Contraceptivo Original vs Contraceptivo genérico

Ainda existem muitas pessoas relutantes quanto ao uso dos medicamentos genéricos, especialmente porque acham que eles não têm a mesma eficácia que os medicamentos originais. Existe o mito de que o que é mais barato, é de desconfiar.

Os contraceptivos genéricos são realmente muito mais baratos do que os contraceptivos originais e é por isso que hoje em dia já quase 50% das portuguesas opta por eles. Para as mulheres em dúvida, vamos explicar um pouco mais sobre as diferenças mais abaixo.

O que é o contraceptivo original e genérico?

Os contraceptivos, originais ou genéricos, são a forma mais eficaz de evitar uma gravidez indesejada. Eles fornecem uma proteção de quase 100%, quando bem usados, quanto à prevenção de uma gravidez.

Atualmente existe uma ampla gama de contraceptivos hormonais à sua disposição no mercado, de forma a que possa escolher aquele que mais se adequa às suas necessidades específicas. Cada corpo é um corpo, e por isso uma pílula poderá ser a melhor para si, mas não ser a melhor para outra mulher. Por isso é tão importante que todas as mulheres se consultem com um profissional de saúde de forma a conseguirem saber qual a pílula mais indicada.

Quer o contraceptivo hormonal original, quer o genérico, tem um carácter reversível. Isto é, enquanto tomar está segura quanto a uma gravidez mas isto não invalida que futuramente a mulher não possa engravidar, se assim o desejar.

O contraceptivo original é reconhecido de imediato pela sua segurança e eficácia. Este foi o primeiro a aparecer no mercado.

Os contraceptivos genéricos são mais recentes em Portugal. Eles têm as mesmas substâncias ativas que os contraceptivos de marca. No entanto, é necessário que a Infarmed (entidade reguladora da saúde) faça testes de bio-equivalência de forma a comprovar que esse genérico tem exatamente as mesmas características que os originais, e que ambos produzem o mesmo efeito no organismo.

Assim, o contraceptivo genérico tem equivalência farmacêutica ao contraceptivo original, pois ambos possuem a mesma composição, a mesma dosagem, e os mesmos princípios ativos. Ambos também são absorvidos em igual quantidade, assim como ao mesmo ritmo.

Diferença de preço entre o contraceptivo de marca e o genérico

A única diferença efetiva entre um contraceptivo original e um contraceptivo genérico é o preço. Os contraceptivos genéricos, assim como todos os medicamentos genéricos trazem uma maior vantagem económica do que os contraceptivos originais.

A eficácia dos medicamentos genéricos é a mesma dos medicamentos originais, só que estes últimos conseguem ser bem mais acessíveis.

No entanto, a vantagem económica não se nota apenas para os utentes. A escolha dos contraceptivos genéricos, assim como todos os medicamentos genéricos, representa também uma vantagem económica para o Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Para os utentes essa vantagem é ainda mais acentuada pelo sistema de preços de referência. Este assenta no princípio da comparticipação de um valor fixo por parte do Estado. O utente só paga a diferença entre o preço final e o valor do sistema de preços de referência.

Ora, como um medicamento de marca é mais caro, como o valor da comparticipação é igual, este fica também mais caro para o utente.

O facto de os medicamentos genéricos serem mais baratos, faz com que a saúde esteja a melhorar, tendo em conta o aumento da prescrição de medicamentos, e o maior acesso da população à medicação.

No caso dos contraceptivos genéricos, o facto de eles agora representarem um valor mensal de aproximadamente 5-10 euros, faz com que todas as mulheres possam prevenir uma gravidez indesejada.

Regra geral, os contraceptivos genéricos apresentam uma redução de preço de aproximadamente 30% dos contraceptivos originais.

Como funciona a versão genérica de um contraceptivo?

A versão genérica de qualquer medicamento, seja contraceptivo ou não, funciona exatamente da mesma forma. Como os componentes são os mesmos, os princípios ativos são os mesmos, as dosagens são as mesmas, e a forma como o organismo absorve as substâncias ativas é a mesma, qualquer contraceptivo genérico funciona da mesma forma que um contraceptivo original.

No caso das pílulas combinadas, as duas hormonas presentes no medicamento genérico (estrogénio e progesterona) faz com que o óvulo não se liberte do ovário, e por isso não existe um amadurecimento do óvulo.

Como a maturação dos folículos necessita das hormonas da hipófise, da FSH e da LH, com a presença do estrogénio não se dá na mesma quantidade, sendo visível uma grande redução de FSH e LH. Desta forma os folículos não se desenvolvem.

As pílulas combinadas, como a genérica Aranka e Arankelle , têm também como característica aumentar a viscosidade do muco uterino, o que torna a entrada dos espermatozoides mais difícil. Além disso, ela altera as paredes uterinas para que o ovo, depois de fecundado, não se consiga prender e desenvolver.

