Efeitos Secundários Depois de Deixar de Fumar

Os efeitos secundários que experiencia depois de parar de fumar são o que torna difícil permanecer livre de tabaco. Existem efeitos secundários tanto psicológicos e como físicos que podem ser igualmente incapacitantes. A maior razão para estes efeitos é que os cigarros contêm nicotina, uma substância altamente viciante, capaz de influenciar as hormonas libertadas no cérebro, fazendo com que pense que precisa de um cigarro. Muitas pessoas acham que fumar um cigarro numa situação stressante as ajuda a relaxar quando, de facto, é apenas a satisfação temporária do cérebro privado de nicotina.

Efeitos da cessação tabágica

Deixar de fumar pode afectar o nosso corpo de várias formas diferentes, não apenas fisicamente mas também psicologicamente. Contudo, de modo a lidar com estes eficazmente, é útil saber o que esperar para que se prepare.

Fumar e os seus efeitos no corpo

Quando é dependente de tabaco, parar de fumar pode causar-lhe algum desconforto. Estes efeitos podem variar desde diarreia e dores de cabeça a agitação e tremores. Estes efeitos normalmente não duram mais que dois dias, mas podem testar até o fumador mais determinado.

Fumar e os seus efeitos psicológicos

Uma das principais razões porque as pessoas voltam a fumar depois de deixarem, é o efeito emocional e psicológico que a privação de nicotina tem. Este está especialmente amplificado se costuma fumar como forma de lidar com situações stressantes do seu dia-a-dia e para o ajudar a relaxar.

Lidar com os efeitos da cessação tabágica

Não existe nenhum método para deixar de fumar que garanta sucesso. De facto, de acordo com as estatísticas, em média são necessárias cinco tentativas para parar de fumar definitivamente. Existem vários mecanismos que podem ser usados para lidar com os efeitos da cessação tabágica.

Se parar abruptamente tem de ter uma grande força de vontade e ser extremamente determinado. Leve um dia de cada vez para não estabelecer objectivos irrealistas. Tente chegar ao fim do dia sem fumar e faço-o outra vez no dia seguinte.

Para ajudar a minimizar os efeitos da cessação tabágica, diga aos seus amigos e família que está a deixar de fumar. Suporte adicional também é útil. Melhor ainda, encontre alguém que também queira deixar de fumar e façam-no juntos.

Preparação para a privação

Se está preparado para os sintomas de privação, pode arranjar formas que o ajudem a lidar com eles. Por exemplo, as suas mãos vão sentir-se vazias por já não fumar, pelo que é melhor tentar mantê-las ocupadas. Leia, faça tricot, cozinhe ou escreva, algo que mantenha as suas mãos activas.

Se começar a sentir-se esgotado durante o dia e não conseguir dormir à noite, faça exercício. Se estiver fisicamente cansado depois de um bom treino, vai dormir naturalmente e mais descansado.

Pode também escolher uma ajuda para parar de fumar. Existem muitos medicamentos para a cessação tabágica disponíveis que podem ajudar a tornar o processo mais fácil. O Champix, por exemplo, é um medicamento que inibe os receptores do cérebro que reagem à nicotina, para que experiencie menos desejos e seja mais fácil deixar de fumar. Pode também lidar melhor com os efeitos da cessação tabágica e a privação de nicotina com a utilização de tratamentos substitutos de nicotina, disponíveis em adesivo, spray e pastilha.

Outro modo de lidar com os efeitos da cessação tabágica é simplesmente considerar os efeitos que o fumo passivo tem nos seus amigos e família, o risco de impotência associado e o potencial dano que está a fazer a si próprio com cada cigarro.

Deixar de fumar com Champix

Como funciona
Passo 1 - Escolha o medicamento
Passo 2 - Preencha o formulário médico
Passo 3 - O médico analisa os seus detalhes e emite a sua prescrição
Passo 4 - O seu medicamento será enviado no mesmo dia ou no dia seguinte
Entrega gratuita