Outros Tratamentos

Adalat (Nifedipina)

Comprar Adalat (Nifedipina) online - Envio e validação de receita médica

Excelente   4.7 4,148 pacientes deram a sua opinião sobre o nosso serviço

O Adalat é um medicamento desenvolvido com o princípio ativo Nifedipina, uma substância que possui a propriedade de bloquear os canais de cálcio utilizados como hipotensor, vasodilatador e tocolítico.

O medicamento é indicado em pacientes com hipertensão arterial sistêmica e pulmonar, angina de peito estável e na prevenção de parto prematuro.

Na euroClinix, você pode comprar o medicamento Adalat (Nifedipina) online. Basta preencher um questionário e enviar a receita médica emitida pelo seu profissional de saúde.

O Adalat (Nifedipina) está sendo revisado pelo nosso médico parceiro e não podemos aceitar pedidos no momento. Para mais informações, entre em contato com a nossa equipe de atendimento ou deixe seu email para receber notificações quando o Adalat (Nifedipina) estiver aprovado para venda.

Perguntas e respostas sobre como comprar Adalat (Nifedipina) online

Como consigo comprar o medicamento de prescrição Adalat (Nifedipina) na euroClinix?

O Adalat (Nifedipina) é um medicamento de prescrição e só pode ser comprado online com receita médica. Se você quiser comprar Adalat (Nifedipina) online a euroClinix, você tem que ter em mãos a receita prescrita pelo seu médico ou sua médica. O processo é bastante simples: basta preencher um rápido formulário com informações pessoais e informações do médico ou da médica que emitiu a prescrição e fazer o upload da prescrição no nosso checkout.

É seguro comprar Adalat (Nifedipina) online na euroClinix?

A euroClinix está legalmente autorizada para a venda de medicamentos online pela entidade britânica (MHRA) e também pela Agência Europeia de Medicamentos (veja o final da página abaixo de "Somos Certificados por:"). Se você se deparar com alguma farmácia física ou online que não requisite a prescrição médica ou qualquer dado médico, que tem preços demasiado baixos, não tem atendimento português e não tem um registo de farmácia evidente, além de potencialmente pôr a sua vida em risco, você estará cooperarando com uma atividade criminosa com possíveis implicações legais. Escolha uma opção segura, escolha a euroClinix.

Posso comprar Adalat (Nifedipina) sem receita médica?

Segundo determinação da Anvisa, não é possível comprar Adalat (Nifedipina) sem receita médica. O Adalat (Nifedipina) é considerado um medicamento de prescrição médica, ou seja, se quiser comprar, o seu estado de saúde terá de ser previamente verificado por um médico fisicamente. Qualquer farmácia física ou na internet que venda Adalat (Nifedipina) sem receita não está agindo de acordo com a legislação.

Qual é o preço do Adalat (Nifedipina) na euroClinix?

A euroClinix preza pelo seu serviço de excelência. O preço do medicamento Adalat (Nifedipina) inclui todo esse serviço, nomeadamente, o medicamento Adalat (Nifedipina) original e a entrega grátis em embalagem discreta. Além disso, temos uma equipe de atendimento ao paciente e equipe médica sempre ao dispor para qualquer tipo de esclarecimento.Você pode consultar os preços no início da página.

Ao usar o nosso serviço, você economizará tempo e não precisará visitar uma farmácia local.

Quais os métodos de pagamento disponíveis?

Comprando medicamentos online através da euroClinix, você pode fazer o pagamento da forma que escolher, seja através de cartões de débito ou de crédito (nacional ou internacional) ou por boleto bancário.Aceitamos pagamentos em parcelas de até 6x e também à vista.

Os meus dados estão seguros ao comprar Adalat (Nifedipina) online?

A Privacidade dos nossos pacientes está sempre garantida. Quando você compra Adalat (Nifedipina) na euroClinix, todos os seus dados estarão totalmente protegidos. Dados pessoais, informações gerais, dados do cartão de crédito e informações médicas, são protegidos pelo sistema de encriptação SSL. Nenhum dos seus dados é compartilhado com terceiros sem o seu consentimento prévio. Também garantimos uma privacidade no processo de envio com a embalagem discreta e também no caso de pagar por cartão, apenas aparecerá no seu extrato a sigla da nossa empresa "HHC" ou do intermediário "goInterpay".