Vagina - Diagrama do sistema reprodutivo feminino.
As hormonas impedem o espessamento do
revestimento do útero. O fluido no colo do útero
é espessado para impedir o movimento dos
espermatozóides.
A libertação das hormonas da pílula impede
a ovulação, que é quando o óvulo se liberta
dos ovários.


No caso das mini-pílulas, é usada apenas uma hormona, a progesterona. Aqui o objetivo não é impedir a maturação do óvulo, mas impedir que os espermatozoides entrem no útero. No entanto, já existem POPs, como a Azalia, que fazem com que o óvulo não amadureça na grande maioria das vezes.

Portanto, as substâncias ativas são as hormonas femininas, e como tal, genéricos que contenham esses princípios ativos, nas dosagens determinadas, vão fazer exatamente o mesmo que as de marca.

A versão genérica de contraceptivo é segura?

Os genéricos passam por um sistema de garantia de qualidade, como se fosse uma complexa e ampla rede, de diversas vertentes, a vários níveis. A garantia de qualidade começa com a avaliação técnico científica (esta é a base da concessão da autorização de introdução no mercado). Esta garantia trabalha também com a inspeção de boas práticas, fármaco-vigilância e comprovação laboratorial.

Desta forma, quando questionamos a qualidade dos medicamentos genéricos estamos a questionar todo o Sistema Europeu de Avaliação, e também de supervisão. Vale sempre lembrar que tanto o sistema de avaliação como o de supervisão assentam em base científica, e por isso asseguram que os medicamentos atualmente no mercado, sem exceção, cumprem todos os requisitos exigíveis de segurança, eficácia e qualidade.

Em Portugal a avaliação e supervisão dos medicamentos está a cargo da Infarmed. O controlo laboratorial é feito na Direção de Comprovação de Qualidade.

No que toca à supervisão, a Infarmed tem como objetivo comprovar a qualidade laboratorial do contraceptivo genérico, a qual consiste na avaliação da conformidade dos medicamento. Aqui levam-se em consideração as especificações aprovadas e estabelecidas em sede de AIM, assim como a adequação dos métodos analíticos.

Todos os anos é elaborado um plano de amostragem, até porque existem cerca de 9000 medicamentos no mercado, em território português. Este plano de amostragem é definido com base em determinados critérios que incorporam uma abordagem que se baseia no risco. Estes são relacionados com o princípio ativo, a via de administração, o processo de fabrico, a submissão de alterações que afetam o fabrico e o controlo de qualidade, e a população-alvo.

Aparte as amostras do plano de amostragem, poderão também ser feitas análises laboratoriais nos medicamentos que se encontrem envolvidos em Alertas de Qualidade que resultem da atividade da Inspeção Farmacêutica e resultantes das notificações ao Infarmed que levantem suspeitas sobre a qualidade de determinado medicamento.

A Análise feita pelo Sistema de Garantia e Qualidade do Medicamento nos últimos 5 anos demonstrou que não existem diferenças entre os medicamentos genéricos e os medicamentos originais, nos quais se incluem os contraceptivos. Não se verificaram diferenças na qualidade, nem na quantidade. Também não se verificaram diferenças quanto à recolha de lotes do mercado. Assim sendo, os contraceptivos genéricos são tão seguros como os originais.

Os estudos feitos para Comprovação da Qualidade pela Infarmed asseguram que todos os requisitos de qualidade são garantidos por todos os medicamentos atualmente no marcado português, incluindo-se aqui os medicamentos genéricos.

Hoje em dia os medicamentos que são comercializados na Europa, quer tenha sido produzidos por países europeus, quer não, têm de ser produzidos, obrigatoriamente, em unidades industriais que sejam aprovadas pelas autoridades europeias.

Eficácia do contraceptivo Original e do genérico

Durante a última metade do século XX tem havia um grande esforço de investigação e desenvolvimento na área específica do medicamento. Este esforço veio demonstrar-nos que uma substância ativa deve apresentar-se dissolvida para que desempenha atividade sistémica.

Só assim é possível que o nosso organismo a absorva através do trato gastrointestinal, para depois passar para a circulação sistémica, e depois transportada para os locais exatos onde ela exercerá a sua função.

Portanto, o que faz com que a atividade terapêutica do medicamento se dê, depende obrigatoriamente do processo de dissolução, ou desagregação, o qual é capaz de libertar e dissolver a substância ativa.

Estes fenómenos descritos anteriormente são caracterizados pela extensão e velocidade à qual o princípio ativo é absorvida e se apresenta disponível no lugar onde exerce a sua função terapêutica.

Portanto, com tudo o que se explicou anteriormente, é demasiado evidente que os efeitos terapêuticos são os mesmos quando as substâncias ativas no local de ação são os mesmos. Esta biodisponibilidade depende do medicamento, regime posológico, dosagem.

Isto quer dizer que dois medicamentos, que apresentem a mesma composição, e que proporcionem, acima de tudo, a mesma biodisponibilidade, são similares e têm os mesmos efeitos terapêuticos. Isto quer dizer que os medicamentos genéricos, neste caso contraceptivos genéricos, são eficazes e seguros.

