Outros Tratamentos

Gabapentina (Neurontin)

Comprar Neurontin (Gabapentina) online - Envio e validação de receita médica

  • Gabapentina (Neurontin)
  • Gabapentina (Neurontin)
Excelente   4.7 4,116 pacientes deram a sua opinião sobre o nosso serviço

O Neurontin é um medicamento produzido com o princípio ativo Gabapentina, indicado para tratamento de dores neuropáticas, decorrentes de lesões ou mau funcionamento dos nervos e do sistema nervoso e para terapia adjunta de crises epiléticas parciais.

Na euroClinix, você pode comprar o medicamento Gabapentina (Neurontin)online. Basta preencher um questionário e enviar a receita médica emitida pelo seu profissional de saúde.

O Gabapentina (Neurontin) está sendo revisado pelo nosso médico parceiro e não podemos aceitar pedidos no momento. Para mais informações, entre em contato com a nossa equipe de atendimento ou deixe seu email para receber notificações quando o Gabapentina (Neurontin) estiver aprovado para venda.

Perguntas e respostas sobre como comprar Gabapentina (Neurontin) online

Como consigo comprar o medicamento de prescrição Gabapentina (Neurontin) na euroClinix?

A Gabapentina (Neurontin) é um medicamento de prescrição e só pode ser comprado online com receita médica. Se você quiser comprar Neurontin (Gabapentina) online a euroClinix, você tem que ter em mãos a receita prescrita pelo seu médico ou sua médica. O processo é bastante simples: basta preencher um rápidoformulário com informações pessoais e informações do médico ou da médica que emitiu a prescrição e fazer o upload da prescrição no nosso checkout.

É seguro comprar Gabapentina (Neurontin) online na euroClinix?

A euroClinixestá legalmente autorizada para a venda de medicamentos online pela entidade britânica (MHRA) e também pela Agência Europeia de Medicamentos (veja o final da página abaixo de "Somos Certificados por:"). Se você se deparar com alguma farmáciafísica ou online que não requisite a prescriçãomédica ou qualquer dado médico, que tem preços demasiado baixos, não tem atendimento português e não tem um registo de farmácia evidente, além de potencialmente pôr a sua vida em risco, você estará cooperarando com uma atividade criminosa com possíveisimplicações legais. Escolha uma opção segura, escolha a euroClinix.

Posso comprar Gabapentina (Neurontin) sem receita médica?

Segundo determinação da Anvisa, nãoé possível comprar Gabapentina (Neurontin) sem receita médica. A Gabapentina (Neurontin)é considerado um medicamento de prescriçãomédica, ou seja, se quiser comprar, o seu estado de saúdeterá de ser previamente verificado por um médico fisicamente. Qualquer farmáciafísica ou na internet que venda Gabapentina (Neurontin)sem receita nãoestá agindo de acordo com a legislação.

Qual é o preço da Gabapentina (Neurontin) na euroClinix?

A euroClinix preza pelo seu serviço de excelência. O preço do medicamento Gabapentina (Neurontin)inclui todo esse serviço, nomeadamente, o medicamento Gabapentina (Neurontin)original e a entrega grátis em embalagem discreta. Além disso, temos uma equipe de atendimento ao paciente e equipe médica sempre ao dispor para qualquer tipo de esclarecimento.Você pode consultar os preços no início da página.

Ao usar o nosso serviço, você economizará tempo e nãoprecisará visitar uma farmácia local.

Quais os métodos de pagamento disponíveis?

Comprando medicamentos online através da euroClinix, você pode fazer o pagamento da forma que escolher, seja através de cartões de débito ou de crédito (nacional ou internacional) ou por boleto bancário.Aceitamos pagamentos em parcelas de até 6x e tambémà vista.

Os meus dados estão seguros ao comprar Gabapentina (Neurontin)online?

A Privacidade dos nossos pacientes está sempre garantida. Quando você compra Gabapentina (Neurontin)na euroClinix, todos os seus dados estarão totalmente protegidos. Dados pessoais, informações gerais, dados do cartão de crédito e informaçõesmédicas, são protegidos pelo sistema de encriptação SSL. Nenhum dos seus dados é compartilhado com terceiros sem o seu consentimento prévio. Também garantimos uma privacidade no processo de envio com a embalagem discreta e também no caso de pagar por cartão, apenas aparecerá no seu extrato a sigla da nossa empresa "HHC" ou do intermediário "goInterpay".

O que é Gabapentina (Neurontin)?

O Neurontin é um medicamento indicado para tratamento de dor neuropática, ou seja, dores devidas à lesão ou mau funcionamento dos nervos ou do sistema nervoso, sendo de uso adulto.

