Outros Tratamentos

Triumeq

Comprar Triumeq online - Envio e validação de receita médica

  • Triumeq
  • Triumeq
Excelente   4.7 4,136 pacientes deram a sua opinião sobre o nosso serviço

O Triumeq é um medicamento indicado para tratamento de HIV, o vírus da imunodeficiência adquirida humana, servindo para adultos e adolescentes acima dos 12 anos de idade e com peso superior a 40 kg. O medicamento é indicado àqueles que nunca tenham realizado qualquer tratamento contra o HIV ou que estejam convivendo com o HIV sem resistência documentada ou clinicamente suspeita a quaisquer dos 3 agentes antirretrovirais nele presentes (Dolutegravir, Abacavir e Lamivudina).

Na euroClinix, você pode comprar o medicamento Triumeq online. Basta preencher um questionário e enviar a receita médica emitida pelo seu profissional de saúde.

O Triumeq está sendo revisado pelo nosso médico parceiro e não podemos aceitar pedidos no momento. Para mais informações, entre em contato com a nossa equipe de atendimento ou deixe seu email para receber notificações quando o Triumeq estiver aprovado para venda.

Perguntas e respostas sobre como comprar Triumeq online

Como consigo comprar o medicamento de prescrição Triumeq na euroClinix?

O Triumeq é um medicamento de prescrição e só pode ser comprado online com receita médica. Se você quiser comprar Triumeq online a euroClinix, você tem que ter em mãos a receita prescrita pelo seu médico ou sua médica. O processo é bastante simples: basta preencher um rápido formulário com informações pessoais e informações do médico ou da médica que emitiu a prescrição e fazer o upload da prescrição no nosso checkout.

É seguro comprar Triumeq online na euroClinix?

A euroClinix está legalmente autorizada para a venda de medicamentos online pela entidade britânica (MHRA) e também pela Agência Europeia de Medicamentos (veja o final da página abaixo de "Somos Certificados por:"). Se você se deparar com alguma farmácia física ou online que não requisite a prescrição médica ou qualquer dado médico, que tem preços demasiado baixos, não tem atendimento português e não tem um registo de farmácia evidente, além de potencialmente pôr a sua vida em risco, você estará cooperarando com uma atividade criminosa com possíveis implicações legais. Escolha uma opção segura, escolha a euroClinix.

Posso comprar Triumeq sem receita médica?

Segundo determinação da Anvisa, não é possível comprar Triumeq sem receita médica. O Triumeq é considerado um medicamento de prescrição médica, ou seja, se quiser comprar, o seu estado de saúde terá de ser previamente verificado por um médico fisicamente. Qualquer farmácia física ou na internet que venda Triumeq sem receita não está agindo de acordo com a legislação.

Qual é o preço do Triumeq na euroClinix?

A euroClinix preza pelo seu serviço de excelência. O preço do medicamento Triumeq inclui todo esse serviço, nomeadamente, o medicamento Triumeq original e a entrega grátis em embalagem discreta. Além disso, temos uma equipe de atendimento ao paciente e equipe médica sempre ao dispor para qualquer tipo de esclarecimento.Você pode consultar os preços no início da página.

Ao usar o nosso serviço, você economizará tempo e não precisará visitar uma farmácia local.

Quais os métodos de pagamento disponíveis?

Comprando medicamentos online através da euroClinix, você pode fazer o pagamento da forma que escolher, seja através de cartões de débito ou de crédito (nacional ou internacional) ou por boleto bancário.Aceitamos pagamentos em parcelas de até 6x e também à vista.

Os meus dados estão seguros ao comprar Triumeq online?

A Privacidade dos nossos pacientes está sempre garantida. Quando você compra Triumeq na euroClinix, todos os seus dados estarão totalmente protegidos. Dados pessoais, informações gerais, dados do cartão de crédito e informações médicas, são protegidos pelo sistema de encriptação SSL. Nenhum dos seus dados é compartilhado com terceiros sem o seu consentimento prévio. Também garantimos uma privacidade no processo de envio com a embalagem discreta e também no caso de pagar por cartão, apenas aparecerá no seu extrato a sigla da nossa empresa "HHC" ou do intermediário "goInterpay".

O que é Triumeq?

O Triumeq é indicado para o tratamento de adultos e de adolescentes infectados com o HIV, que tenham mais de 12 anos de idade e que tenham peso maior do que 40 kg.

