Outros Tratamentos

Clomid (Citrato de Clomifeno)

Comprar Clomid (Citrato de Clomifeno) online - Envio e validação de receita médica

Excelente   4.7 4,148 pacientes deram a sua opinião sobre o nosso serviço

O Clomid, que contém o princípio ativo citrato de Clomifeno, é um medicamento utilizado para induzir a ovulação em mulheres. O medicamento pode ser encontrado na versão genérica e sendo comercializado também com as marcas Indux e Serophene, que apresentam o mesmo princípio ativo e os mesmos efeitos.

Na euroClinix, você pode comprar o Citrato de Clomifeno (Clomid, Indux ou Serophene) online. Basta preencher um questionário e enviar a receita médica emitida pelo seu profissional de saúde.

O medicamento Clomid (Citrato de Clomifeno) está sendo revisado pelo nosso médico parceiro e não podemos aceitar pedidos no momento. Para mais informações, entre em contato com a nossa equipe de atendimento ou deixe seu email para receber notificações quando o Clomid (Citrato de Clomifeno) estiver aprovado para venda.

Perguntas e respostas sobre como comprar Clomid (Citrato de Clomifeno) online

Como consigo comprar o medicamento de prescrição Clomid (Citrato de Clomifeno) na euroClinix?

O Clomid (Citrato de Clomifeno) é um medicamento de prescrição e só pode ser comprado online com receita médica. Se você quiser comprar Clomid (Citrato de Clomifeno) online a euroClinix, você tem que ter em mãos a receita prescrita pelo seu médico ou sua médica. O processo é bastante simples: basta preencher um rápido formulário com informações pessoais e informações do médico ou da médica que emitiu a prescrição e fazer o upload da prescrição no nosso checkout.

É seguro comprar Clomid (Citrato de Clomifeno) online na euroClinix?

A euroClinix está legalmente autorizada para a venda de medicamentos online pela entidade britânica (MHRA) e também pela Agência Europeia de Medicamentos (veja o final da página abaixo de "Somos Certificados por:"). Se você se deparar com alguma farmácia física ou online que não requisite a prescrição médica ou qualquer dado médico, que tem preços demasiado baixos, não tem atendimento português e não tem um registo de farmácia evidente, além de potencialmente pôr a sua vida em risco, você estará cooperarando com uma atividade criminosa com possíveis implicações legais. Escolha uma opção segura, escolha a euroClinix.

Posso comprar Clomid (Citrato de Clomifeno) sem receita médica?

Segundo determinação da Anvisa, não é possível comprar Clomid (Citrato de Clomifeno) sem receita médica. O Clomid (Citrato de Clomifeno) é considerado um medicamento de prescrição médica, ou seja, se quiser comprar, o seu estado de saúde terá de ser previamente verificado por um médico fisicamente. Qualquer farmácia física ou na internet que venda Clomid (Citrato de Clomifeno) sem receita não está agindo de acordo com a legislação.

Qual é o preço do Clomid (Citrato de Clomifeno) na euroClinix?

A euroClinix preza pelo seu serviço de excelência. O preço do medicamento Clomid (Citrato de Clomifeno) inclui todo esse serviço, nomeadamente, o medicamento Clomid (Citrato de Clomifeno) original e a entrega grátis em embalagem discreta. Além disso, temos uma equipe de atendimento ao paciente e equipe médica sempre ao dispor para qualquer tipo de esclarecimento. Você pode consultar os preços no início da página.

Ao usar o nosso serviço, você economizará tempo e não precisará visitar uma farmácia local.

Quais os métodos de pagamento disponíveis?

Comprando medicamentos online através da euroClinix, você pode fazer o pagamento da forma que escolher, seja através de cartões de débito ou de crédito (nacional ou internacional) ou por boleto bancário.Aceitamos pagamentos em parcelas de até 6x e também à vista.

Os meus dados estão seguros ao comprar Clomid (Citrato de Clomifeno) online?