O medicamento também é recomendado para monoterapia ou terapia adjunta das crises epiléticas parciais, com convulsões, com ou sem generalização secundária, ou seja, crise com maior comprometimento do sistema nervoso central, acompanhado de perda de consciência, para pacientes a partir de 12 anos de idade.

A Gabentina pode ser também encontrada com os seguintes nomes comerciais: Gabaneurin, Gabarontin, Gabatin, Gamibetal, Neurizen, Neurocontrol, Progaba e Progresse.

Composição da Gabapentina (Neurontin)

Os medicamentos contendo Gabapentina, comoNeurotin, Gabaneurin, Gabarontin, Gabatin, Gamibetal, Neurizen, Neurocontrol, Progaba e Progresse, podem ser encontrados em cápsulas de 300 ou de 400 mg do princípio ativo. Como excipientes, cada cápsula contém lactose monohidratada, amido de milho e talco.

Além disso, o medicamento pode ser encontrado na forma de comprimido revestido sulcado, com 600 mg de gabapentina e os seguintes excipientes: poloxamer, copolividona, amido de milho, estearato de magnésio, Opadry® branco, cera de candelila, tinta para impressão preta e talco.

Conheça a estrutura química da Gabapentina:

estrutura-quimica-gabapentina

Quais as doses disponíveis para a Gabapentina (Neurontin)?

O princípio ativo Gabapentina também pode ser encontrado como genérico, com as marcasNeurotin, Gabaneurin, Gamibetal, Progresse e ainda com o nome do princípio ativo, em comprimidos e em cápsulas com 300, 400 ou 600 mg de Gabapentina.

Como funciona a Gabapentina (Neurontin)?

Os estudos clínicos demonstraram que a Gabapentina, princípio ativo do Neurontin, atue modulando e regulando o trânsito das mensagens entre as células do sistema nervoso, reduzindo a atividade excitatória responsável pela dor neuropática e pelas crises convulsivas.

O princípio ativo do Neurontin está relacionado ao neurotransmissor GABA, ou ácido gama-aminorobutírico, mas o seu mecanismo de ação é diferente de outros medicamentos que interagem com as sinapses GABA, como ocorre com os barbitúricos, por exemplo. O estudos clínicos demostraram que a Gabapentina reduz de forma mais leve a liberação de neurotransmissores aminoaminérgicos, impedindo que as crises ocorram ou fazendo com que ocorram com menos frequência.

A ação do medicamento não foi completamente estabelecida nos estudos clínicos, sabendo-se apenas que, em animais, o princípio ativo penetra rapidamente no cérebro, evitando as crises epilépticas por eletrochoque máximo e por convulsivantes químicos, incluindo os inibidores da síntese do GABA.

Eficácia e segurança da Gabapentina (Neurontin) de acordo com estudos clínicos

A Gabapentina (Neurontin e Gabaneurin) foi avaliada para o controle da neuralgia pós-herpética (NPH) em 2 estudos multicêntricos, randomizados, duplo-cegos, controlados por placebo, com um total de 563 pacientes randomizados que receberam pelo menos uma dose de Gabapentina.

Os pacientes eram admitidos no estudo se continuassem sentindo dor por mais de 3 meses após a resolução da erupção cutânea por herpes zoster.

Os pacientes foram estudados durante 7 e 8 semanas, tomando doses de 3.600 mg, 1.800 mg e 2.400 mg divididos em 3 doses por dia, com 3 ou 4 semanas de titulação e 4 semanas de dose fixa.

O tratamento foi iniciado com titulação de até 900 mg por dia de Gabapentina durante 3 dias. As doses foram tituladas em aumentos de 600 a 1.200 mg por dia, a intervalos de 3 a 7 dias, até a dose máxima, por 3 a 4 semanas.

Os pacientes registraram a dor em um diário por meio de uma escala numérica de gradação da dor de 11 pontos, variando de 0 para sem dor a 10, a pior dor possível. Foi exigida para randomização uma pontuação média de dor durante a fase inicial de no mínimo 4.

As análises foram conduzidas utilizando-se a população de intenção de tratamento (todos os pacientes randomizados que receberam pelo menos uma dose do medicamento em estudo).

Os dois estudos apresentaram diferenças significativas de eficácia em comparação ao placebo em todas as doses testadas.

Observou-se uma redução significativa nas pontuações médias semanais de dor durante a primeira semana de tratamento nos dois estudos e as diferenças significativas foram mantidas até o final do tratamento. Foram observados efeitos comparáveis em todos os braços ativos de tratamento e o modelo farmacocinético/farmacodinâmico forneceu evidência de eficácia em todas as doses.

