Estatísticas das DSTs

As DSTs aumentam todos os anos, com relatórios de cada vez mais pessoas a procurarem testes e tratamento para estas doenças. Pessoas jovens entre os 15 e os 24 anos tendem a ser o grupo no qual as doenças sexualmente transmissíveis são mais prevalentes, especialmente as infecções bacterianas como a clamídia.

Estatísticas globais indicam que as DSTs têm maior probabilidade de afectar pessoas residentes em áreas carentes de grandes cidades, apesar destas doenças continuarem a ser um risco para todos os que são sexualmente activos. Independentemente da idade, género ou condições socioeconómicas.

Estísticas DST na Europa
Clamídia
Gonorreia
Herpes Genital
Verrugas Genitais
Vaginose Bacteriana
Sífilis
Outras DSTs

Clamídia

A clamídia continua a ser uma das DSTs mais comuns na Europa e pode ser ainda mais comum do que as estatísticas sugerem. Devido à sua natureza assintomática, o que significa que as pessoas desconhecem que estão infectadas, não podem ser calculados os verdadeiros números de indivíduos infectados.

Durante a última década houve um aumento dramático do número de pessoas diagnosticadas no Reino Unido, de 60.000 pessoas em 2000 a 160.000 em 2010. Infelizmente, este número continua a aumentar.

Gonorreia

A gonorreia é também uma DST bacteriana comum, apesar de não ser tão prevalente como a clamídia. O número de pessoas com a infecção tem aumentado e existem preocupações de que isto se deva ao facto de a bactéria que causa a infecção se estar a tornar menos sensível aos métodos de tratamento convencionais.

A infecção tende a ser mais comum em homens, podendo isto dever-se ao facto de os homens terem maior probabilidade de experienciar sintomas e consequentemente realizarem mais testes e receberem tratamento.

Herpes genital

O herpes genital é uma infecção viral que se está a tornar cada vez mais comum. Especialistas acreditam que isto se deve ao facto de as pessoas mais jovens estarem a demonstrar alterações dos seus comportamentos sexuais, o que levou a um aumento da contaminação por sexo oral e a uma diminuição da imunidade ao vírus VHS-1, responsável pelas vesículas na zona da boca, apesar de o herpes genital ser mais frequentemente causado pelo vírus VHS-2.

Desde 2000 tem havido um aumento estável do número de pessoas diagnosticadas com esta infecção desde 70.000 em 2000 a 100.000 em 2010, no Reino Unido.

Verrugas genitais

As verrugas genitais são mais comuns do que as pessoas pensam e esta doença é uma das mais transmitidas na Europa. Estatísticas demonstraram um aumento significativo em pessoas com mais de 45 anos, durante a última década. Em 2009 o número de pessoas diagnosticadas com verrugas genitais diminuiu ligeiramente, contudo os números a partir desse ano demonstraram um aumento.

Outras DSTs

Não existem muitas pessoas com conhecimento sobre a vaginose bacteriana, mas esta é na verdade muito comum e pode ocorrer em conjunto com a infecção por clamídia. Durante a última década, os casos diagnosticados desta infecção duplicaram.

Infecções por mycoplasma genitalium, ureaplasma urealyticum, trichomonas vaginalis, sífilis e uretrite não específica demonstraram um aumento desde 2000, mas a sífilis em particular tem-se tornado matéria de preocupação na Europa.

Tratamento para as DSTs

Como funciona
Passo 1 - Escolha o medicamento
Passo 2 - Preencha o formulário médico
Passo 3 - O médico analisa os seus detalhes e emite a sua prescrição
Passo 4 - O seu medicamento será enviado no mesmo dia ou no dia seguinte
Entrega gratuita