É possível comprar um contraceptivo original ou genérico online?

Qualquer contraceptivo, seja original ou genérico, é considerado um medicamento de prescrição e só pode ser comprado online com receita médica. Se quiser comprar um contraceptivo online, a euroClinix fornece esse serviço de emissão de receita. Ou seja, durante o processo de compra é-lhe pedido que preencha um questionário médico (menos de 5min de resposta) que será então avaliado pela nossa equipa médica parceira para determinar se a paciente está apta a iniciar a toma do contraceptivo e consequentemente emitir uma receita médica. Cada pedido, portanto, é precedido por um diagnóstico que considera o seu estado de saúde e determina a sua adequação à pílula.

Veja como é simples o processo de compra online da euroClinix:

O que acontece depois de completar um pedido?
  • médico
  • A sua consulta será analisada pela nossa equipa de médicos credenciados para decidir se está apto(a) a iniciar o tratamento com segurança. Se a consulta não for aprovada, a nossa equipa de atendimento ao paciente entrará em contato e seu pedido será cancelado.Qualquer valor pago é reembolsado.
  • médico
  • Assim que seu pedido for aprovado, é emitida uma receita médica (prescrição) que é enviada para a nossa farmácia. A equipa farmacêutica colocará o seu tratamento e receita num pacote inviolável e discreto e entregará à UPS ou os CTT até final do dia.


  • médico
  • As encomendas para a Europa (Portugal, Suiça, etc) são enviadas pela transportadora UPS e levam entre 24h horas a serem entregues. Distritos como Trás-os-Montes, Castelo Branco, Guarda, Viana do Castelo e Vila Real têm apenas entregas dia sim/dia não ou seja até 48h úteis. Para as ilhas (Madeira e Açores) apenas são realizados envios CTT. Existe também a hipótese de fazer o levantamento direto num posto CTT à sua escolha (posta restante). Fazemos envios também para o Brasil em 7-10 dias.

É seguro comprar um contraceptivo online na euroClinix?

Na euroClinix a saúde do paciente é a nossa principal preocupação. Antes de concluir a sua compra, um dos nossos médicos parceiros avalia o seu questionário médico. Isto permite-lhe ter a certeza absoluta de que todas as verificações necessárias para confirmar a sua aptidão para ao contraceptivo foram concluídas antes do processo de emissão da receita médica.

A nossa equipa médica parceira está registada e regulada pela Autoridade Médica Britânica (GMC, General Medical Council). A euroClinix está legalmente autorizada para a venda de medicamentos online pela entidade britânica (MHRA) e também pela Agência Europeia de Medicamentos. Como qualquer farmácia autorizada para a dispensa de medicamentos online, possuímos o logótipo europeu comum obrigatório que permite a qualquer pessoa verificar o nosso registo (veja o final da página abaixo de "Somos Certificados por:"). Se se deparar com alguma farmácia física ou online que não requisita qualquer dado médico, que tem preços demasiado baixos, não tem atendimento português e não tem um registo de farmácia evidente, para além de potencialmente pôr a sua vida em risco, estará a cooperar com uma atividade criminosa com possíveis implicações legais. Escolha uma opção segura, escolha a euroClinix.

Qual o preço dos contraceptivos genéricos na euroClinix?

A euroClinix preza pelo seu serviço de excelência. O preço inclui todo esse serviço, nomeadamente, o medicamento original, a consulta e emissão de receita médica online por parte da nossa equipa de médicos experientes e a entrega expresso em embalagem discreta. Para além disso temos uma equipa de atendimento ao paciente e equipa médica sempre ao dispor para qualquer tipo de esclarecimento. Note que os nossos preços vão por este motivo, diferenciar-se ligeiramente dos preços praticados numa farmácia local em que apenas é dispensado o medicamento.

O preço de um contraceptivo genérico na euroClinix varia entre os 29,95€ a 34,95€. Isto para 3 meses, sem ter de perder tempo a visitar um médico. Sai-lhe a cerca de 10€ por mês e tem uma grande comodidade. Para além disso frequentemente são enviados códigos de desconto.

Fontes:

  1. "Comprovação da qualidade de medicamentos Genéricos" , Dra. Maria João Portela - URL: infarmed.pt
  2. "QUALIDADE, SEGURANÇA E EFICÁCIA DE BASE CIENTÍFICA" , Dr. António Bica - URL: infarmed.pt
  3. "O sistema de avaliação dos medicamentos Genéricos" , Prof. Manuel Caneira Médico - URL: infarmed.pt
  4. "Vantagem económica dos genéricos" , Pedro Pita Barros - URL: infarmed.pt
  5. "Os Medicamentos Genéricos nos cuidados de saúde Primários" , Dr. Luís Pisco - URL: infarmed.pt

Publicado em 14 de Novembro de 2017

Como funciona
Escolha o Medicamento
Preencha o Formulário Médico
O médico emite a sua prescrição
Medicamento é enviado da farmácia
Entrega gratuita