Tratamento de epilepsia

Para o tratamento de epilepsia, a segurança do Neurontin foi avaliada em 2.000 pacientes participantes de estudos de terapêutica de associação. O medicamento foi bem tolerado, oferecendo bons resultados.

Do total de pacientes, 543 deles participaram de estudos clínicos controlados. Como o medicamento foi administrado de forma mais frequente em associação com outros medicamentos contra a epilepsia, não foi possível determinar quais foram os medicamentos que apresentaram efeitos colaterais.

A eficácia do Neurontin no tratamento de epilepsia também foi analisada em 3 estudos conduzidos com 705 pacientes com mais de 12 anos de idade. Os pacientes apresentavam histórico de pelo menos 4 crises parciais por mês, mesmo recebendo outros medicamentos.

O estudo avaliou os pacientes durante um período inicial de 12 semanas. A eficácia foi avaliada principalmente com base no percentual de pacientes que tiveram redução igual ou superior a 50% na frequência de crises epiléticas em relação ao basal.

Os resultados dos estudos com a Gabapentina demonstraram que pelo menos 23% dos pacientes chegaram a apresentar menos de 50% na frequência das crises, considerando os dados iniciais.

Como usar a Gabapentina (Neurontin)?

A Gabapentina (Neurontin e Gabaneurin) só deve ser usado por via oral, podendo ser administrado com ou sem alimentos. A dose do medicamento deve ser individualizada, ou seja, ajustada pelo médico, de acordo com a resposta ao tratamento.

As doses recomendas e a velocidade de ajuste, de acordo com o resultado alcançado, são as seguintes:

Epilepsia, indicado a partir dos 12 anos de idade:

A dose eficaz está entre 900 a 3.600 mg por dia. Sugere-se o uso de 300 mg, 3 vezes ao dia no primeiro dia, ou ajustando-se a mesma de acordo com os resultados. O intervalo máximo entre as doses não deve ultrapassar 12 horas para evitar a reincidência de convulsões.

Dor neuropática, indicado para adultos:

A dose eficaz estudada também está entre 900 e 3.600 mg por dia. A recomendação é que se administre uma dose inicial de 900 mg, dividida em 3 doses, ajustando-se depois de análise da resposta ao tratamento.

Pacientes portadores de insuficiência renal, com maior comprometimento das funções dos rins, podem precisar de ajuste na dose.

O ajuste de dose para pacientes em hemodiálise, modalidade de tratamento que tem como objetivo filtrar o sangue para compensar a falta de funcionamento dos rins, torna-se necessária.

Recomenda-se uma dose de ataque de 300 a 400 mg e, posteriormente, doses de 200 a 300 mg do medicamento após cada 4 horas de hemodiálise.

No caso de o paciente se esquecer de tomar a Gabapentina (Neurontin e Gabaneurin)  no horário estabelecido, deve ser tomado assim que se lembrar. No entanto, se já estiver próximo do horário da próxima dose, deve pular a dose esquecida e tomar a próxima, continuando normalmente o tratamento.

É importante observar que, se o paciente esquecer uma dose, pode comprometer o resultado final do tratamento.

Quais são os efeitos colaterais da Gabapentina (Neurontin)?

Durante os estudos clínicos, observou-se que a Gabapentina (Neurontin e Gabaneurin)  pode provocar alguns efeitos colaterais que, no entanto, não se apresentam em todos os pacientes.

Os efeitos colaterais mais frequentemente documentados foram os seguintes:

Efeitos colaterais do Neurontin (Gabapentina)
Geral:
  • Sensação de mal-estar;
  • Edema (inchaço) generalizado.
  • Fadiga/astenia (cansaço);
  • Febre;
  • Infecção viral;
  • Dor;
Digestivo:
  • Boca ou garganta seca;
  • Náusea e/ou vômito;
  • Flatulência (gases no estômago ou intestinos);
  • Anorexia (falta de apetite);
  • Dispepsia (má digestão);
  • Constipação (prisão de ventre);
  • Leucopenia é uma alteração descrita no exame de sangue (hemograma) que indica uma diminuição do número de leucócitos ou glóbulos brancos (células de defesa) circulantes;
  • Inflamação nas gengivas (gengivite) e/ou no pâncreas (pancreatite).
  • Hematológico (sistema sanguíneo)
  • Trombocitopenia
  • Púrpuras (manchas roxas sob a pele devido à pequenos sangramentos);
  • Diarreia;
  • Anormalidades dentárias;
  • Aumento do apetite;
Metabólico e Nutricional:
  • Alterações nos testes laboratoriais de funcionamento do fígado;
  • Hepatite (inflamação do fígado);
  • Ginecomastia (aumento do tamanho das mamas em homens);
  • Hipertrofia das mamas;
  • Icterícia (coloração amarelada da pele, geralmente, devido a problemas no fígado);
Musculoesquelético:
  • Fratura;
  • Mialgia (dor muscular);
  • Artralgia (dor nas juntas);
Sistema Nervoso:
  • Tinido (zumbido no ouvido);
  • Confusão mental;
  • Alucinações;
  • Amnésia (perda de memória);
  • Sonolência ou insônia;
  • Nervosismo;
  • Tremor;
  • Tontura;
  • Vertigem;
  • Alteração do humor;
  • Disartria (dificuldade de pronunciar as palavras);
  • Hipercinesia (movimentação excessiva);
  • Coreoatetose (movimentos involuntários e bruscos dos braços e pernas);
  • Discinesia (movimentos descoordenados localizados ou em todo corpo);
  • Queda;
  • Distonia (espasmos musculares involuntários);
  • Mioclonia (contrações musculares);
  • Aumento, diminuição ou abolição de reflexos;
  • Coordenação anormal;
  • Depressão;
  • Instabilidade emocional;
  • Nistagmo (movimentação rítmica, involuntária dos olhos geralmente, em direção horizontal);
  • Pensamento anormal;
  • Abalos musculares;
  • Ansiedade;
  • Hostilidade;
  • Alteração da marcha;
  • Perda de consciência (desmaio);
  • Hiperestesia (excesso de sensibilidade);
  • Agitação (alteração do comportamento);
  • Ataxia (falta de coordenação dos movimentos, principalmente ao caminhar);
Visão:
  • Ambliopia (diminuição da visão);
  • Visão anormal;
  • Diplopia (visão dupla, estrábica);
Sistema Respiratório:
  • Tosse;
  • Faringite;
  • Rinite;
  • Pneumonia (infecção do pulmão);
  • Dispneia (falta de ar);
Pele e anexos:
  • Escoriação ("pele ralada");
  • Acne (cravos e espinhas);
  • Prurido (coceira);
  • Rash (vermelhidão na pele)
  • Eritema multiforme (manchas vermelhas na pele com formas diferentes);
  • Síndrome de Stevens-Johnson;
  • Alopecia (queda de cabelo);
  • Angioedema (inchaço do corpo devido à reação alérgica);
  • Reação alérgica incluindo urticária.
Urogenital:
  • Impotência;
  • Infecção do trato urinário;
  • Insuficiência renal aguda;
  • Incontinência urinária;

Também foram relatados eventos adversos após a interrupção repentina de Neurontin. Os eventos mais frequentemente relatados foram os seguintes:

Quais são as precauções, interações e contraindicações da Gabapentina (Neurontin)?

O paciente não deve usar Neurontin se apresentar hipersensibilidade ao princípio ativo Gabapentina (Neurontin e Gabaneurin) ou a qualquer componente de sua formulação.

O tratamento com Neurontin não deve ser interrompido repentinamente, recomendando-se que sua suspensão seja gradual, ao longo de pelo menos uma semana.

A interrupção repentina pode desencadear o desenvolvimento de crises convulsivas, que podem piorar o estado de mal epiléptico, com crises convulsivas uma após a outra, sem intervalos, de difícil controle.

Após iniciar o tratamento com Neurontin, alguns efeitos colaterais como erupção cutânea ou outros sinais ou sintomas de hipersensibilidade, como febre ou linfadenopatia (surgimento de ínguas ou gânglios), podem indicar algum problema grave de saúde e o paciente deve relatar qualquer ocorrência ao seu médico imediatamente.

O paciente deve avisar ao seu médico sobre qualquer medicamento que esteja tomando ou se vai começar algum tratamento, além de informar sobre a ingestão de álcool. O médico deve avaliar se os medicamentos reagem entre si, alterando sua ação.

Precauções

O Neurontin não deve ser tomado em conjunto com antiácidos que contenham alumínio e magnésio. Se o paciente faz uso dessa medicação, deve fazer um intervalo de 2 horas entre a dose do Neurontin e do antiácido.

O uso de Neurontin com opioides (analgésicos) pode aumentar a concentração do princípio ativo no sangue. O medicamento usado em conjunto com outros medicamentos anticonvulsivantes pode alterar exames laboratoriais, como proteinúria (proteína aumentada na urina).