A Privacidade dos nossos pacientes está sempre garantida. Quando você compra Clomid (Citrato de Clomifeno) na euroClinix, todos os seus dados estarão totalmente protegidos. Dados pessoais, informações gerais, dados do cartão de crédito e informações médicas, são protegidos pelo sistema de encriptação SSL. Nenhum dos seus dados é compartilhado com terceiros sem o seu consentimento prévio. Também garantimos uma privacidade no processo de envio com a embalagem discreta e também no caso de pagar por cartão, apenas aparecerá no seu extrato a sigla da nossa empresa "HHC" ou do intermediário "goInterpay".

O que é Clomid (Citrato de Clomifeno)?

O estrogênio é o principal hormônio sexual feminino. Durante a puberdade, o hormônio promove o desenvolvimento das mamas, ao se conectar a receptores presentes no tecido mamário e, da mesma forma, a produção de um pico de estrogênio antes da ovulação é importante para preparar o útero para uma possível gravidez.

Para que ocorra a ovulação é necessário haver quantidade suficiente não apenas de estrogênio, mas também de outros hormônios envolvidos no ciclo menstrual normal. Alguns deles são produzidos pelo sistema nervoso central, como o FSH, hormônio estimulador de folículos, e o LH, hormônio luteinizante, de acordo com a concentração de estrogênio no sangue.

Algumas mulheres podem não ovular todos os meses e, eventualmente, nunca o fazer. As causas são as mais diversas, embora todas provoquem a infertilidade como maior problema. Em casos em que o problema principal está relacionado com a secreção de FSH e LH, como ocorre na síndrome dos ovários policístico, o Clomid pode ajudar.

O medicamento Clomid (Citrato de Clomifeno) é indicado para mulheres que apresentam problemas de infertilidade em razão da falta de ovulação. O Clomid, como seus similares Indux e Serophene, é indicado para esse tipo de infertilidade, não devendo ser usado em outras causas.

O Clomid melhora o crescimento dos óvulos, ajudando no seu desenvolvimento e os encaminhando para o útero para serem fecundados, situação que ocorre, em média, entre 6 a 12 dias depois da administração do medicamento.

Conheça a estrutura química do Clomifeno:

estrutura-quimica-clomifeno

Composição do Clomid (Citrato de Clomifeno)

A composição de cada comprimido de Clomid, que é a mesma encontrada em seus similares Indux e Serophene, é de 50 mg de Citrato de Clomifeno, possuindo também os seguintes excipientes: amido, corante amarelo tartrazina, estereato de magnésio, lactose monohidratada e sacarose.

Quais as doses disponíveis para o Clomid (Citrato de Clomifeno)?

As marcas Clomid e Induz apresentam o citrato de Clomifeno em comprimidos de 50 mg, em embalagens com 10 comprimidos.

O Serophene pode ser encontrado em caixas contendo 1 blister de 10 comprimidos e em embalagens contendo 3 blisters de 10 comprimidos.

Os comprimidos, no entanto, sempre apresentam a mesma quantidade de 50 mg de citrato de Clomifeno.

Como funciona o Clomid (Citrato de Clomifeno)?

O Clomifeno, princípio ativo do Clomid, Indux e Serophene, é um medicamento usado por via oral, que atua ocupando os receptores do estrogênio no sistema nervoso central. O medicamento não exerce plenamente a função dos estrogênios, e ainda o impede de se ligar aos seus receptores.

Quando os receptores não recebem o estrogênio, o organismo interpreta a situação erradamente, como uma redução na quantidade total de estrogênio circulante, e tenta fazer, através da produção de maior quantidade de FSH e de LH, com que sua concentração aumente.

Dessa forma, o papel do Clomid é ludibriar o cérebro. O aumento de FSH e LH estimulam os folículos ovarianos, favorecendo a ocorrência da ovulação e, com isso, consegue que o ciclo menstrual seja normalizado, fazendo com que a mulher ovule, mesmo que seja apenas naquele mês.

Eficácia e segurança do Clomid (Citrato de Clomifeno) de acordo com estudos clínicos

Há poucos dados disponíveis sobre a farmacocinética do Clomifeno. Os estudos aplicados em humanos têm demonstrado que sua absorção é bastante rápida e seus efeitos quase sempre os esperados.

