Outros Tratamentos

Galvus (Vildagliptina)

Comprar Galvus (Vildagliptina) online - Envio e validação de receita médica

  • Galvus (Vildagliptina)
  • Galvus (Vildagliptina)
Excelente   4.7 4,148 pacientes deram a sua opinião sobre o nosso serviço

Galvus é um medicamento que contém como princípio ativo a Vildagliptina, substância desenvolvida para tratamento adjuvante à dieta e ao exercício para melhorar o índice glicêmico em pacientes com diabetes mellitus tipo 2. O medicamento pode ser usado em monoterapia ou em terapia dupla ou tripla com outros antidiabéticos.

Na euroClinix, você pode comprar o medicamento Galvus (Vildagliptina) online. Basta preencher um questionário e enviar a receita médica emitida pelo seu profissional de saúde.

O medicamento Galvus (Vildagliptina) está sendo revisado pelo nosso médico parceiro e não podemos aceitar pedidos no momento. Para mais informações, entre em contato com a nossa equipe de atendimento ou deixe seu email para receber notificações quando o medicamento Galvus (Vildagliptina) estiver aprovado para venda.

Perguntas e respostas sobre como comprar Galvus (Vildagliptina) online

Como consigo comprar o medicamento de prescrição Galvus (Vildagliptina) na euroClinix?

O Galvus (Vildagliptina) é um medicamento de prescrição e só pode ser comprado online com receita médica. Se você quiser comprar Galvus (Vildagliptina) online a euroClinix, você tem que ter em mãos a receita prescrita pelo seu médico ou sua médica. O processo é bastante simples: basta preencher um rápido formulário com informações pessoais e informações do médico ou da médica que emitiu a prescrição e fazer o upload da prescrição no nosso checkout.

É seguro comprar Galvus (Vildagliptina) online na euroClinix?

A euroClinix está legalmente autorizada para a venda de medicamentos online pela entidade britânica (MHRA) e também pela Agência Europeia de Medicamentos (veja o final da página abaixo de "Somos Certificados por:"). Se você se deparar com alguma farmácia física ou online que não requisite a prescrição médica ou qualquer dado médico, que tem preços demasiado baixos, não tem atendimento português e não tem um registo de farmácia evidente, além de potencialmente pôr a sua vida em risco, você estará cooperarando com uma atividade criminosa com possíveis implicações legais. Escolha uma opção segura, escolha a euroClinix.

Posso comprar Galvus (Vildagliptina) sem receita médica?

Segundo determinação da Anvisa, não é possível comprar Galvus (Vildagliptina) sem receita médica. O Galvus (Vildagliptina) é considerado um medicamento de prescrição médica, ou seja, se quiser comprar, o seu estado de saúde terá de ser previamente verificado por um médico fisicamente. Qualquer farmácia física ou na internet que venda Galvus (Vildagliptina) sem receita não está agindo de acordo com a legislação.

Qual é o preço do Galvus (Vildagliptina) na euroClinix?

A euroClinix preza pelo seu serviço de excelência. O preço do medicamento Galvus (Vildagliptina) inclui todo esse serviço, nomeadamente, o medicamento Galvus (Vildagliptina) original e a entrega grátis em embalagem discreta. Além disso, temos uma equipe de atendimento ao paciente e equipe médica sempre ao dispor para qualquer tipo de esclarecimento.Você pode consultar os preços no início da página.

Ao usar o nosso serviço, você economizará tempo e não precisará visitar uma farmácia local.

Quais os métodos de pagamento disponíveis?

Comprando medicamentos online através da euroClinix, você pode fazer o pagamento da forma que escolher, seja através de cartões de débito ou de crédito (nacional ou internacional) ou por boleto bancário.Aceitamos pagamentos em parcelas de até 6x e também à vista.

Os meus dados estão seguros ao comprar Galvus (Vildagliptina) online?

A Privacidade dos nossos pacientes está sempre garantida. Quando você compra Galvus (Vildagliptina) na euroClinix, todos os seus dados estarão totalmente protegidos. Dados pessoais, informações gerais, dados do cartão de crédito e informações médicas, são protegidos pelo sistema de encriptação SSL. Nenhum dos seus dados é compartilhado com terceiros sem o seu consentimento prévio. Também garantimos uma privacidade no processo de envio com a embalagem discreta e também no caso de pagar por cartão, apenas aparecerá no seu extrato a sigla da nossa empresa "HHC" ou do intermediário "goInterpay".

O que é o Galvus (Vildagliptina)?

O Galvus, contendo o princípio ativo Vildagliptina, é um medicamento indicado como adjuvante à dieta e ao exercício para manter o controle de glicemia em pacientes portadores de diabetes mellitus tipo 2.