Caso o paciente faça exames laboratoriais durante o tratamento com Neurontin, deve avisar o médico e o laboratório.

Casos de abuso e dependência foram relatados no banco de dados pós-comercialização. Como acontece com qualquer medicamento ativo do sistema nervoso central, o médico deve avaliar cuidadosamente seu histórico quanto ao abuso de medicamentos, bem como sinais de abuso do Neurontin.

O tratamento com Neurontin tem sido associado a tonturas e sonolência, que podem aumentar a ocorrência de lesões acidentais. Existem relatos de confusão, de perda de consciência e comprometimento mental. Os pacientes devem ser avisados para tomarem as devidas precauções, até que estejam familiarizados com os potenciais efeitos do medicamento.

Populações especiais

O Neurontin não deve ser indicado para mulheres grávidas sem estrita orientação médica, e desde que seus benefícios à mãe superem os riscos para o feto. A paciente deve informar o seu médico se estiver grávida, planejando engravidar ou se engravidar durante o tratamento.

O princípio ativo de Neurontin é excretado no leite materno, o que indica que o uso por mulheres lactantes só deve ser feito sob estrita orientação e observação médica. A paciente deve avisar o médico se estiver amamentando ou se começar a amamentar durante o tratamento.

Interação Medicamentosa

Existem relatos espontâneos e casos comprovados sobre depressão respiratória ou sedação associados ao uso de Gabapentina e de opioides. Em alguns casos, os autores consideram essa como sendo uma preocupação particular com a combinação da Gabapentina e opioides, principalmente em pacientes idosos.

Estudos envolvendo voluntários sadios utilizando concomitantemente Neurontin e uma cápsula controlada de 60 mg de morfina demonstraram um aumento no limiar de dor. O significado clínico dessa alteração não foi definido.

Não foram observadas interações entre a Gabapentina e o Fenobarbital, a Fenitoína, o ácido valproico ou a Carbamazepina. Os perfis farmacocinéticos do princípio ativo no estado de equilíbrio são similares para pessoas sadias e para pacientes epilépticos recebendo esses medicamentos anticonvulsivantes.

A administração de Gabapentina com anticoncepcionais orais contendo Noretindrona ou Etinilestradiol não influencia os efeitos do medicamento.

O uso concomitante de Neurontin(Gabapentina) com antiácidos contendo alumínio e magnésio reduz a biodisponibilidade do princípio ativo em cerca de 20%. Recomenda-se que o Neurontin seja administrado duas horas após a administração de antiácidos.

Fontes:

Dados do Medicamento
Dados do Medicamento
Nome: Neurontin
Princípio ativo: Gabapentina
Fabricantes: Pfeizer
Descrição: Neurontin (gabapentina) é indicado para: tratamento da dor neuropática (dor devido à lesão e/ou mau funcionamento dos nervos e/ou do sistema nervoso) em adultos; como monoterapia (uso apenas de Neurontin) e terapia adjunta das crises epilépticas parciais (convulsões), com ou sem generalização secundária (crise com maior comprometimento do sistema nervoso central acompanhada de perda da consciência).
Dispensa: Medicamento sujeito à receita médica
Administração: Uso Oral
Apresentação: 10 ou 30 cápsulas; 27comprimidos revestidos
Doses: 300mg, 400mg ou 600mg
Aplicação: Uso em pacientes a partir de 12 anos de idade
Posologia: De acordo com orientação médica
Classe: Anticonvulsivante
Com álcool: Não recomendado
Durante a amamentação: Não recomendado
Durante a gravidez: Não recomendado
Download da bula do medicamento Gabapentina (Neurontin)
Como Funciona
Escolha o Medicamento
Preencha o Formulário Médico
O médico emite a sua prescrição
Medicamento é enviado da farmácia
Entrega gratuita
Avaliação de Serviço
Rating
Excelente
5 4.7
4,116 pacientes deram a sua opinião sobre o nosso serviço
Avaliação de Produtos
Nossos pacientes adoram o nosso serviço
  • Atendimento ao paciente acessível para todos

    Serviço de atendimento ao paciente: Seg. - Sex. das 06:00h - 17:00h (Horário de Brasília)
  • Todos os serviços estão incluídos no preço

    Consulta médica online, prescrição e entrega + possibilidade de parcelamento
  • Entrega Expressa

    Entrega garantida de 4-6 dias (UPS) ou 7-12 dias (Correios)
Alternativas ao Gabapentina (Neurontin)
Feedback

Seu feedback

Como você classificaria o nosso site?