Uma revisão de onze publicações constantes entre 1964 e 1978 mostrou que a gravidez ocorreu em 35% nas 5.154 pacientes com disfunção da ovulação que receberam o Clomifeno.

Um trabalho publicado no New England Journal of Medicina, mostrou que o Clomifeno é mais eficaz que a Metformina no tratamento de infertilidade feminina. A síndrome dos ovários policísticos afeta entre 7 a 8% das mulheres e pode ser a principal causa de infertilidade.

Um dos estudos acompanhou 626 mulheres inférteis com síndrome dos ovários policísticos. Dentre elas, 208 foram tratadas com Metformina e placebo; 209 com Clomifeno e placebo; e 209 com uma combinação de Clomifeno e Metformina por mais de 6 meses.

O tratamento foi interrompido assim que a gravidez foi confirmada e as mulheres foram acompanhadas até o nascimento dos bebês. O índice de nascimentos no grupo que recebeu Clomifeno foi de 22,5%, enquanto que no grupo de Metformina foi de 7,2%. No grupo que recebeu a combinação dos dois medicamentos, o índice foi de 26,8%.

O índice de gravidez múltipla foi de 6% no grupo que recebeu Clomifeno, de nenhum no grupo de Metformina e de 3,1% no grupo que recebeu a combinação dos dois medicamentos.

A perda fetal no primeiro trimestre não apresentou diferença significativa em nenhum grupo. No entanto, o índice de concepção entre as mulheres que ovularam foi significativamente maior nos grupos de Clomifeno (39,5%) e da combinação de medicamentos (46%), sendo menor no grupo de Metformina (21,7%).

Com exceção das complicações na gravidez, os efeitos colaterais foram semelhantes em todos os grupos, embora os problemas gastrointestinais tenham sido mais frequentes do que os sintomas vasomotores e ovulatórios, principalmente no grupo que recebeu Metformina.

Os estudos demonstraram que o Clomifeno, um agonista parcial do receptor dos estrogênios usado no tratamento da infertilidade feminina, é mais eficaz do que a Metformina, produto usado para o tratamento de diabetes, mas que também é considerado um facilitador da gravidez.

Como usar o Clomid (Citrato de Clomifeno)?

O tratamento com citrato de Clomifeno consiste em 3 ciclos, que podem ser aplicados de forma contínua ou alternada, segundo a determinação médica.

Depois o tratamento, a paciente deve tentar engravidar. Contudo, se ela ficar grávida durante o tratamento, a medicação deve ser interrompida.

A dose recomendada para o primeiro ciclo de tratamento com Clomifeno é de 50 mg, ou um comprimido por dia, durante 5 dias. Em pacientes com amenorreia, o tratamento pode ser iniciado em qualquer período do ciclo menstrual.

Se for programada indução de metrorragina por progestínico, ou se houver menstruação espontânea, o Clomid deve ser administrado a partir do quinto dia do ciclo. Se a ovulação ocorrer durante o tratamento, não há qualquer vantagem em aumentar a dose nos dois ciclos seguintes.

Quando não ocorrer a ovulação após o primeiro ciclo de tratamento, deve ser aplicado um segundo ciclo, com 100 mg ao dia, durante 5 dias, após 30 dias do tratamento anterior. O aumento da posologia não deve ultrapassar essa dose e a duração pelo prazo de 5 dias.

A maior parte das pacientes responsivas ao Clomifeno ovula após o primeiro ciclo de tratamento e 3 ciclos são suficientes para uma avaliação de terapêutica. Caso não ocorra a menstruação nesse período, o diagnóstico deve ser revisto.

A continuidade do tratamento após 3 ciclos não é recomendável em pacientes que não apresentaram qualquer evidência de ovulação.

Uma vez que não foi demonstrada segurança relativa ao tratamento cíclico prolongado e uma vez que a maior parte das pacientes irá ovular após 3 ciclos de tratamento, terapia em longo prazo não é recomendada.

