Diferença entre produtos naturais contra DE e Viagra

Desde os tempos primórdios que homens tentam sempre aumentar a sua "performance" e virilidade, procurando por formas naturais ou mais recentemente medicamentosas para tratamento da Impotência ou Disfunção Erétil. Cada cultura acabava por inventar e utilizar a sua própria "cura" desde comer testículos de touro a comer sopa de barbatana de tubarão.

Hoje em dia devido à imensa procura por tratamentos para a impotência sexual , para além de medicamentos, também são vendidos online cada vez mais produtos naturais. Esta proliferação de acesso a este género de produtos, por vezes não regulamentada, pode trazer-lhe graves riscos à sua saúde.

Vamos explorar e clarificar as vantagens do Viagra e perigos e riscos associados aos tratamentos "naturais" alternativos existentes.

VIAGRA - tratamento comprovado cientificamente

Lançado em 1998 pela Pfeizer após testado e aprovado pela FDA, Viagra é o nome da marca dado ao famoso "comprimido azul" com citrato de sildenafil - um inibidor PDE-5 ( fosfodiesterase tipo 5). Estes inibidores funcionam aumentando o fluxo sanguíneo para o tecido eréctil no pénis. Desta forma tem ajudado milhões de homens em todo o mundo a manterem uma vida sexual ativa satisfatória.

- Existem alternativas seguras ao Viagra?

Um medicamento de marca como o Viagra, é comercializado por uma empresa farmacêutica que detém a patente. A partir de meados de 2013, data em que a patente da farmacêutica Pfeizer expirou, outras companhias farmacêuticas começaram a poder fabricar a mesma droga e vendê-lo sob o nome de Sildenafil , tornando-se assim a única alternativa medicamentosa de confiança ao Viagra. A composição química é a mesma entre o Viagra e o Sildenafil, mas o segundo é cerca de 50% mais barato.

Existem também outras alternativas para o tratamento da impotência, mas com princípios ativos diferentes, como o Cialis (Tadalafil), o Levitra (Verdenafil) e o Spedra (Avanafil)

- Viagra é vendido com ou sem receita?

O Viagra é um medicamento vendido sob prescrição médica. Pode ser comercializado em farmácias físicas ou online. No entanto, é sempre importante consultar um especialista antes de fazer uso do Viagra ou medicamentos similares pela primeira vez. Isso evitará problemas com efeitos colaterais e interações medicamentosas perigosas. Além disso, o médico poderá indicar qual dosagem é a mais indicada para o seu caso.

Tratamentos naturais contra disfunção erétil

Muitos homens que sofrem de disfunção erétil acabam recorrendo a alternativas "naturais" para combater o problema – seja por pensarem que são mais baratas, seja porque não querem consultar um especialista por vergonha.

Ao procurar uma alternativa natural, os resultados da pesquisa na web pode revelar-se bastante confusos. Vai aparecer uma lista imensa de produtos, cada um reivindicando ser mais eficaz ou mais "potente" que outro, etc. Os mais populares são:

Ingredientes
  • Viagra natural

    Viagra natural / Kamara

    Produzido na Índia e com conteúdo desconhecido a 100%. Afirma ter mesmos benefícios que Viagra.

    Efeitos Secundários: Cefaleias severas, Diarreia, indigestão, problemas digestivos com necessidade de hospitalização, etc.

  • Viagra Líquido

    Viagra Líquido

    Afirma conter Sildenafil e ter os mesmos benefícios contra DE. No entanto não é testado.

    Efeitos secundários: Insónias, Cefaleia Severa, Náuseas, Dor muscular,etc.

  • DHEA

    DHEA (hormona esteróide-testosterona)

    Ajuda a aumentar os níveis de testosterona e alivias alguns casos de DE. A segurança a longo prazo é desconhecida.

    Efeitos secundários: supressão da função pituitária, acne, perda de cabelo.

  • Tribulus terrestris

    Tribulus terrestris, erva de cabeça de cabra ou "Horny Goat Weed"

    Inúmeras utilizações para além da DE como fadiga, osteoporose, pressão arterial, etc.

    Efeitos Secundários: hemorragias nasais, tonturas, taquicardia, espasmos e problemas respiratórios.

  • Ginseng ou Ginseg

    Ginseng ou Ginseg vermelho Coreano

    Afirma aliviar os sintomas de DE e trazer "maior rigidez ponta do pênis", mas sem qualquer base científica

    Efeitos Secundários: Desconhecidos.

