Outros Tratamentos

Tartarato de Brimonidina

Comprar Tartarato de Brimonidina online - Envio e validação de receita médica

  • Tartarato de Brimonidina
  • Tartarato de Brimonidina
Excelente   4.7 4,136 pacientes deram a sua opinião sobre o nosso serviço

O Alphagan é um medicamento que apresenta como princípio ativo o Tartarato de Brimonidina, sendo indicado para o tratamento de pacientes que apresentam glaucoma de ângulo aberto ou hipertensão ocular.

Na euroClinix, você pode comprar o Tartarato de Brimonidina (Alphagan) online. Basta preencher um questionário e enviar a receita médica emitida pelo seu profissional de saúde.

O medicamento Tartarato de Brimonidin está sendo revisado pelo nosso médico parceiro e não podemos aceitar pedidos no momento. Para mais informações, entre em contato com a nossa equipe de atendimento ou deixe seu email para receber notificações quando o Tartarato de Brimonidin estiver aprovado para venda.

Perguntas e respostas sobre como comprar Tartarato de Brimonidina (Alphagan) online

Como consigo comprar o medicamento de prescrição Tartarato de Brimonidina (Alphagan) na euroClinix?

O Tartarato de Brimonidina (Alphagan) é um medicamento de prescrição e só pode ser comprado online com receita médica. Se você quiser comprar Tartarato de Brimonidina (Alphagan) online a euroClinix, você tem que ter em mãos a receita prescrita pelo seu médico ou sua médica. O processo é bastante simples: basta preencher um rápido formulário com informações pessoais e informações do médico ou da médica que emitiu a prescrição e fazer o upload da prescrição no nosso checkout.

É seguro comprar Tartarato de Brimonidina (Alphagan) online na euroClinix?

A euroClinix está legalmente autorizada para a venda de medicamentos online pela entidade britânica (MHRA) e também pela Agência Europeia de Medicamentos (veja o final da página abaixo de "Somos Certificados por:"). Se você se deparar com alguma farmácia física ou online que não requisite a prescrição médica ou qualquer dado médico, que tem preços demasiado baixos, não tem atendimento português e não tem um registo de farmácia evidente, além de potencialmente pôr a sua vida em risco, você estará cooperarando com uma atividade criminosa com possíveis implicações legais. Escolha uma opção segura, escolha a euroClinix.

Posso comprar Tartarato de Brimonidina (Alphagan) sem receita médica?

Segundo determinação da Anvisa, não é possível comprar Tartarato de Brimonidina (Alphagan) sem receita médica. O Tartarato de Brimonidina (Alphagan) é considerado um medicamento de prescrição médica, ou seja, se quiser comprar, o seu estado de saúde terá de ser previamente verificado por um médico fisicamente. Qualquer farmácia física ou na internet que venda Tartarato de Brimonidina (Alphagan) sem receita não está agindo de acordo com a legislação.

Qual é o preço do Tartarato de Brimonidina (Alphagan) na euroClinix?

A euroClinix preza pelo seu serviço de excelência. O preço do medicamento Tartarato de Brimonidina (Alphagan) inclui todo esse serviço, nomeadamente, o medicamento Tartarato de Brimonidina (Alphagan) original e a entrega grátis em embalagem discreta. Além disso, temos uma equipe de atendimento ao paciente e equipe médica sempre ao dispor para qualquer tipo de esclarecimento. Você pode consultar os preços no início da página.

Ao usar o nosso serviço, você economizará tempo e não precisará visitar uma farmácia local.

Quais os métodos de pagamento disponíveis?

Comprando medicamentos online através da euroClinix, você pode fazer o pagamento da forma que escolher, seja através de cartões de débito ou de crédito (nacional ou internacional) ou por boleto bancário.Aceitamos pagamentos em parcelas de até 6x e também à vista.

Os meus dados estão seguros ao comprar Tartarato de Brimonidina (Alphagan) online?

A Privacidade dos nossos pacientes está sempre garantida. Quando você compra Tartarato de Brimonidina (Alphagan) na euroClinix, todos os seus dados estarão totalmente protegidos. Dados pessoais, informações gerais, dados do cartão de crédito e informações médicas, são protegidos pelo sistema de encriptação SSL. Nenhum dos seus dados é compartilhado com terceiros sem o seu consentimento prévio. Também garantimos uma privacidade no processo de envio com a embalagem discreta e também no caso de pagar por cartão, apenas aparecerá no seu extrato a sigla da nossa empresa "HHC" ou do intermediário "goInterpay".