O que é o Adalat (Nifedipina)?

O Nifedipina é um antagonista do cálcio do tipo 1, 4-diidropiridina. Os antagonistas do cálcio reduzem o influxo transmembrana de íons de cálcio para o interior da célula através do canal lento de cálcio.

Conheça a estrutura química do Nifedipina:

geometria-molecular-cloranfenicol

O Nifedipina age particularmente nas células do miocárdio e nas células da musculatura lisa das artérias coronárias e dos vasos de resistência periférica.

No coração, o Nifedipina dilata as artérias coronárias, principalmente os vasos de grande calibre, mesmo no segmento da parede livre de áreas parcialmente estenosadas. Além disso, a substância ativa reduz o tônus da musculatura lisa vascular nas artérias coronárias, evitando vasoespasmos.

Como resultado, o medicamento aumenta o fluxo sanguíneo pós-estenótico, aumentado a oferta de oxigênio e, paralelamente e a isso, o Nifedipina reduz a necessidade de oxigênio com a redução da pós-carga.

Com o uso prolongado do medicamento, o paciente consegue ter a prevenção do desenvolvimento de novas lesões ateroscleróticas nas artérias coronárias.

Dessa forma, o Adalat, contendo o princípio ativo Nifedipina, é indicado para as seguintes condições clínicas:

  • Doença arterial coronariana, como angina do peito estável (ou angina de esforço) e angina do peito vasoespástica (angina de Prinzmetal e angina variante);
  • Hipertensão essencial;
  • Crise hipertensiva;

Em pacientes com hipertensão essencial ou angina do peito estável crônica, tratados com as formas de liberação rápida de Adalat com cápsulas de 10 mg podem ocorrer aumento dependente da dose no risco de complicações cardiovasculares, como, por exemplo, infarto do miocárdio, e de mortalidade.

Em razão disso, o medicamento só pode ser utilizado para pacientes com hipertensão essencial ou angina do peito estável crônica, caso nenhum outro medicamento seja mais apropriado.

O Nifedipina não é um medicamento genérico, sendo encontrado apenas com o nome comercial de Adalat, produzido pelo laboratório Bayer. Existem similares no mercado, que só devem ser utilizados mediante prescrição médica.

Composição do Adalat (Nifedipina)

O Adalat é comercializado em cápsulas contendo 10 mg de Nifedipina, apresentando ainda os seguintes componentes inertes: glicerol, sacarina, óleo de menta, macrogol, gelatina, dióxido de titânio, água e amarelo-alaranjado.

O Adalat Oros, disponível em comprimidos de liberação prolongada, contém 20 mg ou 60 mg de Nifedipina com os seguintes excipientes: hipromelose, estearato de magnésio, óxido de polietileno, cloreto de sódio, óxido de ferro vermelho, acetato de celulose, macrogol, hiprolose, propilenoglicol e dióxido de titânio.

O Adalat Retard contém 10 mg e 20 mg de nifedipina e os excipientes: hipromelose, lactose, macrogol, estearato de magnésio, amido, celulose microcristalina, polissorbato 80, óxido de ferro vermelho e dióxido de titânio.

Quais as doses disponíveis para o Adalat (Nifedipina)?

O Adalat, contendo o princípio ativo Nifedipina é apresentado em frasco com 60 cápsulas gelatinosas de 10 mg, servindo apenas para uso oral em adultos.

O Adalat Oros é comercializado nas doses de 20 mg, 30 mg e 60 mg de Nifedipina, em embalagens com 15 ou 30 comprimidos de liberação prolongada.

O Adalat Retard está disponível nas doses 10 mg e 20 mg de Nifedipina, em embalagens contendo 30 comprimidos revestidos.

Como funciona o Adalat (Nifedipina)?

O princípio ativo de Adalat, Nifedipina, reduz o tônus da musculatura lisa das pequenas artérias, reduzindo, desta forma, a resistência periférica aumentada e, consequentemente, a pressão arterial.

No início do tratamento com Adalat pode haver aumento reflexo transitório da frequência cardíaca e, portanto, no débito cardíaco.

Contudo, mesmo esse aumento não é suficiente para compensar a vasodilatação.