Populações especiais

Alguns cuidados especiais, com doses mais baixas ou duração do ciclo de tratamento são recomendados se houver suspeita de sensibilidade pouco comum à gonadotrofina pituitária, como, por exemplo, em pacientes com síndrome do ovário policístico.

Quando Clomid é administrado em períodos mais prolongados, pode haver interferência com a síntese do colesterol. Pacientes em tratamento prolongado podem apresentar níveis sanguíneos elevados de desmosterol, um precursor do colesterol.

Quais são os efeitos colaterais do Clomid (Citrato de Clomifeno)?

Reações muito comumente apresentadas em pacientes que usam o Clomifeno (Clomid, Indux ou Serophene) é o aumento nos ovários, havendo também maiores probabilidades de ocorrência de gravidez ectópica, tubária ou ovariana.

O Clomifeno pode provocar alguns efeitos colaterais indesejáveis. No caso de a paciente apresentar reação alérgica, deve suspender o tratamento e informar o seu médico. As reações foram classificadas de acordo com a tabela a seguir:

Efeitos Colaterais do Citrato de Clomifeno

Efeitos colaterais muito comuns, atingindo entre 1 e 10% das pacientes:

  • Hipertrofia ovariana e flushes vasomotores.

Efeitos colaterais comuns, atingindo entre 0,1 e 1% das pacientes:

  • Rubor facial, fogachos;
  • Alterações visuais (embaçamento, diplopia, fotofobia, escotomas cintilantes), que desaparecem rapidamente com a interrupção do tratamento;
  • Desconforto abdominal, mastalgia, náuseas e vômitos;
  • Insônia, cefaleia, tontura, vertigem;
  • Poliúria, disúria.

Efeitos colaterais incomuns, que atingem entre 0,001 e 0,01% das pacientes:

  • Sangramento uterino anormal, depressão e astenia;
  • Urticária e outras reações alérgicas cutâneas;
  • Ganho de peso, perda de cabelo, cabelos secos, acne;
  • Aumento do apetite, arritmia, angina, constipação, diarreia;
  • Edema, dor na região orbitária, febre, hipertensão, hipertricose, enxaquecas;
  • Alterações de humor, agravamento de neoplasias pré-existentes, aparecimento de miomas, tumores cerebrais, hipofisário e de mamas;
  • Hemorragia ovariana, convulsões, síncope, perda temporária da visão;
  • Distúrbios tireoidianos, zumbido, aumento das transaminases;
  • Gravidez tubária, taquicardia, palpitações;
  • Pancreatite; redução da espessura endometrial.

Efeitos colaterais raros, ocorrendo entre 1 para 10 mil e 1 para 1000 pacientes:

  • Catarata e neurite ótica.

Efeitos colaterais muito raros, ocorrendo em menos de 1 para 10 mil pacientes:

  • Não existem relatos de reações muito raras.

Outras reações possíveis:

Os sintomas vasomotores da menopausa são semelhantes a ondas de calor e não são graves. Esses sintomas desaparecem rapidamente após a interrupção do tratamento.

Foram recebidos relatos isolados de ocorrência de neoplasias ou tumores endócrino-dependentes ou de seu agravamento.

Também foram recebidos relatos de hipertrigliceridemia, casos de pancreatites em pacientes com hipertrigliceridemia pré-existente ou com histórico familiar, principalmente quando as doses e a duração do tratamento excederam as recomendações de posologia descritas na bula do medicamento.

Alguns novos casos de endometriose e exacerbação de endometriose pré-existente foram relatados, além de gravidez múltipla, incluindo gravidez intrauterina e extrauterina simultânea.

Os sintomas visuais normalmente descritos como visão borrada ou pontos e flashes (escotomas visuais), aumentam em incidência com o aumento da dose total. Esses sintomas parecem ser decorrentes da intensificação ou prolongamento após imagens, que também já foram reportadas.

Os sintomas muitas vezes aparecem na primeira vez ou são acentuados com a exposição a ambientes mais brilhantes.

Os distúrbios visuais normalmente são reversíveis. No entanto, casos de distúrbios visuais prolongados foram reportados depois da interrupção do tratamento com Clomid. Os distúrbios visuais podem se tornar irreversíveis, principalmente com o aumento da dose e da duração do tratamento.

