo. Assim, reduzindo a dor.
  • Acupuntura e enxaqueca: em diversos estudos publicados em revistas científicas, como o British Medical Journal , a acupuntura mostrou trazer benefícios duradouros para pacientes com dor de cabeça crônica, especialmente enxaqueca.

Tratamento com medicamentos

Analgésicos para enxaqueca: Analgésicos comuns não servem para crises de enxaqueca, embora possa utilizar algum dos tratamentos disponíveis para aliviar a dor. Os analgésicos vendidos sem receita como o paracetamol, aspirina e ibuprofeno, podem ser associados a remédios mais potentes como os triptanos, leia mais abaixo.

Enxaqueca tem cura?

Não existe nenhuma cura para esta doença, mas medicamentos potentes podem ser usados para parar a crise de enxaqueca logo no começo, para aliviar a dor e reduzir o número e a gravidade das crises.

Principais remédios usados para tratar a enxaqueca

As opções incluem uma categoria de remédios conhecidos como “triptanos”, que funcionam em mais de 60% dos casos, causam constrição dos vasos sanguíneos e bloqueiam a dor. Os triptanos são uma classe de remédios triptanos, medicamentos específicos para o tratamento da crise de enxaqueca, considerados uma das classes dos melhores remédios para enxaqueca.

Essa classe de remédios revolucionou o tratamento das crises de enxaqueca. Nos últimos anos, os triptanos tornaram-se os medicamentos mais recomendados para o tratamento de ataques de enxaqueca moderados e graves e em pacientes que não responderam a medicamentos analgésicos comuns.

São eles Sumatriptano e Almotriptano, produtos genéricos fabricados por laboratórios renomados, portanto com preços bastante acessíveis para quem quer aliviar a dor e sintomas associados à enxaqueca de maneira eficiente. Almotriptano e Sumatriptano são igualmente eficazes no tratamento da enxaqueca moderada ou grave; eles também são igualmente bem tolerados e seguros. O Sumatriptano, foi o primeiro dos triptanos a ser introduzido no mercado, e está disponível na euroClinix em comprimidos. Além dele, existem triptanos que ainda não estão disponíveis nas farmácias no Brasil, como Almotriptano, mas que podem ser comprados online na farmácia da euroClinix.

Saiba se algum destes medicamentos pode ajudar a ultrapassar os sintomas das suas crises de enxaqueca ao preencher o nosso questionário médico. As suas respostas serão revistas por um médico registrado, que prescreverá uma receita para o tratamento. A receita será enviada à nossa farmácia, que irá enviar o medicamento para você no Brasil. Localizada na Inglaterra, a nossa farmácia apenas dispõe de produtos fornecidos por laboratórios certificados e renomados.

  • Selecione
    o Medicamento

  • Preencha
    o formulário

  • O médico emite
    a sua prescrição

  • Entrega
    expressa grátis