O Nifedipina aumenta também a excreção de sódio e de água, tanto no tratamento de curto prazo quanto em tratamento mais prolongado. O efeito de redução da pressão arterial do medicamento é particularmente pronunciado em pacientes hipertensos.

Como se trata de uma substância integrante do grupo de medicamentos conhecidos como antagonistas do cálcio, a atividade do Nifedipina é dilatar os vasos sanguíneos, reduzindo a resistência à passagem do sangue.

Dessa forma, o sangue corre mais livre pelas veias e artérias, fazendo reduzir a pressão arterial. O tratamento da pressão alta reduz os riscos de ocorrerem complicações no coração, no cérebro e nos vasos sanguíneos.

O Adalat é um medicamento para tratamento de dor no peito, a conhecida angina do peito da doença coronariana, uma vez que o Nifedipina faz com que o sangue possa circular mais rápido, chegando em maior quantidade ao coração.

Eficácia e segurança do Adalat (Nifedipina) de acordo com estudos clínicos

Os estudos clínicos foram aplicados em 3.668 pacientes em 23 estudos clínicos com duração de tratamento de 14 dias até mais de 3 anos, aplicando doses diárias entre 10 e 60 mg, para demonstrar a eficácia do medicamento. Essa eficácia foi constatada em 77% dos casos, em média.

Outros estudos com 7.400 pacientes com angina do peito estável também apresentaram sucesso terapêutico, havendo um acréscimo na média da eficácia, chegando a 80% dos casos.

De forma correspondente, foi constatada eficácia bastante satisfatória do Nifedipina em casos de espasmo coronário em 439 pacientes com angina de Prinzmetal, ou angina variante, apresentando 87% de êxito. Esse tratamento durou de 30 dias até mais de 5 anos, com a dose diária entre 30 e 40 mg.

Em casos isolados, a dose chegou a 80 e até um máximo de 120 mg.

No caso de angina do peito estável, o êxito na terapia foi de 76% e, na angina de peito com infarto agudo do miocárdio, de 70%.

Na hipertensão, em vários estudos clínicos com duração entre 1 semana e 14 meses, adotaram-se na maior parte dos casos doses diárias de 30 a 60 mg. A ação terapêutica manifestou-se claramente após aproximadamente uma semana de tratamento, permanecendo inalterada durante todo o período de observação.

De uma forma geral, comprovou-se a queda da pressão sistólica entre 25 e 48 mmHg e de pressão diastólica entre 12 e 33 mmHg, dependendo da pressão arterial inicial e da dose administrada.

Como usar o Adalat (Nifedipina)?

De uma forma geral, o médico pode prescrever uma cápsula de Adalat, 3 vezes ao dia, para o tratamento de pressão alta e de doença coronariana. Em crise aguda de pressão alta, a dose recomendada é de 1 cápsula em dose única.

A cápsula de Adalat deve ser engolida com um pouco de líquido, podendo ser tomada com uma refeição ou não.

O Adalat é um medicamento indicado para tratamentos prolongados. O médico poderá dizer quanto deve durar o tratamento e como o paciente deve tomar o Adalat, se a recomendação for diferente do prescrito de forma geral.

Caso o paciente se esqueça de tomar uma ou mais doses, não deve tomar outra dose para compensar aquela esquecida. É necessário aguardar até o momento da próxima dose, continuando o tratamento de forma normal.

É necessário observar um intervalo de pelo menos 2 horas entre as doses. O paciente também deve falar com o seu médico se tiver a impressão de que o medicamento esteja sendo demasiado forte ou demasiado fraco, não devendo tomar mais cápsulas do que as recomendas pela prescrição médica.

Em pacientes com disfunção hepática, deve-se fazer o monitoramento cuidadoso dos pacientes e, em casos mais graves, pode ser necessária a redução da dose.

Em pacientes com disfunção renal, não é necessário o ajuste de dose, conforme demonstrado pelos estudos clínicos e laboratoriais.

Quais são os efeitos colaterais do Adalat (Nifedipina)?

Como todo e qualquer medicamento de prescrição, o Adalat pode provocar efeitos colaterais indesejáveis. Entre os efeitos constatados através de observações nos estudos e na pós-comercialização, apresentam-se os apresentados na tabela:

Efeitos Colaterais do Adalat (Nifedipina)

Efeitos mais frequentes (até 10% dos pacientes)

  • Dores de cabeça;
  • Inchaço das pernas;
  • Dilatação dos vasos sanguíneos;
  • Enjoos;
  • Tonturas.