Antes do início da terapêutica com Triumeq, é necessário realizar o teste para detecção da presença do alelo HLA-B-5701 no paciente, independentemente de sua origem étnica. O Abacavir, um dos componentes do Triumeq, não deve ser indicado para pacientes que possuem esse alelo.

O Triumeq é um composto de três princípios ativos, Dolutegravir, Abacavir e Lamivudina, não apresentando qualquer genérico com a mesma composição no mercado.

Conheça as estruturas químicas do princípios ativo do Triumeq:

principios-ativos-triumeq

Composição do Triumeq

Cada comprimido revestido de Triumeq contém 50 mg (equivalente a 52,6 mg de Dolutegravir sódico, de Dolutegravir; 600 mg (equivalente a 702 mg de Sulfato de Abacavir), de Abacavir; e 300 mg de Lamivudina.

Cada comprimido contém ainda os seguintes excipientes: D-manitol, celulose microcristalina, povidona K29/32, amidoglicolato de sódio, estereato de magnésio, água purificada, Opadry roxo (álcool polivinílico, óxido de titânio, macrogol, talco, óxido de ferro preto e óxido de ferro vermelho).

Quais as doses disponíveis para o Triumeq?

O Triumeq está disponível apenas em comprimidos revestidos por película, apresentando um formato oval, biconvexo, de cor roxa, com aproximadamente 22 x 11 mm, com a gravação “572 Tri” em uma das faces.

Como informamos anteriormente, o medicamento não é comercializado como genérico, já que se trata de um composto específico.

Como funciona o Triumeq?

O Triumeq apresenta três princípios ativos, o Dolutegravir, o Abacavir e o Lamivudina.

O Dolutegravir pertence ao grupo de medicamentos antirretrovirais denominados inibidores da integrase. O Abacavir e o Lamivudina pertencem ao grupo de medicamentos antirretrovirais considerados inibidores da transcriptase reversa análogos do nucleosídeo.

O composto não cura efetivamente a infecção pelo HIV, embora possa reduzir a quantidade do vírus no organismo, mantendo-a em níveis mais baixos. Além disso, também promove aumento na contagem das células CD4, um tipo de glóbulo branco que exerce importante papel na manutenção do sistema imunológico saudável, ajudando a combater infecções oportunistas.

O Triumeq não apresenta uma resposta comum a todos os pacientes, razão pela qual o médico deverá monitorar o paciente durante todo o tratamento.

Eficácia e segurança do Triumeq de acordo com estudos clínicos

A eficácia do tratamento com Triumeq em pacientes vivendo com HIV e virgens de terapia antirretroviral se baseia na análise de dados de estudos single.

Um dos estudos contou com 833 indivíduos, que foram randomizados e receberam pelo menos uma dose de Dolutegravir 50 mg, uma vez ao dia, com dose fixa de Abacavir e Lamivudina, ou dose fixa de Efavirenz, Tenofovir e Emtricitabina.

No período basal, a média de idade dos pacientes foi de 35 anos, com 16% do sexo feminino, 32% de raça não branca, 7% com infecção pelo vírus da hepatite C, e 4% na classe C do CDC (Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos).

Outro estudo foi de fase III, randomizado, duplo-cego, de segurança e eficácia da terapia com a associação em dose fixa de Dolutegravir e ABC/3TC, administrada uma vez ao dia, comparada ao comprimido de dose fixa de Efavirenz, Tenofovir e Emtricitabina, ao longo de 96 semanas em indivíduos adultos vivendo com HIV e ainda não tratados com medicamentos antirretrovirais.

Em 96 semanas de tratamento, 80% dos participantes do estudo alcançaram a supressão de vírus, alcançando níveis praticamente normais do sistema imunológico.

As respostas estatisticamente mais elevadas com o uso de Triumeq foram superiores aos outros medicamentos utilizados para comparação.

Como usar o Triumeq?

O tratamento com Triumeq deve ser iniciado por um médico que tenha experiência no tratamento da infecção por HIV, devendo os comprimidos serem tomados com água, acompanhados ou não de alimentos.

Pacientes com menos de 40 kg de peso não devem usar o medicamento, uma vez que não é possível ajustar a dose de cada componente para o seu peso. Nesse caso, o médico poderá prescrever os componentes em separado.

O paciente não deve tomar medicamentos para indigestão ou azia durante 6 horas antes de usar o Triumeq ou até 2 horas depois. O medicamento também deve ser tomado pelo menos 2 horas antes ou 6 horas depois de suplementos alimentares que contenham cálcio ou ferro. Quando acompanhado de alimentos, o Triumeq pode ser administrado ao mesmo tempo.

