• Receita incluída
  • Medicamentos de marca original
  • Tudo incluído no preço
  • Entrega sem portes de envio
Início / Perda de peso / Como é que a insulina afeta o peso?

Como é que a insulina afeta o peso?

Descubra que papel a insulina tem no organismo e como a resistência a esta hormona pode dificultar a perda de peso

A insulina é uma hormona importante no organismo, que controla os valores de açúcar no sangue (glicose).

Sempre que comemos, os valores da glicose no sangue aumentam. A insulina regula esses valores e ajuda as células a absorver o açúcar do sangue.

Um médico a conversar com uma paciente obesa

Às vezes, o organismo não produz insulina adequadamente e isso resulta em valores elevados de açúcar no sangue (hiperglicemia), podendo resultar em resistência à insulina.

As pessoas com resistência à insulina tendem a ganhar mais peso e podem ter dificuldades em perdê-lo. Continue a ler para saber como a insulina afeta o peso e como os níveis de insulina podem ser controlados.

Que papel tem a insulina?

A hormona insulina ajuda a controlar os valores de açúcar no sangue. É produzida em células especiais (células beta) no pâncreas.

Quando consumimos alimentos, o organismo transforma parte deles em açúcar. Este açúcar é, por sua vez, absorvido dos nossos intestinos, passando para a corrente sanguínea e resultando num aumento dos valores da glicose no sangue.

Células sanguíneas a deslocarem-se para uma veia

Para normalizar os níveis de glicose no sangue é necessária insulina. Esta hormona faz com que o açúcar seja transportado do sangue para as células circundantes, que utilizam a glicose como combustível.

Como é que a insulina afeta o apetite?

A insulina não afeta o apetite diretamente. No entanto, se o organismo estiver constantemente a produzir quantidades elevadas de insulina (devido a picos nos valores de glicose ao longo do dia), é provável que o apetite e a vontade de comer aumentem.

O que são picos de glicose?

Quando consumimos refeições com açúcares refinados e hidratos de carbono, os valores de açúcar no sangue aumentam drasticamente.

Gráfico a mostrar picos de glicose no sangue

Um aumento excessivo dos valores de açúcar no sangue provoca uma queda, resultando em cansaço e falta de energia. Para repor essa energia, o organismo pede açúcar. Isto cria um ciclo ao longo do dia, no qual é necessário o consumo de alimentos açucarados para manter os níveis de energia equilibrados.

Com o passar do tempo, esse desejo por alimentos açucarados pode resultar num aumento de peso, porque houve um acréscimo calórico.

O que é resistência à insulina?

Resistência à insulina é um termo usado para descrever o processo no qual as células do organismo param de reagir à insulina como deveriam. Isto significa que elas deixam de retirar a quantidade adequada de açúcar do sangue.

Isto resulta num aumento dos valores de açúcar no sangue e em diversos problemas de saúde. Mesmo valores de glicose ligeiramente elevados podem causar danos a longo prazo.

Ao longo do tempo, a resistência à insulina pode torná-lo(a) pré-diabético, se esta condição não for tratada, poderá resultar em diabetes tipo 2. A nível mundial, 1 em 10 adultos sofrem com esta condição.

A diabetes tipo 2 é uma condição grave que aumenta as probabilidades de doenças cardiovasculares, ataques cardíacos, lesões no sistema nervoso, perda de visão e doenças nos rins.

Cerca de um quarto das pessoas com diabetes tipo 2 tem de tomar insulina para baixar os valores de glicose no sangue, especialmente quando não produz insulina naturalmente.

O que é que causa resistência à insulina?

As pessoas com gordura excessiva à volta do fígado e do pâncreas têm mais probabilidades de desenvolver resistência à insulina. A aglomeração de gordura à volta destes órgãos acontece mais frequentemente em pessoas com gordura à volta da cintura.

Também é mais comum em pessoas com excesso de peso ou obesidade. Apesar disso, as pessoas com um um IMC saudável também podem desenvolver resistência à insulina.

Para além da inatividade, uma alimentação alta em açúcar e hidratos de carbono simples também pode resultar em resistência à insulina. Picos frequentes nos valores de açúcar requerem uma maior produção de insulina por parte do pâncreas. Ao longo do tempo, o pâncreas pode cansar-se e reduzir a sua produção.

Algumas mulheres podem desenvolver resistência à insulina durante a gravidez devido às alterações nas hormonas.

A insulina provoca aumento de peso?

As pessoas com resistência à insulina e com demasiada insulina no organismo podem ganhar peso.

Geralmente, depois de uma refeição, o organismo produz insulina para baixar os valores de açúcar no sangue (permitindo que as células absorvam algum do açúcar). O açúcar em excesso (não utilizado pelas células) é absorvido no fígado como glicogénio.

Quando o organismo necessita de açúcar mas não está a ser alimentado (como quando dorme, por exemplo), o glicogénio armazenado é transformado novamente em glicose, que é utilizada nas células.

No entanto, para as pessoas que sofrem de resistência à insulina, o processo não é bem assim. Quando as células deixam de responder à insulina, elas deixam de absorver açúcar do sangue. Isto resulta em dois problemas:

    Armazenamento de açúcar em excesso como gordura no fígado.

    Porque as células não recebem açúcar suficiente, o cérebro envia sinais de fome fazendo com que a pessoa coma, aumentando ainda mais os valores de açúcar no sangue.

Ambos estes fatores podem provocar vários problemas de saúde, incluindo acumulação de peso.

