Como prevenir a impotência (disfunção erétil)?

A disfunção erétil e os problemas de impotência no geral podem ter origem em duas principais causas: a física e a psicofisiológica, prejudicando o relacionamento e gerando problemas para a vida pessoal e profissional dos homens acometidos pela condição.

Veja aqui as principais formas para previnir a impotência ou como lidar com a situação durante a relação sexual.

Disfunção erétil fisíca e psicofisiológicas são previnidas de diferentes formas

Os problemas de saúde física normalmente se apresentam como a causa mais provável para um homem apresentar disfunção erétil (impotência), principalmente quando chegam a uma idade mais avançada. Algumas doenças mais comuns e crônicas que podem provocar a disfunção erétil são a obesidade, a hipertensão arterial e o Diabetes.

Causas da impotencia

Desta forma, mater um estilo de vida mais voltado para os cuidados físicos, pode ser considerado um fator preventivo da disfunção erétil.

Em casos em que a impotência ou disfunção erétil acontece com homens mais jovens, normalmente a condição está associada a situações psicofisiológicas, como traumas em razão de uma experiência sexual desagradável ou o estresse normal provocado pela correria do dia a dia.

Em ambos os casos, medicamentos como o Viagra e outros inibidores da PDE5 podem ser úteis para superar o problema, oferecendo ao homem novamente a certeza de que seu organismo está em pleno funcionamento. No caso de homens com idade mais avançada, uma consulta com um médico especialista pode analisar a existência ou não de problemas subjacentes.

Principais maneiras de evitar a disfunção erétil com causa fisíca

A disfunção erétil e seus consequentes traumas podem ser evitados desde que o homem mantenha um estilo de vida saudável. Existem algumas condições que devem ser evitadas e outras que são recomendadas para conseguir melhor forma física e saúde, mantendo o organismo em ordem e não tendo problemas com a impotência:

Manter o peso normal

  • O homem obeso tem maior propensão à disfunção erétil. Ao manter o peso normal, evitando excesso de gordura, o sistema orgânico reage melhor às necessidades físicas e fisiológicas, evitando situações em que haja problemas de disfunção erétil.

Não fumar

  • O tabaco afeta o fluxo sanguíneo e prejudica os sinais cerebrais que garantem maior fluxo sanguíneo no pênis, mantendo a normalidade nas relações sexuais.
impotência e tabagismo

Abuso do álcool

  • Uma pessoa que abusa de bebidas alcoólicas carrega maior propensão a problemas de disfunção erétil. O ideal, para o homem, é fazer uso da bebida socialmente, ou seja, não passando de duas doses por dia ou de um cálice de vinho.

Manter equilíbrio na alimentação

  • Uma dieta equilibrada não gera qualquer tipo de problema orgânico, mantendo o organismo em seu correto funcionamento e evitando problemas como obesidade e diabetes, além das doenças cardiovasculares.

Manter o controle da pressão arterial e dos níveis de colesterol

  • Com a alimentação correta, mesmo avançando em idade, o homem consegue manter seu potencial sexual, sem apresentar situações de impotência.

Exercícios físicos regulares

  • Atividades esportivas ou exercícios físicos tornam o organismo mais saudável, mantendo a energia e a vitalidade. Se o homem não gosta de esportes, pode praticar caminhada, corrida ou natação, por exemplo.

Equilíbrio durante o sono

  • Uma pessoa normal deve dormir pelo menos 7 horas por noite. Dormir menos do que o necessário conduz ao estresse e à fadiga durante o dia, prejudicando o sistema orgânico.

Um dos principais problemas que podem provocar a disfunção erétil é a deterioração dos vasos sanguíneos. Para ter certeza de que tudo está em ordem com seu organismo, é necessário fazer uma consulta médica, permitindo que seu sangue possa fluir normalmente pela região peniana. Mantendo a saúde em ordem, você não irá precisar de medicamentos para ter sua potência sexual em vigor.

Cuidado com o Diabetes

Uma das causas mais comuns para a disfunção erétil é o diabetes, um fator de risco que, na maior parte das vezes, é deixado em segundo plano. O diabetes do tipo 2, resultado de má alimentação e de obesidade, provoca sérios danos aos vasos sanguíneos em razão dos níveis elevados de glicose na corrente sanguínea, levando os seus portadores a apresentarem disfunção erétil com o tempo.