A posologia para adultos e adolescentes, dentro das condições estabelecidas, é de um comprimido, uma vez ao dia, a cada 24 horas.

Em pacientes com mais de 65 anos de idade, os dados disponíveis sobre Triumeq são limitados, não havendo, no entanto, evidências de que haja a necessidade de doses diferenciadas de pessoas mais jovens.

Posologia para pacientes com deficiência hepática ou renal

Em pessoas com deficiência renal ou hepática, pode ser necessário ajuste de dose, já que o Lamivudina e o Abacavir podem interferir com as funções desses órgãos. É necessário conversar com o médico, se o paciente tiver qualquer tipo de problema relacionado ao fígado ou aos rins.

O Triumeq deve ser tomado todos os dias para ajudar a controlar a infecção pelo HIV e retardar a progressão da doença.

A meia-vida do Dolutegravir é de 14 horas, enquanto que de Abacavir é de aproximadamente 1,5 horas e de Lamivudina entre 5 a 7 horas. Sua eliminação é feita pelas fezes e pela urina.

Quais são os efeitos colaterais do Triumeq?

Como qualquer medicamento de prescrição, o Triumeq pode provocar efeitos colaterais indesejáveis, embora não atingindo todos os pacientes. No caso de infecção pelo HIV, é difícil determinar se as reações estão relacionadas ao Triumeq ou a outros medicamentos, ou mesmo da própria doença.

Dessa forma, é importante comunicar ao médico sobre qualquer alteração de saúde. Alguns efeitos colaterais podem ser observados apenas através de exames de sangue, podendo não aparecer imediatamente após o início do tratamento. O médico poderá recomendar exames detalhados de sangue e, se considerar necessário, interromper o tratamento.

As reações adversas abaixo foram identificadas em estudos clínicos realizados com Triumeq:

Efeitos Colaterais do Triumeq

Reações muito comuns (ocorrem em 10% dos pacientes que utilizam este medicamento):

  • Dor de cabeça;
  • Náusea (enjoo);
  • Diarreia.

Reações comuns (ocorrem entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento):

  • Dificuldade para dormir;
  • Sonhos anormais;
  • Depressão;
  • Ansiedade;
  • Tontura;
  • Flatulência (excesso de gases);
  • Dor na parte superior do abdômen;
  • Dor abdominal e desconforto abdominal;
  • Erupção cutânea (manchas vermelhas na pele);
  • Coceira;
  • Alergia ao medicamento;
  • Perda de apetite;
  • Dor de cabeça;
  • Enjoo;
  • Vômito;
  • Diarreia;
  • Febre;
  • Sonolência;
  • Cansaço;
  • Mal-estar.

Reações incomuns (ocorrem entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este medicamento):

  • Síndrome da reconstituição imunológica (resposta exagerada do organismo contra uma infecção);
  • Hepatite (inflamação do fígado);
  • Neutropenia (redução das células brancas do sangue);
  • Anemia (redução das células vermelhas do sangue);
  • Trombocitopenia (redução das células responsáveis pela coagulação do sangue);
  • Elevações transitórias no nível de algumas substâncias do fígado;
  • Ideias suicidas ou tentativas de suicídio (particularmente em pacientes com histórico de depressão pré-existente ou doenças psiquiátricas).

No caso de pacientes que tenham parado de tomar Triumeq em razão de reação de hipersensibilidade, é preciso atenção para nunca mais tomar o medicamento ou qualquer outro que contenha Abacavir, uma vez que, em algumas horas, poderá sofrer sensível redução da pressão arterial, podendo colocar a vida em risco. Além disso, também não poderá tomar qualquer medicamento contendo Dolutegravir.

Quais são as precauções, interações e contraindicações do Triumeq?

O Triumeq é contraindicado para pacientes com hipersensibilidade conhecida a qualquer de seus componentes, além de ser contraindicado em combinação com Dofetilida ou Pilsicainida, medicamentos usados em tratamento de doenças cardíacas.

O paciente não deve tomar qualquer dose do Triumeq, no caso de esquecimento, se estiver em até 4 horas do horário de tomar a próxima dose, devendo pular a dose esquecida e tomar a próxima, seguindo o esquema determinado pelo médico. Doses em excesso podem provocar efeitos colaterais graves.

Os componentes Abacavir e Dolutegravir podem provocar reações de hipersensibilidade. Caso isso aconteça, o paciente deve procurar assistência médica imediata, já que algumas reações podem levar à morte.