O medicamento pode ser usado como monoterapia e em combinação com outros medicamentos antidiabéticos.

Em combinação dupla, o Galvus pode ser usado com Metformina (Galvus Met), quando o paciente está em regime de dietas e exercícios e quando o Metformina em monoterapia não resultar em controle glicêmico adequado.

O Galvus também pode ser utilizado com Sulfonilureia e com Tiazolidinediona, nas mesmas condições.

Em combinação tripla, o Galvus pode ser indicado juntamente com Sulfonilureia e Metformina quando o paciente não conseguir o controle glicêmico adequado, mesmo fazendo dieta e exercícios.

O medicamento também pode ser usado em combinação com insulina, com ou sem Metformina, quando uma dose estável de insulina não apresentar resultados desejados.

Conheça a estrutura química da Vildagliptina:

estrutura-quimica-vildagliptina

Composição do Galvus (Vildagliptina)?

O Galvus é disponibilizado em comprimidos contendo 50 mg do princípio ativo Vildagliptina. Cada comprimido contém, além do princípio ativo, os seguintes excipientes: lactose, celulose microcristalina, amidoglicolato de sódio e estereato de magnésio.

O Galvus Met combina os princípios ativos vildagliptina e cloridrato de metformina, contendo também excipientes hiprolose, estearato de magnésio, hipromelose, dióxido de titânio, macrogol, talco e óxido férrico amarelo

Quais as doses disponíveis para o Galvus (Vildagliptina)?

O Galvus é comercializado apenas na dose de 50 mg do princípio ativo, em embalagens contendo 14, 28 ou 56 comprimidos.

O Galvus Met está disponível nas doses 50 mg/500 mg, 50 mg/850 mg ou 50 mg/1.000 mg (vildagliptina/cloridrato de metformina), em embalagens com 14 ou 56 comprimidos revestidos.

Como funciona o Galvus (Vildagliptina)?

O princípio ativo presente no Galvus, a Vildagliptina, é uma substância da classe dos ativadores das ilhotas pancreáticas, sendo um inibidor potente e seletivo da DPP-4, ou dipeptidil-peptidase, ajudando a manter o controle da glicemia.

A inibição da DPP-4 pelo princípio ativo resulta em um aumento nos níveis endógenos dos hormônios conhecidos como incretinas, GLP-1 (peptídeo glucagon símile 1) e GIP (polipeptídeo insulinotrópico glicose-dependente), tanto em jejum quanto depois das refeições.

A administração de Galvus resulta em uma rápida e completa inibição da DPP-4 e, em pacientes com diabetes tipo 2, o seu uso leva à inibição da atividade enzimática a DPP-4 por um período de 24 horas.

Eficácia e segurança do Galvus (Vildagliptina) de acordo com estudos clínicos

Mais de 15 mil pacientes com diabetes mellitus tipo 2 participaram dos estudos clínicos, duplo-cegos, placebo e ativo controlados, com até mais de 2 anos de duração.

Nos estudos, o princípio ativo Vildagliptina foi administrado em mais de 9 mil pacientes em doses diárias de 50 mg uma vez ao dia, 50 mg duas vezes ao dia ou 100 mg uma vez ao dia. Cerca de 5 mil pacientes homens e 4 mil pacientes mulheres receberam o medicamento à base de 50 mg uma vez o dia ou 100 mg uma vez ao dia.

Entre os integrantes dos estudos, mais de 1.900 pacientes eram maiores ou tinham 65 anos de idade. Nos estudos, a Vildagliptina foi administrada como monoterapia em pacientes não controlados adequadamente por outros medicamentos antidiabéticos.

De uma forma geral, o medicamento melhorou o índice glicêmico quando administrado em monoterapia ou em combinação com Metformina, Sulfonilureia ou Tiazolidinediona, com insulina ou em combinação tripla com Metformina e Sulfonilureia, apresentando relevante redução da glicose.

Durante os estudos clínicos, a magnitude das reduções dos níveis de glicemia com o Vildagliptina mostrou-se maior em pacientes que apresentavam esses índices iniciais mais elevados.

Como usar o Galvus (Vildagliptina)?

O Galvus pode ser administrado com ou sem as refeições. A dose diária de 50 mg deve ser administrada uma vez ao dia, sempre pela manhã. A dose de 100 mg deve ser administrada em duas partes, divididas em 50 mg cada uma, administradas pela manhã e à noite.

Caso o paciente perca uma dose, ela deve ser tomada assim que ele se lembrar, não devendo tomar uma dose duplicada no mesmo dia.