O que é Tartarato de Brimonidina (Alphagan)?

O Alphagan, com o princípio ativo Tartarato de Brimonidina é uma solução oftálmica que oferece ação hipotensiva ocular, ou seja, é capaz de reduzir a pressão dentro dos olhos. O medicamento começa a fazer efeito imediatamente depois de aplicado.

O Tartarato de Brimonidina é indicado para pacientes portadores de glaucoma crônico de ângulo aberto e de hipertensão ocular.

Conheça a estrutura química da Brimonidina:

estrutura-quimica-tartarato-de-brimonidina

Condições médicas tratadas pelo Tartarato de Brimonidina (Alphagan)

Como mencionado acima, o Tartarato de Brimonidina (Alphagan) trata pessoas com glaucoma crônico de ângulo aberto e de hipertensão ocular.

As pessoas que são portadoras de glaucoma crônico de ângulo aberto, um tipo de doença em que a pressão ocular aumenta gradualmente, normalmente não apresentam sintomas.

As manifestações da doença surgem como dor, coceira e sensação de areia nos olhos, ou seja, as pessoas não sentem a crescente pressão nos olhos e a redução gradativa da visão periférica até que a doença esteja bem avançada. Em razão disso, é considerada uma doença silenciosa, que elimina a visão gradualmente, sem que a pessoa sinta qualquer coisa, podendo levar à cegueira.

O glaucoma de ângulo aberto é uma doença ainda incurável, embora a visão do paciente possa ser preservada com tratamento adequado. Esse tratamento deve ser feito durante toda a vida do paciente, da mesma maneira que outras doenças sistêmicas, como hipertensão arterial e diabetes.

Quanto antes o glaucoma for diagnosticado e tratado, maiores serão as probabilidades de não ter a visão afetada. A única forma de detectar a doença é através de exame ocular.

É importante conhecer o grupo que apresenta maiores riscos e maiores chances de desenvolver o glaucoma para que cada um possa analisar se pertence a algum desses grupos, submetendo-se ao exame ocular:

  • Pacientes com pressão intraocular elevada, acima de 20 mmHg;
  • Pacientes com idade avançada, acima dos 50 anos;
  • Pessoas com histórico familiar da doença (ascendentes ou irmãos);
  • Indivíduos da raça negra;
  • Pessoas que já tenham confirmado em exame uma escavação do nervo ótico aumentada;
  • Indivíduos que apresentam miopia maior do que 6 graus;
  • Pessoas que tenham confirmado em exame alteração na espessura da córnea;
  • Pessoas portadoras de diabetes mellitus, hipertensão arterial sistêmica e apneia do sono.

A segunda doença tratada por Alphagan é a hipertensão ocular, ou pressão intraocular nos olhos. As pessoas com hipertensão ocular devem ser monitoradas cuidadosamente por um oftalmologista para se certificar de que a doença não se agrave, já que pode se tornar glaucoma. Não tratamento da pressão ocular elevada pode levar não apenas ao glaucoma, mas também à cegueira.

A pressão intraocular aumenta lentamente com o avanço da idade, da mesma forma que o glaucoma se torna mais comum à medida que a pessoa envelhece. A hipertensão ocular, como o glaucoma de ângulo aberto, também não apresenta sinais ou sintomas, podendo se desenvolver enquanto o indivíduo não tenha ciência.

Através de um exame oftalmológico abrangente, o médico poderá medir a pressão intraocular e compará-la com níveis normais. Uma leitura da pressão ocular de 21 mmHg ou superior normalmente indica a hipertensão ocular.

Os fatores que provocam a doença ou que estão associados a ela são:

  • Aumento da produção ou dificuldade de escoamento do humor aquoso, o líquido claro que circula dentro do olho;
  • Determinados medicamentos que apresentam como efeito colateral a hipertensão ocular;
  • Lesão ou trauma no olho, que podem afetar o equilíbrio da produção aquosa e drenagem do olho, podendo levar à hipertensão ocular mesmo depois de meses ou anos após a lesão;
  • Algumas condições oculares associadas, como síndrome de pseudoexfoliação, síndrome de dispersão de pigmento e arcos corneais.

