Efeitos Colaterais e Interações do Spedra (Avanafil)

Spedra ou Stendra, é mais recente tratamento para impotência sexual masculina. Embora seja uma fármaco bem tolerado, a sua toma pode ser acompanhada de efeitos colaterais com diferentes graus de gravidade. Da mesma forma, a sua ingestão simultânea com outros medicamentos pode resultar em interacções indesejadas. No texto abaixo vamos permitir que fique com maior conhecimento sobre o Spedra esclarecendo quaisquer dúvidas que tenha.

Breve introdução ao Spedra (Avanafil)

O Spedra contém o ingrediente ativo Avanafil que é um inibidor da fosfodiesterase tipo 5. Ao tomar o medicamento, o paciente conseguirá obter uma erecção eficaz e manter a mesma durante o período de actividade sexual.

É importante realçar que este medicamento de prescrição aumenta as possibilidades de obter uma ereção, mas não substitui a estimulação sexual. Antes de tomar Spedra, deve por isso certificar-se que tem algum tempo antes do ato sexual, para garantir que o mesmo terá o efeito desejado e também para retirar alguma da pressão de "performance" imediata. Note que o Spedra é um tratamento para disfunção erétil e não um afrodisíaco, portanto, nenhuma ereção ocorrerá se não existir um estímulo sexual.

Estrutura Química do Avanafil

Quais os Efeitos Colaterais de Spedra (Avanafil)?

O consumo de Spedra, tal como acontece com qualquer medicamento de prescrição, pode significar o aparecimentos de efeitos secundários. Cada organismos responde a fármacos de forma diferente e, por isso, alguns indivíduos irão experienciar reações secundárias, enquanto outros não. Os efeitos secundários dividem-se em sub-categorias consoante o seu grau de gravidade e ocorrência. Na tabela abaixo listamos os principais efeitos secundários comuns, pouco frequentes e raros.

Efeitos Colaterais Frequentes (1 a 10% dos pacientes)
  • Dor de cabeça
  • Nariz entupido ou corrimento nasal
  • Afrontamentos
  • Tontura
Efeitos Secundários Pouco Frequentes (0,1 a 1% dos pacientes)
  • Sonolência
  • Tensão muscular
  • Visão turva
  • Náuseas
  • Alterações da função hepática
Efeitos Secundários Raros (menos 0,1% dos pacientes)
  • Coceira
  • Insônia
  • Hiperatividade
  • Mudanças de humor

Efeitos Colaterais frequentes

São os mais comuns, ou seja, tratam-se de efeitos secundários que afetam 1 em cada 10 pacientes sendo o mais comum a Cefaleia, também conhecida como dor de cabeça.

Como se trata de um inibidor de PD5, a toma do Spedra pode causar tonturas ao baixar a tensão arterial. Se toma algum tipo de medicamento para a Hipertensão arterial, procure aconselhamento médico antes de iniciar a toma. Um ajuste de doses pode evitar que tenha efeitos secundários mais frequentes.

Os outros efeitos secundários frequentes são as ondas de calor, nariz entupido e alterações gastrointestinais.

Efeitos Colaterais pouco frequentes

Os efeitos colaterais pouco frequentes afetam um a cada 100 pacientes que usam este medicamento. Entre os vários efeitos secundários encontram-se:

  • Tensão muscular e dor nas costas
  • Alterações dos testes de função hepática (enzimas hepáticas particularmente elevadas)
  • Aumento de palpitações cardíacas e/ou problemas de respiração durante o exercício
  • Dor mamária
  • Aparecimento de alterações visuais, como imagens desfocadas

Se ocorrer uma deterioração considerável repentina ou mesmo perda de visão ou audição, consulte um médico imediatamente.

Efeitos Colaterais Raros

Os efeitos colaterais raros afetam menos de 0,1%, ou seja, 1 em 1000 utilizadores, sendo que se por algum motivo forem evidenciados sintomas superiores a esta média a classificação muda para efeitos colaterais muito raros.

A ingestão de Spedra promove sintomas gripais (corrimento nasal, boca seca, dificuldade em respirar devido à inflamação do nariz e da garganta, ou congestão de muco/secreção no trato respiratório superior e aumento da temperatura corporal.

Alguns pacientes também relataram aumento da frequência em urinar, coceira no pénis, agitação, insônia e alterações de humor.

Raramente também foram descritas erupções cutâneas ou outras reações alérgicas, dores musculares ou cãibras, sangue na urina, gota, hipertensão, dor toráxica e doença arterial coronariana.

É muito importante que os pacientes saibam que existem efeitos indesejados ao tomar Spedra, que requerem tratamento médico imediato.