O paciente deve saber que a manutenção da terapia antidiabética deve ser individualizada.

A dose recomendada de Galvus é de 50 mg, uma ou duas vezes ao dia, sendo a dose máxima diária permitida de 100 mg, tanto em monoterapia quando em combinação com outros antidiabéticos.

Quando utilizado em combinação com Sulfonilureia, a dose recomendada é de 50 mg uma vez ao dia. Nos estudos clínicos, as doses diárias de terapia combinada não foram mais efetivas do que as doses de 50 mg uma vez ao dia.

Havendo combinação tripla de Galvus com Metformina e Sulfonilureia, a dose diária recomendada é de 100 mg, em duas doses diárias de 50 mg.

No caso de o paciente estiver tomando a dose máxima recomendada e for exigido um controle glicêmico mais rigoroso, pode-se considerar a inclusão de outro medicamento, como Metformina, Sulfonilureia, Tiazolidinediona ou insulina.

Quais são os efeitos colaterais do Galvus (Vildagliptina)?

Em termos de efeitos colaterais do Galvus (Vildagliptina), algumas reações adversas se aparecerem necessitam de cuidados médicos imediatos. Confira a tabela abaixo:

Reações adversas do Galvus (Vildagliptina) que requerem cuidados médicos imediatos
  • Inchaço da face, língua ou garganta, dificuldade para engolir ou respirar, erupção cutânea ou urticária (angioedema)
  • Cor amarelada da pele e/ou olhos, náusea, perda de apetite, coloração escura da urina (possíveis problemas no fígado)
  • Dor intensa na região do estômago (possível inflamação no pâncreas)
  • Dor de cabeça, fraqueza, sonolência, tonturas, confusão, fome, irritabilidade, aceleramento dos batimentos cardíacos, sudorese, sensação de nervosismo (possíveis sintomas de hipoglicemia)

Os efeitos colaterais relatados pelos pacientes que receberam Vildagliptina como monoterapia e como terapia adjuvante nos estudos duplo-cego, foram classificados por frequência, com os efeitos mais frequentes em primeiro lugar.

A incidência de efeitos colaterais teve como base a convenção CIOMS III. Confira abaixo mais informação sobre a frequência de cada incidência.

  • Muito comuns, em até 1 para 10 pacientes;
  • Comum, em 1 para 10 a 100 pacientes;
  • Incomuns, em 1 para 100 a 1.000 pacientes;
  • Raras, em 1 para 1.000 a 10 mil pacientes;
  • Muito raras, em 1 para 10 mil pacientes ou mais.

A incidência geral de interrupção do tratamento com Vildagliptina em monoterapia não foi maior em pacientes tratados com uma dose de 50 mg uma vez ao dia (2%) ou de uma dose de 50 mg duas vezes ao dia (0,1%), quando comparados ao placebo (0,6%) ou comparadores (0,5%).

O medicamento não oferece qualquer efeito sobre o peso, quando administrado como monoterapia.

Os efeitos colaterais apresentados durante os estudos em monoterapia com Vildagliptina foram os seguintes:

Efeitos Colaterais em Monoterapia com Vildagliptina (Galvus)

Distúrbios do sistema nervoso:

  • Comum: tontura
  • Incomum: dor de cabeça

Distúrbios gastrointestinais:

  • Incomum: constipação

Distúrbios gerais e condições do local de administração:

  • Incomum: edema periférico

Os estudos clínicos com a combinação de Vildagliptina com Metformina tiveram a desistência de 0,4% dos pacientes recebendo 50 mg uma vez ao dia, em razão de efeitos colaterais, não havendo interrupção do tratamento nos grupos que tomaram Vildagliptina 50 mg duas vezes ao dia.

O medicamento, em combinação com Metformina, não apresentou qualquer efeito sobre o peso do paciente.

A associação de Vildagliptina com Metformina, em estudos de longa duração, maiores que 2 anos, não apresentou qualquer risco inesperado para o paciente.

Em combinação com Sulfonilureia, a incidência de interrupção do tratamento em razão de efeitos colaterais foi de 0,6%, em doses de 50 mg diárias e de 1,2% em doses duplas de 50 mg diárias, não havendo qualquer incidência sobre o peso do paciente.

Os efeitos colaterais observados foram os seguintes:

Efeitos Colaterais da Vildagliptina em combinação com Metformina (Galvus Met)

Distúrbios do sistema nervoso:

  • Comum: tremor, dor de cabeça e tontura

Distúrbios gerais:

  • Comum: astenia

Em estudos com a combinação de Vildagliptina a uma Tiazolidinediona, 0,7% dos pacientes interromperam o tratamento em decorrência de efeitos colaterais, tanto com doses de 50 mg ao dia quanto em duas doses de 50 mg ao dia.

