Efeitos psicossociais da impotência

Temas referentes à sexualidade são sempre delicados de tratar. Isso acontece especialmente porque nossa sociedade impõe uma série de tabus ao assunto, e pode ser nocivo a vida de várias pessoas. A timidez ou constrangimento em falar de um assunto que deveria ser bastante natural, já que faz parte da vida de quase toda a população adulta, pode fazer com que uma pessoa não procure ajuda quando tem algum problema de ordem sexual - o que pode até piorar o caso quando o problema é a impotência sexual, independentemente de esta ter ou não origem orgânica.

Libido e sexualidade

É preciso entender, no entanto, que existem questões muito diferentes que podem levar a impotência sexual. Alguns casos tem origem fisiológica, e outros, origem psicológica. Em ambos os casos o problema pode ser referente à libido, ou ao desempenho.

A libido é a parte da sexualidade que corresponde ao desejo e vontade de fazer sexo - a capacidade de excitação. O comprometimento do desempenho, por outro lado, é ligado as disfunções sexuais como ejaculação precoce ou problemas de ereção.

A impotência não é apenas um problema em si mesmo, mas também leva muitos homens á depressão, tristeza, problemas de autoestima e de relacionamento, e outros transtornos psicossociais. Ela pode se tornar muito mais grave e prejudicar muitas outras áreas da vida quando não se procura ajuda especializada.

A identificação do problema

O primeiro passo quando se desconfia a existência de algum problema ou dificuldade relacionadas a estas duas questões é estabelecer se a origem é psicológica, ou fisiológica, pois dependendo do caso os tratamentos recomendados serão diferentes.

tipos de disfunção erétil

É preciso entender que a impotência é muito mais um sintoma de que algo está errado no corpo ou na mente do que uma doença ou uma condição de saúde. É claro que existem graus variados de disfunções eréteis, mas mesmo os casos mais severos podem ser curados hoje com auxílio farmacológico ou mesmo com ajuda terapêutica.

A questão é que é muito improvável que você possa diagnosticar por conta própria a origem do seu problema sem tentar entende-lo. Muitos homens vão a farmácia comprar medicamentos que auxiliam na ereção (como o Viagra, o Cialis, o Levitra e o Spedra), mas sem entender a razão pela qual o problema está acontecendo, é difícil identificar o tratamento mais apropriado para o seu caso.

Como conversar sobre isso

Talvez a parte mais difícil de todo o tratamento para a impotência sexual seja, justamente, trazer o assunto à tona - seja com seu médico, cônjuge, amigo, ou qualquer pessoa de sua confiança. Como dissemos anteriormente, nossa cultura e educação nos fazem pensar em questões ligadas ao sexo como constrangedoras e até vergonhosas, mas isso não é necessariamente verdade.

Evidentemente que uma conversa sobre este tópico não será fácil, mas a verdade é que o sexo faz parte do cotidiano humano, a maior parte da população masculina vai ter algum tipo de disfunção sexual ao longo da vida, e 10% dos homens tem episódios recorrentes. Olhando por esta perspectiva, este assunto, na verdade, é uma experiência mais comum do que várias outras que não achamos tão difíceis de discutir.

Mas é perfeitamente compreensível que os homens prefiram sigilo e cautela quando abordam o assunto. Ainda assim, quando se trata de impotência, existem duas pessoas com quem você definitivamente deve conversar: sua parceira ou parceiro sexual, e o seu médico.

A importância de conversar com a(o) parceira(o)

A segunda pessoa mais afetada pela impotência é aquela que tem relações sexuais com você. A pessoa cujo parceiro está tendo dificuldades acaba por se culpar, achando que não é desejável, ou que deve haver algum problema na relação.

O fato de não saber o que está acontecendo pode prejudicar uma relação amorosa, causar brigas e mesmo o término de um namoro ou casamento.

Ao contar para a pessoa com quem você está que você está passando por dificuldades, a insegurança dos dois vai diminuir. O entendimento do que está acontecendo vai tornar todo o processo mais fácil e evitar os efeitos psicossociais negativos que esta questão impõe ao casal.

Entendendo as causas do problema

Problemas de impotência sexual podem aparecer em decorrência de doenças (como diabetes, hipertensão, alcoolismo, obesidade, câncer e outras), ou ainda, por doenças de ordem psicológica (ansiedade, depressão, e outras condições).

Causas Físicas Impotência

Sem entender a origem do problema, é impossível tratá-lo de maneira apropriada. Na verdade, é muito provável que o problema seja agravado e se torne muito mais difícil de superar.

Busca de ajuda

Uma vez que você reconhece que há um problema e que sua função erétil está comprometida, é hora de procurar um ajuda médica. Lembre-se - eles tratam centenas de homens com problemas semelhantes, e não pode compartilhar nada dito ao longo da consulta com nenhuma outra pessoa.

Através de alguns exames e testes o médico poderá determinar se a impotência é causada por questões fisiológicas ou psicológicas. Se for o primeiro caso, ele indicará o melhor procedimento ou tratamento para o seu caso. Se a origem for psicológica, você será encaminhado para um profissional mais qualificado, como um psicólogo ou psiquiatra.

De um modo ou de outro, o segredo para superar este problema e prevenir todos os outros transtornos psicossociais que ele pode desencadear, é procurar ajuda profissional o mais depressa possível.

Compare tratamentos para Impotência

Fonte:

  1. O urologista Sidney Glina faz um alerta aos homens: Muitas vezes criam ciladas para si próprios que podem causar disfunção erétil e infertilidade. Por Conceição Lemes. URL: viomundo.com.br
  2. Apectos Fisiológicos, cognitivos e piscososciais da senescência sexual. URL: cienciasecognicao.org
  3. Impotência sexual. URL: imebi.com.br
Como funciona
Passo 1 - Escolha o medicamento
Passo 2 - Preencha o formulário médico
Passo 3 - O médico analisa os seus detalhes e emite a sua prescrição
Passo 4 - O seu medicamento será enviado no mesmo dia ou no dia seguinte
Entrega gratuita