  • Yohimbe

    Yohimbe

    Utilizado como estimulante sexual e promotor do fluxo sanguíneo - sem bases científicas

    Efeitos Secundários: Ansiedade, ataques de pânico, alucinações, problemas cardíacos, etc.

  • Ginkgo biloba

    Ginkgo biloba

    Inúmeras aplicações para além de DE. Afirma melhorar a circulação sanguínea e atuar como antioxidante

    Efeitos Secundários: dor de cabeça, tonturas, palpitações cardíacas, náuseas, gases e diarreia.

  • Vitaminas

    Vitaminas ( zinco e Vitaminda E por ex.)

    Algumas vitaminas como Zinco ou vit E parecem ajudar homens com DE mas sem estudos conclusivos.

    Os suplementos vitamínicos não têm efeitos secundários se tomados em doses recomendadas.

Na melhor das hipóteses, alguns destes "produtos naturais" vão conter um mesmo composto do Viagra, mas em menor quantidades, o que será menos eficaz. Ainda assim será perigoso, pois nunca se saberá ao certo que efeitos poderá causar.

O factor psicológico não deve também ser subestimado quando se trata de acreditar que estes remédios naturais podem realmente resultar , mesmo não contendo qualquer substância activa (na maioria das vezes será um placebo). No entanto, os remédios naturais contra DE oferecidos on-line pode apresentar grandes riscos para a saúde. É importante que você saiba mais e entenda as suas opções de tratamento antes de tomar qualquer medicação.

Cuidados a ter com Tratamentos Naturais para DE

O senso comum leva-nos a pensar que remédios naturais são, de alguma forma, menos "perigosos" e danosos à saúde do que aqueles produzidos por companhias farmacêuticas. Isso, no entanto, não é de todo verdade.

Qualquer substância – seja química, sintética ou orgânica - tem potencial de desencadear algum efeito secundário no usuário quando usada em determinada quantidade ou se a pessoa tiver alguma sensibilidade a esta.

Tratamentos naturais não passam pelo rigoroso controle dos demais medicamentos – seus efeitos não são comprovados, e o que é mais grave, seus danos colaterais não são conhecidos, pois os mesmos não são devidamente estudados. Além disso, muitos compostos "naturais" são misturados com substancias químicas que não são mencionadas em seus rótulos, como aponta o órgão regulador FDA.

O risco é ainda maior quando se trata de pessoas com doenças associadas (diabetes, pressão arterial alta, colesterol elevado ou doenças cardíacas) que podem pensar que não há problema em fazer uso destes produtos já que são naturais.

Que escolha devo fazer entre Viagra e Tratamentos naturais para Disfunção Erétil?

Genérico, natural ou tradicional, o Viagra é cada vez mais procurado nos dias que correm. Ao passo que o Viagra é testado e comprovado cientificamente como um tratamento para impotência, as opções e alternativas naturais não estão minimamente testadas ou regulamentadas. Em alguns casos até, os vendedores ter alterado a fórmula, embalagem e etiquetagem para evitar problemas de regulamentação.

As agências nacionais como Anvisa (Brasil) e Infarmed (Portugal) que regulam os medicamentos e farmácias on-line têm de lidar com um imenso número de novos tratamentos e produtos oferecidos, e muitas drogas ineficazes ou perigosas acabam por entrar no mercado mesmo não sendo regulamentadas, podendo conter uma dosagem incorreta ou uma substância nociva.

A maioria dos produtos afirmam dizer que são uma forma "natural" do Viagra. Este tipo de produtos é geralmente considerada perigoso e está banido dos principais países a nível americano e europeu.

Sempre que possa opte pelo Viagra, original e licenciado que apenas está disponível em farmácias físicas ou on-line registadas e que incluem no seu serviço a receita médica. É de realçar a importância do aconselhamento médico qualificado antes de tomá-lo e garantir que obtenha o melhor tratamento possível para a DE.

Fonte:

  1. Viagra natural - URL: MensHealth.co.uk
Atualizado em 26 de agosto de 2016

Como funciona
Passo 1 - Escolha o medicamento
Passo 2 - Preencha o formulário médico
Passo 3 - O médico analisa os seus detalhes e emite a sua prescrição
Passo 4 - O seu medicamento será enviado no mesmo dia ou no dia seguinte
Entrega gratuita