Efeitos pouco frequentes (até 1% dos pacientes)

  • Dor abdominal;
  • Fadiga;
  • Dor no peito;
  • Inchaço;
  • Mal-estar geral;
  • Dor de angina do peito;
  • Pressão baixa;
  • Aceleração das batidas do coração;
  • Prisão de ventre;
  • Diarreia;
  • Secura na boca;
  • Perturbações da digestão;
  • Perturbações gastrointestinais;
  • Agitação;
  • Nervosismo;
  • Perturbações do sono;
  • Tremores;
  • Vertigens;
  • Dificuldade para respirar;
  • Coceira e vermelhidão ou lesões na pele;
  • Suores;
  • Alterações na visão.

Efeitos raros (até 0,01% dos pacientes)

  • Ventre dilatado;
  • Reação alérgica;
  • Dor;
  • Desmaio;
  • Falta de apetite;
  • Gases intestinais;
  • Vômitos;
  • Aumento de açúcar no sangue;
  • Dores musculares;
  • Redução da sensibilidade ao toque;
  • Insônia;
  • Formigamento;
  • Sonolência;
  • Reações da pele;
  • Aumento da vontade de urinar.

Além desses efeitos colaterais foram observados outros ainda mais raros, como queda acentuada da pressão, alterações nas gengivas, alterações nos exames de fígado, redução dos glóbulos brancos, púrpura (manchas avermelhadas na pele), inflamação da pele com descamação, aumento das glândulas mamárias no homem, inflamação da pele em razão da exposição à luz.

Quais são as precauções, interações e contraindicações do Adalat (Nifedipina)?

O Adalat é indicado através de prescrição médica, não devendo ser usado nos seguintes casos:

  • Quando o paciente apresenta alergia ao princípio ativo ou a qualquer dos ingredientes da fórmula. Se o paciente tiver dúvida com relação a ter ou não alergia, deve consultar o seu médico;
  • Em casos de choque de origem cardíaca;
  • Em pacientes que estejam fazendo uso do antibiótico Rifampicina, medicamento que combate infecções;
  • Em caso de pacientes com angina do peito instável ou que tenham sofrido infarto agudo do miocárdio pelo menos nas 4 últimas semanas;
  • Durante a gravidez e a amamentação, exceto sob orientação médica. A paciente deve informar o médico no caso de ocorrência de gravidez ou início de amamentação durante o tratamento.
  • Em crianças e adolescentes.

Precauções

O Adalat deve ser usado com precaução nos seguintes casos:

  • Em pacientes que sofrem de pressão muito baixa ou de mau funcionamento do coração, a denominada insuficiência cardíaca, ou em pessoas que tenham estreitamento da artéria aorta (conhecido como estenose aórtica grave);
  • Em pacientes que observaram um agravamento da angina do peito, principalmente no início do tratamento, devendo informar o seu médico imediatamente;
  • Em pacientes com hipertensão essencial ou angina do peito estável quando nenhum outro tratamento foi adequado;
  • Em pacientes com doenças hepáticas, podendo, nesses casos, ser necessário reduzir a dose do medicamento;
  • No caso de mulheres grávidas, quando há necessidade de precaução, principalmente no caso de administração com sulfato de magnésio por via endovenosa.

O medicamento é contraindicado antes da vigésima semana de gravidez. Não existem estudos adequados e bem controlados em mulheres grávidas. A administração de Adalat em animais foi associada a efeitos embriotóxicos, fetotóxicos e teratogênicos.

Em casos isolados de fertilização in vitro, o uso de antagonistas do cálcio, como o Nifedipina, associou-se a alterações bioquímicas reversíveis do núcleo do espermatozoide, que podem resultar em disfunção espermática.

Em pacientes do sexo masculino que, repetidamente, não conseguem sucesso em gerar uma criança por fertilização in vitro, e quanto não há outras causas que justifiquem o insucesso, o Nifedipina deve ser considerado como causa da falha.

Na amamentação, o Nifedipina é eliminado no leite materno e, como não há experiências de seus efeitos sobre o lactente, a amamentação deve ser suspensa se o tratamento com Adalat for necessário.