Não houve relatos de eventos de hipoglicemia nos pacientes e a alteração do peso corpóreo, comparada ao placebo, foi de 0,1 kg e 1,3 kg para Vildagliptina 50 mg uma vez ao dia e duas vezes ao dia, respectivamente.

Os efeitos colaterais observados foram os seguintes:

Laboratoriais:

  • Comum: aumento de peso

Distúrbios gerais e condições do local de administração:

  • Comum: edema periférico

Nos estudos clínicos controlados usando Vildagliptina 50 mg duas vezes ao dia, em combinação com insulina, com ou sem Metformina concomitante, a incidência global de interrupção do tratamento por causa de efeitos colaterais foi de 0,3% no grupo de tratamento, não havendo interrupção no grupo de placebo.

A incidência de hipoglicemia foi similar em ambos os grupos de tratamento, com 14% no grupo de Vildagliptina, contra 16,4% no grupo do placebo. Dois pacientes relataram eventos de hipoglicemia grave no grupo de Vildagliptina e 6 pacientes no grupo do placebo.

O efeito no peso corpóreo dos pacientes foi neutro, com mudança de 0,6 kg a partir do início no grupo de Vildagliptina e nenhuma alteração no grupo do placebo.

Os efeitos colaterais observados foram os seguintes:

Distúrbios do sistema nervoso:

  • Comum: dor de cabeça e calafrios

Distúrbios gastrointestinais:

  • Comum: náusea e doença de refluxo gastroesofágico
  • Incomum: diarreia e flatulência

Laboratoriais:

  • Comum: hipoglicemia

Não houve interrupção no tratamento em razão de efeitos colaterais no grupo de tratamento com Vildagliptina com Metformina e Glimepirida, contra 0,6% no grupo de tratamento com placebo e os dois medicamentos indicados.

A incidência de hipoglicemia foi comum em ambos os grupos de tratamento, com 5,1% e 1,9%, respectivamente, nos grupos de Vildagliptina e placebo. Um evento de hipoglicemia grave foi relatado no grupo da Vildagliptina.

Ao final do estudo, os efeitos no peso corpóreo médio foram neutros, com 0,6 kg no grupo da Vildagliptina, e menos 0,1 kg no grupo do placebo.

Os efeitos colaterais observados foram os seguintes:

Distúrbios do sistema nervoso:

  • Comum: tontura e tremor

Distúrbios gerais e condições no local de administração:

  • Comum: astenia

Distúrbios metabólicos e nutricionais:

  • Hipoglicemia

Distúrbios de pele e tecido subcutâneo:

  • Comum: hiperidrose

Efeitos colaterais ao medicamento em relatos de casos espontâneos e casos da literatura, na experiência pós-comercialização, com frequência desconhecida, foram apresentados.

Como essas reações são relatadas de forma voluntária, por uma população de tamanho incerto, não é possível estimar com segurança sua frequência, sendo, dessa forma, classificada como desconhecida.

Veja na tabela abaixo os efeitos colaterais do Galvus (Vildagliptina) com frequência desconhecida:

Efeitos colaterais do Galvus (Vildagliptina) com frequência desconhecida
  • Hepatite, que se tornou reversível depois da interrupção do tratamento;
  • Urticária, lesões esfoliativas na pele e bolhas, incluindo penfigoide bolhoso;
  • Pancreatite;
  • Artralgia, algumas vezes grave.

Quais são as precauções, interações e contraindicações do Galvus (Vildagliptina)?

O princípio ativo Vildagliptina, presente no medicamento Galvus, é contraindicado para pacientes com conhecida hipersensibilidade à substância, ou mesmo a qualquer um dos seus excipientes.

População especial

Em pacientes com insuficiência renal leve, não são exigidos ajustes na dose do medicamento. Em pacientes com insuficiência renal moderada ou grave, ou mesmo doença renal em fase terminal, a dose recomendada do Galvus é de 50 mg uma vez ao dia.

Em decorrência da limitada experiência em pacientes com doença renal em fase terminal com hemodiálise, o Galvus deve ser utilizado com cautela.

O Galvus não é indicado para pacientes com insuficiência hepática, incluindo pacientes com níveis pré-tratamento acima de 2,5 vezes o LSN para ALT ou AST.

O medicamento não foi estudado em pacientes com idade inferior a 18 anos. Nesse caso, não se recomenda o uso do Galvus para pacientes pediátricos.