Quais são as precauções, interações e contraindicações do Clomid (Citrato de Clomifeno)?

Pacientes portadoras de hipergliceridemia pré-existente não devem fazer uso do Clomifeno, uma vez que a medicação pode elevar as taxas de triglicérides. Mulheres que tenham miomas ou que sofrem de síndrome do ovário policístico devem tomar o medicamento com cautela.

O Clomifeno também não deve ser administrado em mulheres grávidas, uma vez que pode ocorrer gravidez ectópica e em outros locais fora do útero.

Também pode haver maior probabilidade de deformidade nos fetos e síndrome de Down. No entanto, não há uma quantidade estatisticamente significante para apontar que esses casos estejam relacionados com o Clomid.

O medicamento não deve ser usado por lactantes, uma vez que pode reduzir a produção de leite materno.

Em algumas pacientes, o Clomifeno pode reduzir o engurgitamento mamário pós-parto e a lactação.

O tratamento com Clomifeno também é contraindicado em pacientes com doenças hepáticas ou histórico de disfunção hepática.

Em pacientes com tumores hormônio-dependentes ou em pacientes com metrorragia anormal de origem indeterminada, o Clomifeno não deve ser administrado.

O Clomifeno não deve ser indicado para tratamento em pacientes que apresentem cisto ovariano, exceto ovário policístico, uma vez que pode provocar a dilatação adicional do cisto. As pacientes devem ser avaliadas quanto à presença de cisto ovariano antes de cada ciclo de tratamento.

O citrato de Clomifeno também é contraindicado para pacientes que apresentam disfunção tireoidiana ou adrenal descontrolada, lesão orgânica intracraniana (como, por exemplo, um tumor da hipófise), doença hepática ou histórico de disfunção hepática.

O medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou que possam ficar grávidas durante o tratamento.

Antes de iniciar o tratamento com Clomifeno é necessário realizar um exame pélvico. A incidência de carcinoma endometrial e disfunções ovulatórias aumentam com a idade e, dessa forma, a biópsia endometrial deve sempre excluir a presença de carcinoma nessas pacientes.

Não foram relatados casos de interações medicamentosas com o uso de citrato de Clomifeno. No entanto, informe o seu médico em caso de uso de medicamentos que atuam na síntese do colesterol.

Fontes:

Dados do Medicamento
Dados do Medicamento
Nome: Citrato de Clomifeno
Nomes Comerciais: Clomid, Indux ou Serophene
Princípio ativo: Citrato de Clomifeno
Fabricantes: vários
Descrição: O Citrato de Clomifeno é destinado ao tratamento da infertilidade feminina decorrente de anovulação, ou seja, para aquelas pacientes que não conseguem ovular.
Dispensa: Medicamento sujeito à receita médica
Administração: Uso Oral
Apresentação: 10 ou 30 comprimidos
Dose: 50 mg
Aplicação: Uso Adulto
Posologia: De acordo com orientação médica
Classe: Antiestrogénio
Com álcool: Não especificado
Durante a amamentação: Não recomendado
Durante a gravidez: Não recomendado
Download da bula do medicamento comid
Como Funciona
Escolha o Medicamento
Preencha o Formulário Médico
O médico emite a sua prescrição
Medicamento é enviado da farmácia
Entrega gratuita
Avaliação de Serviço
Rating
Excelente
5 4.7
4,148 pacientes deram a sua opinião sobre o nosso serviço
Avaliação de Produtos
Nossos pacientes adoram o nosso serviço
  • Atendimento ao paciente acessível para todos

    Serviço de atendimento ao paciente: Seg. - Sex. das 06:00h - 17:00h (Horário de Brasília)
  • Todos os serviços estão incluídos no preço

    Consulta médica online, prescrição e entrega + possibilidade de parcelamento
  • Entrega Expressa

    Entrega garantida de 4-6 dias (UPS) ou 7-12 dias (Correios)
Alternativas ao Clomid (Citrato de Clomifeno)
Feedback

Seu feedback

Como você classificaria o nosso site?