Pessoas com mais de 40 anos, indivíduos da raça negra e pessoas com histórico familiar de hipertensão ocular ou glaucoma pertencem a grupos de risco.

Confira no infográfico abaixo com as condições médicas de glaucoma crônico de ângulo aberto e de hipertensão ocular:

condicoes-medicas-oculares

Composição do Tartarato de Brimonidina (Alphagan)

Cada ml, ou 25 gotas de Alphagan contém 2 mg de Tartarato de Brimonidina (0,080 mg/gota), além de cloreto de benzalcônio, álcool polivinílico, cloreto de sódio, citrato de sódio di-hidratado, ácido cítrico monoidratado, ácido clorídrico, hidróxido de sódio e água purificada.

Quais as doses disponíveis para o Tartarato de Brimonidina (Alphagan)?

O medicamento é apresentado em frasco plástico com conta-gotas, contendo 5 ml ou 10 ml de solução oftálmica estéril de Tartarato de Brimonidina (2 mg/ml).

Como funciona o Tartarato de Brimonidina (Alphagan)?

O princípio ativo Tartarato de Brimonidina é um agonista alfa-adrenérgico. O pico do efeito hipotensivo ocular é observado duas horas após o seu uso. Os estudos fluorofotométricos em animais e humanos demonstrou que a Brimonidina apresenta duplo mecanismo de ação, agindo através da redução da produção do humor aquoso e do aumento da drenagem pela via do fluxo uveoscleral.

A concentração plasmática máxima do medicamento é atingida em um período de 1 a 4 horas após a administração ocular, declinando com uma meia-vida sistêmica de aproximadamente 3 horas. Em humanos, o metabolismo sistêmico da Brimonidina é amplo, ocorrendo principalmente no fígado.

A principal via de eliminação do medicamento e de seus metabólicos é através da urina. Aproximadamente 87% de uma dose oral radioativa foi eliminada no espaço de 120 horas após sua administração, sendo encontrada na urina 74% da dose.

Eficácia e segurança do Tartarato de Brimonidina (Alphagan) de acordo com estudos clínicos

A pressão intraocular, ou PIO, elevada é o principal fator de risco para a perda do campo visual no glaucoma. Quanto maior for a pressão intraocular, maiores serão as probabilidades de ocorrência de danos ao nervo ótico e de perda do campo visual. O Tartarato de Brimonidina reduz a pressão intraocular com efeitos mínimos sobre os parâmetros pulmonares e cardiovasculares.

Em um estudo de dose resposta de um mês em pacientes glaucomatosos ou com hipertensão ocular, o Tartarato de Brimonidina foi avaliado nas concentrações de 0,08%, 0,25% e 0,5% e veículo para a redução da pressão intraocular. A média de redução da PIO a partir do valor basal a 12 horas após a instilação no grupo de 0,2% foi de 4 a 5,8 mmHg (15,5% a 22,4%).

Os efeitos cardiovasculares e pulmonares do Tartarato de Brimonidina 0,2% foram comparados ao Timolol 0,5%, ao Betaxolol 0,25% e ao veículo Tartarato de Brimonidina 0,2% em um estudo crossover duplo mascarado em 24 voluntários homens saudáveis.

Nesse estudo de uma dose não foram observados efeitos sobre a função pulmonar com o Tartarato de Brimonidina 0,2%, suspensão de Betaxolol k0,25%, Timolol 0,5% ou veículo.

A Brimonidina, o Betaxolol e o veículo não apresentaram efeitos sobre taquicardia por exercício, enquanto o Timolol foi associado a uma supressão estatisticamente significativa de frequência cardíaca de recuperação e exercício. Os efeitos cardiovasculares de Brimonidina sobre exercício foram limitados a uma ligeira redução da pressão arterial sistólica durante o período de recuperação.

A aferição após 12 horas da dosagem em estudos controlados nucleares demonstrou que a frequência cardíaca permaneceu relativamente inalterada no valor basal com o tratamento de Tartarato de Brimonidina. Também foram observadas algumas pequenas reduções clinicamente significativas na frequência cardíaca média em alguns dos exames diurnos.

