Comparação de medicamentos para asma

A asma é uma doença respiratória crônica, que não pode ser curada. No entanto, existem diversos medicamentos para aliviar os seus sintomas e melhorar a qualidade de vida das pessoas afetadas pela asma, servindo para relaxar as vias respiratórias e aliviar rapidamente os sintomas provocados nos brônquios durante os ataques agudos da doença.

Neste artigo, vamos fazer uma breve comparação entre os medicamentos desenvolvidos pelos laboratórios farmacêuticos especificamente para aliviar os sintomas da asma, permitindo a melhor escolha para os casos específicos.

Informações gerais sobre a necessidade e a medicação em longo prazo para asma

Após o diagnóstico feito pelo médico, os pacientes com asma devem usar ingredientes ativos específicos para cada caso, com diferentes formas de aplicação.

De maneira básica, podemos fazer a distinção entre as necessidades de uma medicação em longo prazo e de medicamentos destinados ao alívio rápido da asma aguda, que não são destinados a uso preventivo e sim para melhorar as condições físicas do paciente.

As fórmulas dos medicamentos para tratamento da asma a longo prazo, normalmente, levam um determinado tempo até que os seus efeitos passam a ser benéficos e se manifestam, embora tragam a vantagem de oferecer duração mais prolongada e, portanto, sendo mais indicados para a prevenção e para alívio de longa duração dos sintomas da asma.

Dependendo das necessidades individuais e do histórico de saúde de cada paciente, alguns grupos de medicamentos são mais indicados para o tratamento da asma, como os seguintes:

  • Agonista beta2-adrenérgicos;
  • Glucocorticoides (corticoesteroides);
  • Antagonistas de leucotrieno (LTRA).

Comparação entre os medicamentos para asma: substâncias ativas, duração da ação e tempos de reação

Selecione 4 produtos para realizar a comparação:

Substância ativa
Duração
Tempo de reação
Forma de administração
Efeitos secundários mais frequentes
  • Salbutamol Ventolin
    ventolin
    Mais info
    Ajuda rapidamente a eliminar os sintomas agudos.
    Salbutamol
    4 horas
    Alguns momentos
    Evohaler ou Accuhaler
    Faringite, dores de cabeça e palpitações tremoras e cardíacas
  • Symbicort
    symbicort
    Mais info
    Ajuda rapidamente a eliminar os sintomas agudos.
    Budesonide e Fumarato de formoterol dihidratado
    4 horas
    Alguns momentos
    Turbohaler
    Inflamação para os fumadores Leve tremores ou dores de cabeça
  • Pulmicort
    pulmicort
    Mais info
    Usado para Tratamento preventivo
    Budesonide e formoterol
    Até 12 horas
    Alguns momentos
    Turbohaler
    Inflamação para os fumadores
  • Atrovent
    atrovent
    Mais info
    Usado para Tratamento preventivo
    Ipatropium
    Até 12 horas
    Alguns momentos
    Inalador
    Tosse e problemas digestivos
  • Seretaide
    seretaide
    Mais info
    Usado para Tratamento preventivo
    Fluticasona + Salmeterol
    Até 12 horas
    Alguns momentos
    Inalador
    Dores de cabeça, dores nas articulações, dores musculares e constipações.
  • Qvar
    qvar
    Mais info
    Usado para Tratamento preventivo
    Beclometasona
    Até 12 horas
    Alguns momentos
    Inalador
    Dificuldades em respirar após usar o inalador, erupções cutâneas ou inchaço.
  • Bricanyl
    bricanyl
    Mais info
    Ajuda rapidamente a eliminar os sintomas agudos.
    Terbutalina
    Até 12 horas
    Alguns momentos
    Inalador
    Nervosismo, dores de cabeça, tonturas, fraqueza, náusea, boca seca, cansaço e insónias.
  • Flixotaide
    flixotaide
    Mais info
    Ajuda rapidamente a eliminar os sintomas agudos.
    Fluticasona
    Até 12 horas
    Alguns momentos
    Inalador
    Erupções cutâneas, inchaço ou problemas respiratórios.