Hipersensibilidade aos componentes de Triumeq

Alguns pacientes podem desenvolver reações alérgicas ao Dolutegravir, apresentando erupções cutâneas, febre, falta de energia, inchaço, podendo ter dificuldade em respirar e dor nos músculos e articulações.

As reações de hipersensibilidade ao Abacavir foram caracterizadas nos estudos clínicos e durante acompanhamento na comercialização. Os sintomas podem aparecer nas 6 primeiras semanas de tratamento. Quase todas incluem febre e erupções cutâneas, além de vômito, diarreia, dores abdominais, cansado, dor de cabeça e desconforto nos músculos.

Caso o paciente apresente qualquer reação alérgica, deve procurar imediatamente assistência médica.

Se o paciente apresentar reações alérgicas decorrentes de acúmulo de ácido lático no organismo, apresentando fraqueza generalizada, sonolência, náusea, vômito, perda de apetite, dor no estômago ou dificuldade em respirar, deve consultar o médico.

Durante a terapia antirretroviral, os níveis de gordura e açúcar no sangue podem aumentar. O controle da doença e as alterações no estilo de vida podem contribuir, devendo o médico recomendar o tratamento adequado.

Síndrome de reconstituição imune

Alguns pacientes convivendo com o HIV e com histórico de infecções oportunistas, podem desenvolver sinais e sintomas inflamatórios logo após o início do tratamento com Triumeq.

Esses sintomas podem ocorrer em razão da melhora da resposta imunológica, permitindo o combate às infecções que podem estar presentes sem sintomas evidentes. Caso o paciente apresente esses sintomas, deve informar o médico imediatamente.

Se o paciente for portador de hepatite B ou C, o médico deverá recomendar exames de sangue para avaliar o correto funcionamento do fígado.

Infecções oportunistas

Pacientes em tratamento com Triumeq podem desenvolver infecções oportunistas, em razão de complicações da infecção pelo HIV. Sinais e sintomas de inflamação podem se desenvolver, provocados por antigas infecções, que podem reaparecer, ou doenças autoimunes, quando o sistema de defesa ataca os tecidos saudáveis do organismo.

Os sintomas de uma doença autoimune podem se desenvolver vários meses após o início do tratamento antirretroviral e alguns deles incluem fraqueza ou dor nos músculos, dor ou inchaço nas articulações, palpitações, tremores e hiperatividade. O médico deve acompanhar o tratamento para fornecer o tratamento adequado.

Transmissão da infecção pelo HIV

O tratamento com Triumeq não demonstrou reduzir o risco de transmissão do HIV por contato sexual ou transfusão de sangue. O paciente deve continuar a tomar as devidas precauções para prevenir a transmissão, como o uso de preservativos e uso de agulhas.

Infarto do miocárdio

Alguns estudos constataram que pacientes fazendo uso de Abacavir possuem um pequeno risco de terem ataque cardíaco. Como precaução, o paciente deve conversar com seu médico, se apresenta problemas cardíacos, se for fumante ou se é portador de outras doenças que podem aumentar o risco de desenvolvimento de doenças cardíacas, como pressão alta ou diabetes.

Gravidez e lactação

Não existem estudos suficientes sobre o uso de Triumeq em gestantes ou lactantes. Se a mulher portadora de HIV estiver grávida ou planejando engravidar, deve informar o médico antes de começar o tratamento com Triumeq.

Durante a gravidez, o Triumeq só pode ser indicado quando os benefícios esperados justificarem os potenciais riscos para o feto. Existem relatos raros de doenças que podem afetar o sistema nervoso no feto, além de atraso no desenvolvimento e convulsões.

Além disso, é recomendado que, sempre que possível, mulheres convivendo com o HIV não amamentem seus filhos, para evitar a transmissão do vírus. Em situações em que o uso de fórmulas infantis não seja possível, e a amamentação durante o tratamento antirretroviral for considerada, é necessário procurar orientação médica.

Efeitos sobre a capacidade de dirigir veículos e operar máquinas

O uso de Triumeq pode provocar tontura e redução da atenção e, por isso, o paciente em tratamento não deve dirigir ou operar máquinas. A capacidade de executar tarefas que exijam julgamento, habilidade cognitiva ou motora deve ser avaliada pelo médico durante o tratamento.

Interações medicamentosas

Alguns medicamentos interagem com os componentes de Triumeq, devendo ser evitados ou usados com cuidado durante o tratamento.