O diabetes do tipo 2 é adquirido pela má alimentação e pela falta de exercícios físicos. Quando o homem mantém o seu estilo de vida dentro dos padrões de salubridade, consegue evitar tanto o diabetes quanto os problemas de disfunção erétil.

Principais maneiras de evitar a Disfunção erétil em homens mais jovens

Pessoas do sexo masculino mais jovens podem sofrer com frequência de uma ansiedade com relação à atividade sexual, e essa condição pode levar à deficiência da função erétil.

impotência em homens jovens

O homem de idade mais jovem, quando enfrenta esse tipo de problema, deve procurar se manter saudável psicologicamente, apresentando-se de forma natural e evitando situações que possam trazer constrangimento ao seu desempenho sexual.

Se suas próprias atitudes não trouxerem efeitos positivos e continuar a ter problemas de disfunção erétil, é necessário procurar ajuda de um especialista médico, verificando se está tendo algum problema físico ou se tudo não passa de problemas emocionais, que acabam resultando em disfunção erétil.

Além disso, como ocorre com a maior parte dos jovens, é preciso evitar o uso de drogas, principalmente em conjunto com bebidas alcoólicas, que podem afetar os níveis de testosterona, levando a prejuízos no desejo sexual e, consequentemente, à disfunção erétil.

Qualquer homem, em qualquer idade, pode passar por momentos em que o seu desempenho sexual apresente alguma falha. Quando isso ocorre uma vez apenas, não há qualquer problema, mas se a situação se torna recorrente, é necessário procurar conhecer as causas e promover sua cura.

impotência psicologica

Também é importante lembrar que a perda de desempenho uma única vez pode levar o jovem a pensar que está mais suscetível a outras falhas no futuro, carregando um trauma que, fatalmente, o irá conduzir ao que tanto teme.

Quais são minhas opções - Medicamentos ou apoio emocional?

Possivelmente o homem que tenha problemas de disfunção erétil também tenha necessidade das duas coisas: de medicamentos para vencer o problema físico e de apoio emocional para superar seus traumas e voltar a uma vida sexualmente ativa e normal.

O Viagra, Cialis ou Levitra, por exemplo, são medicamentos que podem trazer o vigor sexual normal e fazendo com que o homem perceba que não existe qualquer má condição orgânica que o leve à disfunção erétil, restaurando sua autoconfiança e seu desempenho sexual normal.

Tabela comparativa entre os principais potenciadores orais:

Viagra
Viagra Tabletten und Packung
Activo em: 30-60 min
Duração: 5 horas
Dosagem: 25, 50, 100mg

Mais sobre o Viagra

Cialis
Cialis Packung und Tabletten
Activo em: 30-60 min
Duração: 36 horas
Dosagem: 10, 20 mg

Mais sobre o Cialis

Levitra
Levitra Packung und Tabletten
Activo em: 30min
Duração: 5 Horas
Dosagem: 5, 10, 20 mg

Mais sobre o Levitra

Contudo, se está enfrentando problemas psicológicos mais sérios, é necessário procurar apoio especializado, buscando saber o que está realmente acontecendo e se o problema é físico ou psíquico, sabendo as verdadeiras causas e se livrando tanto do medo quanto da ansiedade.

Quando se tem um problema como a disfunção erétil, o homem sente-se inseguro, inclusive para solucionar problemas de ordem profissional. Assim, a melhor condição é se livrar do que está fazendo mal e procurar a melhor solução para o seu caso.

Caso você não se sinta confiante o suficiente para conversar com um médico frente a frente, pode fazer uso de nossos serviços online, ao responder um breve formulário sobre a sua atual situação e historial, os nossos médicos podem identificar se o uso de medicamento é adequado para o seu caso.

Problemas de relacionamento e disfunção erétil - Como lidar com a situação?

Se mantém um relacionamento mais estável e está tendo problemas de disfunção erétil, é essencial que procure saber se uma das causas não seja exatamente provocada pelo relacionamento.

"Em casos de problemas recorrentes com a ejaculação, o homem deve primeiramente procurar um médico - Muitos buscam por opções naturais, remédios homeopáticas ou investem em mudanças de hábitos, mas o sucesso do tratamento apenas pode ser garantido com meios testados cientificamente."

Grande parte das vezes, um casal encontra dificuldades em falar sobre assuntos pessoais e assuntos de relacionamento, sendo levados a estabelecer problemas subjacentes, que podem estragar a intimidade e o desempenho na cama. Ao falar sobre seus sentimentos e emoções, sobre suas ansiedades e anseios, poderá encontrar uma solução para o problema de disfunção erétil sem perder sua masculinidade.