Dirigir veículos e trabalhar com máquinas, principalmente no início do tratamento, não é recomendado, uma vez que o Adalat pode causar reações de fadiga ou tonturas.

Durante o tratamento, o paciente deve se abster do uso de bebidas alcoólicas, já que existe o risco de desenvolvimento de efeitos colaterais graves.

Interações medicamentosas

A seguir mencionam-se alguns medicamentos que podem ter seu efeito alterado se tomados com Adalat, ou que podem influenciar o efeito do medicamento:

  • Medicamentos para o tratamento de pressão alta, que podem aumentar os efeitos de Adalat;
  • Medicamentos conhecidos como betabloqueadores, usados para tratar a pressão alta e para tratamento de algumas doenças do coração, que podem provocar queda muito forte da pressão ou piorar o funcionamento do coração;
  • Digoxina, usada para tratar doenças do coração, que pode ter seu efeito aumentado;
  • Quinidina, usada para o tratamento das alterações das batidas do coração, podendo haver necessidade de ajuste de dose ao começar ou terminar o tratamento com Adalat;
  • Quinipristina e Dalfopristina (antibióticos), que aumentam o efeito de Nifedipina;
  • Cimetidina, usada no tratamento de úlceras no estômago ou intestino, que aumenta o efeito de Nifedipina;
  • Rifampicina (antibiótico), que reduz o efeito de Nifedipina;
  • Diltiazem, usado no tratamento de certas doenças cardiovasculares, recomendando-se precaução em sua utilização concomitante com Adalat;
  • Fenitoína, usada no tratamento de convulsões, que reduz a eficácia de Nifedipina;
  • Cisaprida, usada no tratamento de certas doenças do estômago e do intestino, que pode aumentar o efeito de Nifedipina;

O paciente ainda deve informar o seu médico se estiver tomando medicamentos com os seguintes princípios ativos:

  • Eritromicina (antibiótico);
  • Fluoxetina e Nefazodona (antidepressivos);
  • Amprenavir, Indinavir, Nelfinavir, Ritonavir e Saquinavir (antivirais);
  • Cetoconazol, Itraconazol e Fluconazol (antifúngicos);
  • Tacrolimo (usado em doentes transplantados);
  • Carbamazepina, Fenobarbital e ácido valproico (antiepilépticos).

O paciente não deve tomar suco de toranja (grapefruit) enquanto estiver em tratamento com Adalat, sob o risco de ocorrer queda maior da pressão.

Fontes:

Dados do Medicamento
Dados do Medicamento
Nome: Adalat, Adalat Oros, Adalat Retard
Princípio ativo: Nifedipino
Fabricantes: Bayer
Descrição: O Adalat é indicado para o tratamento da pressão alta, da crise aguda de pressão alta e da doença arterial coronariana.
Dispensa: Medicamento sujeito à receita médica 
Administração: Uso Oral
Apresentação: 60 cápsulas gelatinosas, 15 ou 30 comprimidos de liberação prolongada, 30 comprimidos revestidos
Dose: 20 mg, 30 mg e 60 mg
Aplicação: Adultos acima de 18 anos
Posologia: De acordo com orientação médica
Classe: Antagonistas do cálcio
Com álcool: Não recomendado
Durante a amamentação: Não recomendado
Durante a gravidez: Não recomendado antes da 20ª semana de gravidez
Download da bula do medicamento Adalat
Como Funciona
Escolha o Medicamento
Preencha o Formulário Médico
O médico emite a sua prescrição
Medicamento é enviado da farmácia
Entrega gratuita
Avaliação de Serviço
Rating
Excelente
5 4.7
4,148 pacientes deram a sua opinião sobre o nosso serviço
Avaliação de Produtos
Nossos pacientes adoram o nosso serviço
  • Atendimento ao paciente acessível para todos

    Serviço de atendimento ao paciente: Seg. - Sex. das 06:00h - 17:00h (Horário de Brasília)
  • Todos os serviços estão incluídos no preço

    Consulta médica online, prescrição e entrega + possibilidade de parcelamento
  • Entrega Expressa

    Entrega garantida de 4-6 dias (UPS) ou 7-12 dias (Correios)
Alternativas ao Adalat (Nifedipina)
Feedback

Seu feedback

Como você classificaria o nosso site?