Exemplo desse tipo de efeito é uma duração de erecção superior a quatro horas (priapismo). O priapismo é doloroso e pode causar grandes danos aos tecidos do pénis. No pior dos casos, pode ocorrer perda permanente de potência sexual. Nesses casos, a ingestão tem que ser automaticamente descontinuada.

Spedra pode prejudicar a capacidade de conduzir e operar máquinas pesadas.

Quais as Interações medicamentosas com Spedra (Avanafil)?

Quando Spedra é tomado concomitantemente com outros fármacos, podem ocorrer interacções indesejadas. Dependendo da combinação de ingredientes ativos, os efeitos de cada um ou de ambos, podem anular-se ou ser aumentados.

Este tipo de eventos pode ter consequências perigosas e de diferentes graus de severidade. Por todos estes motivos, é fundamental consultar um médico antes de começar a tomar Spedra. Caso exista a possibilidade de haver uma combinação de fármacos que possa parecer perigosa, o médico vai saber orientar sobre qual o melhor caminho a seguir.

Spedra online

Quais medicamentos impedem a atuação do Spedra?

Os intervalos de toma podem e devem também ser mantidos para outros medicamentos como por exemplo fármacos que impeçam a atuação conveniente de Spedra. Nestes casos deve ser respeitado um intervalo de pelo menos 48h. Em circunstancia alguma a dose máxima prescrita pode ser alterada.

Especial cuidado deve ser tomado com:

  • Antibióticos (eritromicina)
  • Anti-hipertensivos (diltiazem ou verapamil)
  • Medicamentos para náuseas e vómitos
  • Anti-fúngicos (fluconazol)
  • Alguns inibidores virais

Alguns medicamentos interferem com a metabolização de Spedra no organismo, mesmo respeitando um intervalo de toma entre os dois fármacos. Nestas situações não pode ocorrer qualquer combinação de tratamento. Na lista encontram-se

  • Antibióticos (claritromicina e telitromicina)
  • Anti-fúngicos (cetoconazol e itraconazol)
  • Inibidores virais (saquinavir, atazanavir, nelfinavir, indinavir, ritonavir)
  • Antidepressivos (nefazodona)

Outros fármacos aceleram a degradação de Spedra no organismo, reduzindo assim o seu efeito. Nestes casos, a combinação também é desfavorável. Exemplos típicos são:

  • Antiepilépticos (carbamazepina, fenobarbital)
  • Medicamento para a tuberculose (rifampicina)
  • Inibidores virais (efavirenz)

Posso tomar Spedra com álcool?

A ingestão conjunta de Spedra e álcool em excesso pode levar a uma queda súbita acentuada na pressão arterial, pelo que deve ser evitado o consumo de álcool durante o tratamento.

Posso tomar Spedra e Nitratos?

O efeito hipotensor de nitratos e outros anti-hipertensivos é amplificado pelo avanafil (ingrediente ativo do Spedra). A consequência é o surgimento de tonturas ou desmaios. Se for necessária a administração destes medicamentos em conjunto, deve haver um intervalo de pelo menos 12 horas entre a toma de ambos.

Quais as Contra-Indicações do Spedra (Avanafil)?

Spedra não deve ser tomado se existe uma hipersensibilidade à substância activa (avanafil) ou se, nos seis meses anteriores à toma, tenha ocorrido:

  • Acidente vascular cerebral
  • Ataque cardíaco
  • Angina
  • Arritmia potencialmente fatal
  • Pressão arterial permanentemente demasiado baixa ou demasiado elevada
  • Insuficiência hepática ou renal graves
  • Doença do músculo cardíaco
  • Problemas oftalmológiccos (nervo óptico ou doenças da retina)

Além disso, existem doenças que, embora não impeçam a toma de Spedra, exigem alguma cautela. Nestes casos deve ser conduzida uma avaliação cuidada da relação risco/benefício pelo médico:

  • Fortes flutuações na pressão arterial
  • Doença cardiovascular
  • Distúrbios da coagulação sanguínea
  • Úlcera péptica aguda
  • Estreitamento da aorta
  • Anemia
  • Deformidade do pénis

Se o médico prescrever Spedra nestes casos, é recomendado um controlo médico regular.

Fontes:

  1. "Package leaflet: Information for the patient - Spedra 50, 100 and 200mg tablets" (03/2016), electronic Medicines Compendium (eMC) - URL: medicines.org.uk/emc
  2. "Resumo das Características do medicamento - Spedra" , Agência Europeia de Medicamentos (EMA) - URL: ema.europa.eu

Publicado em 15 de Novembro de 2016

Como funciona
Passo 1 - Escolha o medicamento
Passo 2 - Preencha o formulário médico
Passo 3 - O médico analisa os seus detalhes e emite a sua prescrição
Passo 4 - O seu medicamento será enviado no mesmo dia ou no dia seguinte
Entrega gratuita