Quando o homem está tendo problemas de impotência sexual, a primeira pessoa a ser afetada é aquela com quem ele convive intimamente. Por essa razão, a melhor situação é discutir o problema, criando uma situação mais benéfica para ambos, procurando os dois a solução para a questão.

Problemas de relacionamento, muitas vezes, podem ser solucionados apenas com uma conversa franca e aberta, sem medo e sem qualquer receito de parecer infantil ou menos homem.

Apenas praticar exercícios pode ser suficiente para previnir a impotência?

Uma pesquisa realizada pela University of the West of England, em Bristol, mostrou que os exercícios são uma ótima opção contra a disfunção erétil e são bastante eficientes para melhorar as ereções em homens que sofrem de disfunção e impotência.

Os exercícios são semelhantes àqueles recomendados para mulheres após o parto, denominados exercícios de assoalho pélvico, que consistem em apertar os músculos utilizados para controlar a micção.

exercicíos fisícos para impotência

Os exercícios de assoalho pélvico normalmente também são utilizados para ajudar pessoas com incontinência urinária.

No estudo desenvolvido pela equipe de cientistas de Bristol, houve a participação de voluntários que estavam sofrendo com disfunção erétil há mais de seis meses. Dos participantes, 40% relatou que conseguiu recuperar a função erétil num prazo máximo de 6 meses, enquanto que 35% relatou que conseguiram uma significativa melhora em sua performance sexual.

Os testes com os exercícios de assoalho pélvico foram comparados aos resultados apresentados com o uso do Viagra, e os cientistas chegaram à conclusão de que praticar regularmente os músculos do assoalho pélvico podem ser uma excelente alternativa para prevenir a disfunção erétil.

Quando o homem treina os músculos em torno do próprio pênis, consegue melhorar o fluxo sanguíneo, trazendo melhor desempenho para sua função erétil e evitando os problemas futuros de impotência.

É importante ressaltar que utilizar tais técnicas é uma opção que requer bastante paciência, pois involve aprendizado como qualquer outro exercício fisíco.

Outros esportes podem ajudar?

Praticar exercícios físicos com regularidade é uma excelente maneira de melhorar o estado geral de saúde, aumentando também o desempenho sexual. Os hábitos prolongados de sedentarismo são prejudiciais aos tecidos responsáveis pela ereção depois de alguns anos.

A atividade física regular, quando combinada com um estilo de vida saudável, com boa alimentação, consegue manter regular o fluxo sanguíneo, mantendo a condição cardiovascular em ordem e permitindo obter ereções completas quando necessário.

Tudo o que é preciso fazer é manter a atividade física, pelo menos 30 minutos todos os dias, para melhorar a pressão arterial, manter o fluxo sanguíneo em equilíbrio, ter um sistema cardiovascular saudável e melhorar a saúde de uma forma geral.

Os exercícios não precisam ser praticados em academias, bastando que o homem faça caminhadas ou corridas diárias, ou praticando qualquer esporte de sua preferência, ou seja, fugindo de uma vida sedentária, tão normal nos tempos atuais.

Além dos cuidados com a saúde física, é necessário também manter o peso dentro da normalidade, evitando o desenvolvimento de diabetes do tipo 2 e, com isso, prevenindo futuros casos de disfunção erétil.

Os especialistas apenas aconselham evitar o ciclismo como esporte, já que, em longo prazo e com longas horas pedalando, o homem pode danificar os nervos em sua região pélvica, prejudicando os músculos que controlam a ereção. Se gosta de ciclismo, procure um assento mais amplo, que possibilite acomodar bem sua região pélvica, sem trazer qualquer esforço para os músculos dessa região.

Ainda não estou certo sobre o que está causando a minha disfunção erétil

O questionário abaixo pode ajudar a fornecer uma ideia melhor acerca do que pode ser a causa dos seus problemas de disfunção eréctil e quais os métodos de tratamento mais adequados para si. Tenha em atenção que este questionário é apenas para fins de orientação, sob nenhumas circunstâncias deve ser usado como autodiagnóstico. É sempre uma boa ideia conversar com o seu médico se os seus problemas de erecção o incomodam.

Questionário

Costuma ter dificuldade em obter ou manter uma ereção?

Fontes:

Como funciona
Escolha o Medicamento
Preencha o Formulário Médico
O médico emite a sua prescrição
Medicamento é enviado da farmácia
Entrega gratuita