Medicamentos necessários para ataques de asma: grupo de substâncias auxiliares para o alívio da asma

Ataques de asma mais fortes podem ser tratados com os medicamentos denominados relievem. Caso necessário, esses medicamentos podem oferecer alívio nos sintomas mais agudos da doença e, na maior parte dos casos, são medicamentos prescritos, que devem ser administrados através da inalação.

Independentemente disso, esses medicamentos também se mostram apropriados para uso preventivo contra atividades físicas de maior resistência. Assim, por exemplo, atletas podem se beneficiar do seu uso, quanto portadores de asma.

São medicamentos que podem ser usados com maior liberdade, servindo também para medicação em longo prazo, mediante prescrição médica, trazendo alívio para os sintomas da asma e não deixando que as inflamações se instalem no organismo.

A medicação de alívio da asma tem como principal característica uma ação rápida, de emergência e eficaz para ataques de asma. Os ingredientes ativos são indicados principalmente para serem usados através de inalação, atendendo problemas de asma tanto de adultos quanto de crianças.

Classes de medicamentos para alívio imediato da asma

Os ingredientes ativos dos medicamentos necessários para alívio da asma brônquica são aqueles da classe de agonista-beta-2-adrenoceptor, ou agonista beta-2-adrenérgicos. Trata-se de substâncias que exercem sua ação diretamente sobre os receptores beta-2 do sistema nervoso simpático.

Modo de accao dos agonistas beta

Os medicamentos da classe agonista beta-2 atuam através do encaixe da substância ativa com os receptores nas células musculares das vias aéreas, promovendo o seu relaxamento. Com essa ação, os brônquios podem se expandir mais livremente e, dessa forma, aliviar os problemas respiratórios do paciente, promovendo a expectoração de muco e reduzindo a reação alérgica da Asma.

As substâncias para tratamento da asma são fornecidas como pulverizadores, aerossóis doseados, soluções para inalação ou em forma de cápsulas. O ingrediente ativo, depois de inalado, oferece efeitos de forma rápida, reduzindo, ao mesmo tempo, o risco de efeitos colaterais.

Medicamentos agonista beta-2, no entanto, não devem ser usados em concomitância com alguns outros medicamentos ou substâncias, porventura de necessidade do paciente:

  • Inibidores ACE para redução da pressão arterial;
  • Cafeína;
  • Suco de toranja;
  • Beta-bloqueadores usados no tratamento de doenças cardíacas.

Medicamentos utilizados de forma emergencial para ataques de asma

Para atendimento de emergência em ataques de asma, os medicamentos mais indicados são aqueles desenvolvidos através dos seguintes princípios ativos:

  • Salbutamol
  • Fenoterol
  • Terbutalina

A indicação do mais adequado para cada tipo de asma deve ser prescrita pelo médico, depois de uma investigação aprofundada do estado físico do paciente e do problema asmático apresentado:

Ventolin (ingrediente ativo salbutamol)

O Ventolin é o medicamento mais comumente utilizado para tratamentos de emergência contra a asma. O agonista beta-2 adrenérgico é caracterizado pelos seus rápidos efeitos, atendendo o paciente no tempo máximo de 5 minutos. Graças ao seu efeito direto nos pulmões, a probabilidade de efeitos colaterais é significativamente reduzida.

Como funciona o Ventolin (Ventilan)

Berotec (ingrediente ativo fenoterol)

O Berotec é um inalador com dose medida e tem sido de eficácia comprovada para o tratamento emergencial em ataques de asma. Em combinação com fármacos anti-inflamatórios, o Berotec também é utilizado para tratamento de longo prazo de asmáticos.

Aerodur Turbohaler (ingrediente ativo terbutalina)

A preparação do Aerodur Turbohaler está disponível em algumas variações. Para o tratamento de ataques agudos de asma, o medicamento é mais indicado através da inalação e, para a terapia de combinação em tratamento de longo prazo, é mais indicado o uso de comprimidos ou de infusões. Contudo, para seu uso, é necessário também aplicar uma suplementação com agentes anti-inflamatórios.