Injeções de insulina

Se sofre de diabetes, é possível que lhe tenham sido receitadas injeções regulares de insulina. A insulina é uma hormona de crescimento e tomar este tipo de hormonas pode estimular a acumulação de peso.

Se estiver a tomar insulina, os valores de açúcar no sangue vão ser reduzidos. Isto, por sua vez, pode provocar fome e fazer com que coma mais do que deveria.

A gestão do peso quando se toma insulina é possível através de uma alimentação equilibrada e da prática de exercício; como andar para o trabalho, em vez de conduzir.

A resistência à insulina pode ser revertida?

Para reverter a resistência à insulina, deve:

  • alimentar-se de forma saudável
  • praticar exercício regular
  • perder peso

As mudanças de estilo de vida não acontecem de um dia para o outro. Tente adotar um hábito todas as semanas e eduque-se sobre a alimentação saudável, lendo conteúdos online ou consultando um nutricionista.

Ao reverter a resistência à insulina, estará a prevenir o desenvolvimento de diabetes tipo 2.

Alimentação baixa em hidratos de carbono

Uma alimentação baixa em hidratos de carbono e açúcares é mais adequada para pessoas com valores de açúcar no sangue mais elevados. Para reverter a resistência à insulina, opte por porções de hidratos de carbono pequenas, aumente o consumo de legumes e evite alimentos com açúcares adicionados.

Coma Evite
  • Produtos integrais (arroz e massas integrais, pão de centeio)
  • Legumes (hortaliças, brócolos, tomates, curgetes, pimentos, etc.)
  • Bagas/maçãs em vez de bananas
  • Cereais de pequeno-almoço
  • Adicionar açúcar ao chá/café
  • Mel, bolos, doces e mais de 3 porções de fruta por dia
  • Vegetais como batata ou feijões
  • Bebidas gaseificadas ou álcool

Como posso perder peso se tiver resistência à insulina?

Apesar de perder peso ser mais difícil para quem tem resistência à insulina, é completamente possível.

Concentre-se em manter os valores de açúcar no sangue equilibrados para que o cérebro não envie sinais de fome. Pode fazer isso:

  • consumindo 3 refeições equilibradas
  • evitando alimentos e bebidas açucarados
  • reduzindo o consumo de hidratos de carbono
  • bebendo muita água (para que o açúcar no sangue não seja tão concentrado)

Tratamentos sujeitos a receita

Se tiver um IMC a indicar obesidade e dificuldade em perder peso, talvez precise de ajuda com um tratamento para a perda de peso sujeito a receita médica.

Injeções de perda de peso, como Wegovy, são eficazes no controlo do peso e funcionam reduzindo o apetite e abrandando a digestão.

Quer saber mais sobre medicamentos
para a perda de peso?

Clique aqui
Texto revisto por Dr. Caroline Fontana Escrito pela nossa equipa editorial Última atualização 10-01-2024
Perda de peso

O nosso serviço - apenas na euroClinix
  • Serviço Privado e ConfidencialRealizamos o envio em embalagem discreta e mantemos os seus dados em sigilo absoluto
  • Medicamentos originaisEnviados da nossa farmácia credenciada no Reino Unido
  • Não é necessário passar por uma consulta presencialos nossos médicos vão proceder a uma avaliação online
  • Entrega em 3/4 dias úteisCompre até às 16:30 e receba o seu medicamento em 3 ou 4 dias úteis
Ver tratamentos

Leia mais

Medicamentos para perda de peso

Medicamentos para perda de peso

Revisto por Dr. Caroline Fontana
5 dicas para perder peso na menopausa

5 dicas para perder peso na menopausa

Revisto por Dr. Caroline Fontana
Quanto peso posso perder num mês?

Quanto peso posso perder num mês?

Revisto por Dr. Caroline Fontana
6 razões para não estar a perder peso

6 razões para não estar a perder peso

Revisto por Dr. Caroline Fontana
Quantas calorias devo ingerir por dia?

Quantas calorias devo ingerir por dia?

Revisto por Dr. Caroline Fontana
Alimentos a evitar no tratamento da perda de peso

Alimentos a evitar no tratamento da perda de peso

Revisto por Dr. Caroline Fontana
Obesidade e a mente: como a sua saúde mental pode afectar o seu peso

Obesidade e a mente: como a sua saúde mental pode afecta...

Revisto por Dr. Caroline Fontana
Dieta Radical para Emagrecer Rápido

Dieta Radical para Emagrecer Rápido

Revisto por Dr. Caroline Fontana
Quais são as melhores maneiras de perder gordura da barriga ...

Quais são as melhores maneiras de perder gordura da barr...

Revisto por Dr. Caroline Fontana
Casos de Sucesso de Emagrecimento

Casos de Sucesso de Emagrecimento

Revisto por Dr. Caroline Fontana
Qsymia

Qsymia

Revisto por Dr. Caroline Fontana
Calcular IMC (Peso Ideal)

Calcular IMC (Peso Ideal)

Revisto por Dr. Caroline Fontana
Comprimidos para emagrecer

Comprimidos para emagrecer

Revisto por Dr. Caroline Fontana
Alli

Alli

Revisto por Dr. Caroline Fontana
Reductil

Reductil

Revisto por Dr. Caroline Fontana
Mais artigos
  • Seleccione
    Medicamento

  • Preencha
    o formulário

  • O médico emite
    a sua prescrição

  • Entrega
    sem custo adicional