Em pacientes com 65 anos de idade ou mais, tratados com Vildagliptina, não foi observada qualquer diferença com relação à segurança, à tolerabilidade ou à eficácia do medicamento. Dessa forma, nenhum ajuste da dose é necessário para pacientes idosos.

Interação medicamentosa

O princípio ativo do Galvus apresenta baixo potencial para interações com outros medicamentos. Uma vez que a Vildagliptina não é um substrato das enzimas do citocromo PCYP450, nem inibe ou induz as enzimas CYP450, não sendo comum a interação com medicamentos concomitantes que são substratos, inibidores ou indutores dessas enzimas.

O princípio ativo Vildagliptina, além disso, não afeta a depuração metabólica de medicamentos concomitantes, metabolizados pelo grupo de enzimas CYP.

Os estudos de interações do princípio ativo com outros medicamentos foram conduzidos com medicações comumente co-prescritas para pacientes com diabetes mellitus tipo 2 ou medicações com uma janela terapêutica estreia.

Como resultado desses estudos, não foi observada qualquer interação de relevância clínica com a coadministração da Vildagliptina com outros antidiabéticos orais, como, por exemplo, Glibenclamida, Pioglitazona, Metformina, Anlodipino, Digoxina, Ramipril, Sinvastatina, Valsartana ou Varfarina.

Fontes:

Dados do Medicamento
Dados do Medicamento
Nome: Galvus ou Galvus Met
Princípio ativo: Vildagliptina ou Vildagliptina + Cloridrato de Metformina
Fabricante: Novartis
Descrição: O Galvus (Vildagliptina) é um medicamento usado para tratar pacientes com diabetes mellitus tipo 2, cuja condição não pode ser controlada pela dieta e exercício sozinhos. Ele ajuda a controlar os níveis sanguíneos de açúcar. Tais medicamentos são conhecidos como antidiabéticos orais. O Galvus é indicado em combinação com insulina (com ou sem metformina), apenas quando uma dose estável de insulina, aliado à dieta e exercício físico, não resultarem em controle glicêmico adequado. O Galvus Met (Vildagliptina + Cloridrato de Metformina) é um medicamento utilizado para o tratamento do diabetes mellitus tipo 2. Ele ajuda a controlar o nível de açúcar no sangue. Ele é prescrito junto com a dieta e o exercício em pacientes já tratados com vildagliptina e cloridrato de metformina em comprimidos separados ou para aqueles pacientes cujo diabetes mellitus tipo 2 não esteja adequadamente controlado com cloridrato de metformina ou vildagliptina em monoterapia, ou como primeiro tratamento para diabetes em pacientes quando esta não é adequadamente controlada apenas com dieta e exercício físico, desde que os pacientes apresentem hiperglicemia moderada a grave (HbA1c acima de 7,6%). Galvus Met também é prescrito em combinação com sulfonilureia junto com a dieta e o exercício em pacientes inadequadamente controlados com metformina e sulfonilureia. Galvus Met™ também é prescrito como complemento à insulina junto com a dieta e o exercício para melhorar o controle do açúcar no sangue (controle glicêmico) em pacientes nos quais uma dose estável de insulina e metformina sozinhas não fornecem o controle glicêmico adequado.
Dispensa: Medicamento sujeito à receita médica 
Administração: Uso oral
Apresentação: 14, 28 ou 56 comprimidos
Dose: 50 mg (vildagliptina) ou 50 mg/500 mg, 50 mg/850 mg ou 50 mg/1.000 mg (vildagliptina/cloridrato de metformina)
Aplicação: Uso adulto
Posologia: De acordo com orientação médica
Classe: Antidiabético oral
Com álcool: Não recomendado
Durante a amamentação: Não recomendado
Durante a gravidez: Não recomendado
Download da bula do medicamento Galvus (Vildagliptina)
Como Funciona
Escolha o Medicamento
Preencha o Formulário Médico
O médico emite a sua prescrição
Medicamento é enviado da farmácia
Entrega gratuita
Avaliação de Serviço
Rating
Excelente
5 4.7
4,148 pacientes deram a sua opinião sobre o nosso serviço
Avaliação de Produtos
Nossos pacientes adoram o nosso serviço
  • Atendimento ao paciente acessível para todos

    Serviço de atendimento ao paciente: Seg. - Sex. das 06:00h - 17:00h (Horário de Brasília)
  • Todos os serviços estão incluídos no preço

    Consulta médica online, prescrição e entrega + possibilidade de parcelamento
  • Entrega Expressa

    Entrega garantida de 4-6 dias (UPS) ou 7-12 dias (Correios)
Alternativas ao Galvus (Vildagliptina)
Feedback

Seu feedback

Como você classificaria o nosso site?