Comprimidos contra ataques agudos de asma

Como alternativa para o tratamento de asma brônquica, pode ser necessário o uso de comprimidos de cortisona, medicamento que, em casos de emergência, pode até chegar a salvar a vida do paciente. A dose individual depende da gravidade do ataque de asma, situação que exige também uma análise aprofundada por parte do médico.

O Decortin é um medicamento que apresenta um ingrediente ativo derivado da cortisona, o prednisolona, que está disponível em doses de 5 mg, 20 mg e 50 mg, em formato de comprimidos, para o tratamento emergencial de asma brônquica. Além disso, é um fármaco que também pode ser indicado para o tratamento de diversas outras doenças.

O tratamento de manutenção preventiva de asma brônquica

Para o tratamento de manutenção preventiva de asma brônquica, é necessário a ingestão contínua de controladores do ataque asmático. Assim, o paciente tem alívio a longo prazo dos sintomas típicos da doença e, ao mesmo tempo, pode prevenir a exacerbação dessa doença respiratória crônica.

Contudo, uma vez que os efeitos dessas drogas anti-inflamatórias não se apresentam com maior rapidez, elas não são indicadas para o tratamento emergencial de ataques de asma.

A maior parte dos médicos costuma prescrever medicamentos em spray para o tratamento de ataques. Em diagnósticos mais graves de asma, os controladores são prescritos em forma de comprimido.

Tratamento preventivo em longo prazo de asma brônquica: grupos de drogas para tratamento em longo prazo

Os medicamentos para tratamento em longo prazo da asma incluem o beta-2 Sympathomimenika ou corticosteroides (cortisona).

Corticosteroides

Nos medicamentos corticosteroides estão envolvidos os hormônios esteroides para melhorar o sistema imunológico. Os corticosteroides relaxam a mucosa dos brônquios e aliviam a compressão das vias aéreas, servindo para liquefazer o muco presente nos pulmões e possibilitar que sejam mais facilmente expelidos.

Uma das vantagens dos corticosteroides está no seu efeito, atuando diretamente sobre as paredes celulares dos brônquios. Embora o mecanismo de atuação não seja completamente conhecido, os corticosteroides podem ser indicados tanto para asma quanto para alergias.

Beta-2 Sympathomimenika

Em doses mais baixas, os compostos ativos desse grupo de medicamentos também são adequados para a terapia combinada de longo prazo contra a asma. Nesse tratamento, os efeitos podem durar até uma média de doze horas, evitando ataques de asma.

Contudo, em razão da falta de efeitos anti-inflamatórios, é necessário fazer uma combinação com outros produtos farmacêuticos, contendo cortisona.

Nessa aplicação, são indicados os seguintes medicamentos:

Symbicort (ingredientes ativos formoterol e budesonida)

Dependendo da dosagem necessária, o Symbicort pode ser usado através de inalação diretamente na garganta ou com um inalador de dose calibrada.

Seretaide (ingredientes ativos salmeterol e propionato de fluticasona)

Ambos os ingredientes ativos do Seretaide possuem propriedades de ação lenta, aliviando os sintomas desagradáveis da asma por inibição específica das causas de inflamação. O medicamento está disponível em doses que variam entre 50 e 500 microgramas.

Ingredientes ativos de metilxantinas

As preparações com metilxantinas oferecem alargamento das vias aéreas, servindo ainda como calmante e anti-inflamatório. No entanto, qualquer dosagem errada do medicamento pode provocar intoxicação e, por esse motivo, medicamentos com essa classe de ingrediente ativo normalmente não são prescritas para a asma.

Antagonista do receptor de leucotrieno (LTRA)

As formas ligeira e moderada de asma brônquica podem ser tratadas com indicações personalizadas de LTRA. Seu principal efeito é a inibição de neurotransmissores, podendo, no entanto, provocar reações inflamatórias.

Como o efeito inflamatório não ocorre em todos os casos, o uso de LTRA somente é recomendado através de supervisão médica. No caso de não haver qualquer efeito colateral em duas semanas, seu uso pode ser prorrogado, sempre com prescrição médica.

Fontes:

Como funciona
Escolha o Medicamento
Preencha o Formulário Médico
O médico emite a sua prescrição
Medicamento é enviado da farmácia
Entrega gratuita