Veja abaixo a lista de interações medicamentosas com o uso de Triumeq:

Interações medicamentosas com o uso de Triumeq

Medicamentos usados no tratamento da AIDS:

  • Etravirina,
  • Efavirenz,
  • Nevirapina,
  • Atazanavir,
  • Atazanavir/Ritonavir,
  • Tipranavir/Ritonavir,
  • Fosamprenavir/Ritonavir,
  • Nelfinavir,
  • Lopinavir/Ritonavir,
  • Darunavir/Ritonavir,
  • Tenofovir,
  • Tipranavir/Ritonavir,
  • Daclatasvir,
  • Lopinavir/Ritonavir + Etravirina,
  • Darunavir/Ritonavir + Etravirina
  • Emtricitabina

Medicamentos utilizados para tratar doenças cardíacas:

  • Dofetilida,
  • Pilsicainida.

Medicamentos usados para tratar convulsões (anticonvulsivantes):

  • Fenitoína,
  • Fenobarbital.

Medicamentos usados para tratar convulsões (anticonvulsivantes) e distúrbio bipolar:

Além desses medicamentos, o paciente deverá ter cuidados com os seguintes produtos:

  • Medicamentos utilizados no tratamento da indigestão e azia, como antiácidos. Não tome um antiácido durante 6 horas antes de tomar Triumeq ou em até 2 horas após Triumeq.
  • Suplementos alimentares que contêm cálcio ou ferro. Tome Triumeq 2 horas antes ou 6 horas depois desses suplementos. Quando acompanhado de alimentos, Triumeq pode ser administrado ao mesmo tempo que esses produtos.
  • Metformina, utilizada no tratamento de diabetes.
  • Alguns medicamentos usados para tratar infecções bacterianas e tuberculose, como Rifampicina.
  • Alguns anticoncepcionais, como etinil estradiol e norgestimato.
  • Medicamentos anestésicos, como a Metadona.
  • Alguns antibióticos, usados para tratar alguns tipos de pneumonia por Pneumocystis jiroveci (frequentemente referenciada como PCP) e toxoplasmose, como trimetoprima/Sulfametoxazol.
  • Medicamentos que contenham sorbitol (normalmente líquidos) que sejam usados regularmente.
  • Erva-de-São João (Hypericum perforatum), um medicamento fitoterápico para o tratamento de depressão.

O paciente deve informar qualquer tipo de medicamento ao seu médico, inclusive sobre aqueles que usa sem prescrição médica. O profissional poderá rever as medicações e, se precisar de algum outro tratamento, poderá encontrar um substituto disponível.

Fontes:

Dados do Medicamento
Dados do Medicamento
Nome: Triumeq
Princípios ativos: Dolutegravir Sódico + Sulfato de Abacavir + Lamivudina
Fabricante: GlaxoSmithKline
Descrição: O Triumeq é indicado para o tratamento da infecção causada pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) em adultos e em adolescentes acima dos 12 anos de idade e pesando mais de 40 kg, os quais são virgens de tratamento antirretroviral ou que estejam vivendo com o HIV sem resistência documentada ou clinicamente suspeita a quaisquer dos três agentes antirretrovirais do Triumeq.
Dispensa: Medicamento sujeito a receita médica 
Administração: Oral
Apresentação: 30 comprimidos revestidos
Dose: 50mg de dolutegravir + 600mg de abacavir + 300mg de lamivudina
Aplicação: Uso em adultos e em adolescentes acima dos 12 anos
Posologia: De acordo com orientação médica
Classe: Tratamento Antirretroviral
Com álcool: Não recomendado
Durante a amamentação: Não recomendado
Durante a gravidez: Sem evidências sufcientes. Consulte o seu médico.
Download da bula do medicamento Triumeq
Como Funciona
Escolha o Medicamento
Preencha o Formulário Médico
O médico emite a sua prescrição
Medicamento é enviado da farmácia
Entrega gratuita
Avaliação de Serviço
Rating
Excelente
5 4.7
4,136 pacientes deram a sua opinião sobre o nosso serviço
Avaliação de Produtos
Nossos pacientes adoram o nosso serviço
  • Atendimento ao paciente acessível para todos

    Serviço de atendimento ao paciente: Seg. - Sex. das 06:00h - 17:00h (Horário de Brasília)
  • Todos os serviços estão incluídos no preço

    Consulta médica online, prescrição e entrega + possibilidade de parcelamento
  • Entrega Expressa

    Entrega garantida de 4-6 dias (UPS) ou 7-12 dias (Correios)
Alternativas ao Triumeq
Feedback

Seu feedback

Como você classificaria o nosso site?