Foram observadas reduções desprezíveis nas pressões arteriais sistólica e diastólica médicas, quando aferidas 12 horas após a dosagem com Tartarato de Brimonidina. Essas alterações não foram associadas a sintomas clínicos.

Como usar o Tartarato de Brimonidina (Alphagan)?

O Alphagan (Tartarato de Brimonidina) foi desenvolvido especificamente para ser usado nos olhos. Antes de fazer uso do mesmo, o paciente deve conferir o nome no rótulo para não cometer enganos e não utilizar o Tartarato de Brimonidina (Alphagan) na primeira vez se notar sinais de violação ou de danificações no frasco.

A solução já vem pronta para uso e o paciente deve aplicar sem encostar a ponta do frasco nos olhos, nos dedos ou em qualquer outra superfície para evitar a contaminação tanto do frasco quanto do medicamento.

É necessário aplicar o número de gotas da dose recomendada pelo médico no olho afetado ou em ambos os olhos.

A dose habitual recomendada é de uma gota aplicada nos olhos afetados, duas ou três vezes ao dia, com intervalos de aproximadamente 8 a 12 horas.

A recomendação do número de doses é pelo fato de poder haver overdose oftálmica, que pode apresentar efeitos colaterais. Nesse caso, o paciente deve levar bem os olhos com solução fisiológica, se for usada uma dose maior acidental ou intencionalmente, procurando assistência médica em seguida.

Existem poucas informações relacionadas à ingestão acidental de Brimonidina em adultos. O único evento relatado foi a hipotensão. Nesses casos, é necessário procurar assistência médica.

O Tartarato de Brimonidina deve ser usado com cautela em pessoas com doenças cardiovasculares graves, depressão, insuficiência cerebral ou coronária, fenômeno de Raynaud’s, hipotensão ortostática ou tromboangeíte obliterante, entre outras que o médico poderá identificar.

Quais são os efeitos colaterais do Tartarato de Brimonidina (Alphagan)?

Como outros medicamentos de prescrição, o Tartarato de Brimonidina (Alphagan) também pode apresentar efeitos colaterais com o seu uso. As reações constatadas em estudos clínicos estão descritas na tabela a seguir:

Efeitos colaterais do Tartarato de Brimonidina
Efeitos colaterais muito comuns, ocorrendo em mais de 10% dos pacientes:
  • Hiperemia (vermelhidão) conjuntival.
Efeitos colaterais comuns, ocorrendo entre 1 e 10% dos pacientes:
  • Dor de cabeça;
  • Rinite;
  • Secura da boca;
  • Astenia (fraqueza);
  • Sensação de ardor nos olhos;
  • Sensação de pontada nos olhos;
  • Sensação de corpo estranho nos olhos;
  • Folículos conjuntivais;
  • Prurido (coceira) nos olhos;
  • Conjuntivite alérgica;
  • Fotofobia (sensibilidade anormal à luminosidade);
  • Eritema (vermelhidão) nas pálpebras;
  • Dor nos olhos;
  • Olhos secos;
  • Edema (inchaço) das pálpebras;
  • Edema conjuntival;
  • Blefarite (inflamação das pálpebras);
  • Irritação nos olhos;
  • Secreção nos olhos;
  • Distúrbios visuais;
  • Epífora (lacrimejamento);
  • Piora na acuidade visual;
  • Conjuntivite folicular;
  • Ceratite puntacta superficial.
Efeitos colaterais durante o período pós-comercialização :
  • Apneia (dificuldade na respiração);
  • Bradicardia (redução nos batimentos cardíacos);
  • Coma;
  • Hipotensão (pressão baixa);
  • Hipotermia (temperatura corporal baixa);
  • Hipotonia (redução da força muscular);
  • Letargia (perda da sensibilidade e do movimento);
  • Palidez;
  • Depressão respiratória;
  • Sonolência.

Quais são as precauções, interações e contraindicações do Tartarato de Brimonidina (Alphagan)?

O Tartarato de Brimonidina (Alphagan) é contraindicado para pacientes com hipersensibilidade anteriormente demonstrada ao princípio ativo ou a qualquer componente de sua formulação.

