Diferentes Tipos de DSTs

Os vírus, as bactérias ou os parasitas podem causar doenças sexualmente transmissíveis. As DSTs mais comuns, porém, tendem a ser bacterianas e incluem infecções como a gonorreia e a clamídia. As DSTs virais são também bastante comuns, especialmente sob a forma de verrugas genitais e herpes genital. A maioria das DSTs são curáveis e caso não sejam, podem ser controladas com a ajuda de tratamentos antivirais e antirretrovirais. Contudo, quando se trata de DSTs, a prevenção é sempre melhor que a cura.

DSTs bacterianas

Estes tipos de doenças desenvolvem-se como resultado do contágio bacteriano de pessoa para pessoa durante o contacto sexual. Estas tendem a afectar áreas como a vagina, a uretra, o cérvix, o recto, a boca e a garganta da pessoa infectada, mas podem também disseminar-se para outras áreas mucosas, como os olhos. Algumas bactérias mais perigosas como o Treponema pallidum, que causa a sífilis, podem eventualmente disseminar-se para o sistema nervoso central se não tratadas a tempo.

É muito fácil para as bactérias disseminarem-se, uma vez que não costumam causar sintomas. O que significa que as pessoas podem não perceber que estão infectadas, pelo que terão um risco elevado de contagiar outras pessoas com uma DST.

DSTs bacterianas comuns são:

  • Gonorreia (causada pela neisseria gonorrhoea)
  • Clamídia (causada pela chlamydia trachomatis )
  • Sífilis (causada pela treponema pallidum )
  • Vaginose bacteriana
  • Micoplasma genital
  • Uretrite não-específica
DST bacterianas

Como são tratadas?

Muitas DSTs bacterianas podem ser tratadas com a ajuda de um simples ciclo de antibióticos; contudo a causa da infecção tem de ser primeiro estabelecida com a ajuda de um teste de DSTs. A sífilis e a gonorreia tendem a ser mais difíceis de tratar, particularmente a sífilis, que pode requerer hospitalização.

DSTs virais

As DSTs virais são doenças causadas por vírus. Estes vírus são essencialmente transmitidos por contacto sexual. Este pode ser vaginal, anal ou oral, mas não requere apenas que fluídos sejam passados de um parceiro para o outro. A maioria das DSTs virais não pode ser totalmente curada, mas podem ser controladas ao ponto em que mal são notadas.

Apesar dos tipos mais comuns de infecções virais como o herpes genital e as verrugas, serem improváveis de ser perigosas, o VIH tem o potencial de causar complicações muito graves. Tal como as DSTs bacterianas, as DSTs virais podem não ser notadas ao início, mas o herpes genital e as verrugas podem começar a causar sintomas visíveis como as verrugas dentro e fora da zona genital e ânus (verrugas genitais) ou as vesículas tipo rash cutâneo, acompanhadas de desconforto (herpes genital). O herpes genital pode causar surtos esporádicos que desaparecem passado algum tempo.

DSTs virais comuns incluem:

  • Herpes genital (causado pelo vírus do herpes simplex tipo II)
  • Verrugas genitais (causadas pelo vírus do papiloma humano, ou HPV)
  • VIH (causado pelo vírus da imunodeficiência humana)
Verrugas genitais no pénis

Como são tratadas?

O herpes genital é geralmente tratado quando ocorre um surto com a ajuda de medicamentos antivirais e cremes, porém, se os surtos se tornarem recorrentes, podem ser administrados medicamentos antivirais como forma de prevenção. As verrugas genitais são essencialmente tratadas com cremes antivirais até que os vestígios externos da infecção desapareçam. O VIH requere um controlo a longo-prazo com a ajuda de tratamentos antirretrovirais.

DSTs parasitárias

As DSTs parasitárias são também transmitidas através de contacto sexual directo ou por vezes através de contacto directo com a zona genital afectada pelos parasitas. Estes tendem a depender de um hospedeiro humano para sobreviver e são organismos tão pequenos que a infecção pode não se notar até muito tarde. Os parasitas são pouco prováveis de ser perigosos, mas podem causar desconforto, apesar de a trichomonas vaginalis poder afectar a saúde reprodutiva a longo-prazo.

DSTs parasitárias comuns incluem:

  • Tricomoníase (causada pelo parasita Trichomonas vaginalis)
  • Piolhos púbicos (causados pelo Pthirus pubis)
  • Sarna (causada pelo Sarcoptes scabiei mites)
piolhos públicos (chatos)

Como são tratadas?

As DSTs parasitárias também podem ser tratadas com a ajuda de antibióticos (trichomonas vaginalis) ou cremes (sarna), contudo, os piolhos públicos são geralmente tratados ao rapar a zona genital e/ou aplicar cremes insecticida, loções ou champôs.

Tratamento para as DSTs

Como funciona
Passo 1 - Escolha o medicamento
Passo 2 - Preencha o formulário médico
Passo 3 - O médico analisa os seus detalhes e emite a sua prescrição
Passo 4 - O seu medicamento será enviado no mesmo dia ou no dia seguinte
Entrega gratuita