Também é contraindicado para pacientes que estejam fazendo uso de medicamentos inibidores da monoaminoxidase (IMAO), como, por exemplo, determinados antidepressivos (Iproniazida, Asocarboxazida, Nialamida, Fenelzina, Tranilcipromina e Seleginina).

Populações especiais

Não foram realizados estudos sobre o uso de Alphagan em pacientes grávidas ou que estejam amamentando. Também não está esclarecido se o Alphagan é excretado no leite humano, embora estudos realizados em cobaias tenham demonstrado que o Tartarato de Brimonidina é excretado pelo leite.

A decisão de interromper a amamentação ou de suspender o uso do medicamento deverá considerar a importância do tratamento para a mãe.

O Tartarato de Brimonidina (Alphagan) é um medicamento contraindicado para crianças com idade inferior a 2 anos, já que a sua segurança e eficácia não foram estabelecidas para essa faixa etária.

O uso em idosos não apresenta restrições, uma vez que não houve evidências de diferença na segurança e eficácia nessa população. A posologia deve ser a mesma recomendada para outras faixas etárias.

O medicamento não foi testado em pacientes com quadros de insuficiência renal ou hepática. Portanto, o tratamento em pacientes portadores desses problemas deve ser cauteloso.

Caso o paciente esteja fazendo uso de mais de um medicamento oftálmico, deve-se instilar os medicamentos com pelo menos 5 minutos de intervalo entre um e outro.

Interferência na capacidade de dirigir veículos e operar máquinas:

É recomendado cautela ao dirigir veículos ou operar máquinas quando em tratamento com Tartarato de Brimonidina (Alphagan). O medicamento pode provocar cansaço ou sonolência em alguns pacientes.

Interação Medicamentosa

O paciente deve informar ao seu médico ao receber a prescrição para Alphagan se estiver fazendo uso de algum dos medicamentos ou substâncias mencionados a seguir, uma vez que pode ocorrer interação medicamentosa com o Tartarato de Brimonidina ou com algum componente da sua formulação:

  • Medicamentos para pressão ou coração, como betabloqueadores, anti-hipertensivos ou glicosídeos cardíacos;
  • Medicamentos para o sistema nervoso, como depressores do sistema nervoso central, a exemplo de bebidas alcoólicas, barbitúricos, opiáceos, sedativos, anestésicos e antidepressivos.

Fontes:

Dados do Medicamento
Dados do Medicamento
Nome: Alphagan
Princípio ativo: Tartarato de Brimonidina
Fabricante: Allergan
Descrição: O Alphagan (Tartarato de Brimonidina) é indicado no tratamento de pacientes com glaucoma de ângulo aberto ou hipertensão ocular
Dispensa: Medicamento sujeito à receita médica
Administração: Uso Tópico Ocular
Apresentação: Frasco plástico conta-gotas contendo 5 ml ou 10 ml ml de solução oftálmica estéril
Dose: 2 mg/ml
Aplicação: Uso Adulto e Pediátrico acima de 2 anos
Posologia: De acordo com orientação médica
Classe: Agonista alfa-adrenérgico
Com álcool: Não recomendado
Durante a amamentação: Não recomendado
Durante a gravidez: Não recomendado
Download da bula do medicamento Tartarato de Brimonidina (Alphagan)
Como Funciona
Escolha o Medicamento
Preencha o Formulário Médico
O médico emite a sua prescrição
Medicamento é enviado da farmácia
Entrega gratuita
Avaliação de Serviço
Rating
Excelente
5 4.7
4,136 pacientes deram a sua opinião sobre o nosso serviço
Avaliação de Produtos
Nossos pacientes adoram o nosso serviço
  • Atendimento ao paciente acessível para todos

    Serviço de atendimento ao paciente: Seg. - Sex. das 06:00h - 17:00h (Horário de Brasília)
  • Todos os serviços estão incluídos no preço

    Consulta médica online, prescrição e entrega + possibilidade de parcelamento
  • Entrega Expressa

    Entrega garantida de 4-6 dias (UPS) ou 7-12 dias (Correios)
Alternativas ao Tartarato de Brimonidina
Feedback

Seu feedback

Como você classificaria o nosso site?