Puragra

O Puragra é vendido como suplemento alimentar através da internet, com a informação de que é um produto produzido à base de ervas naturais, além da afirmação de que é eficaz para melhorar o desempenho sexual masculino.

Segundo os sites que o comercializam, o Puragra é composto por uma combinação de 22 ervas naturais que possibilitam produzir ereções mais fortes e duradouras, aumentando a energia masculina e a resistência sexual.

Ao mesmo tempo em que é vendido sem qualquer prescrição médica, os anunciantes alertam para o fato de que homens que tenham problemas cardíacos não devem fazer uso do Puragra sem antes consultar um médico.

As informações obtidas nos sites que vendem Puragra somente pela internet indicam o suplemento para homens que sofrem de problemas ocasionais ou crônicos de disfunção erétil.

Encontre aqui todas as informações sobre esse “medicamento” para a disfunção erétil.

O que é o Puragra?

Comercializado como um suplemento natural composto por um conjunto de ervas, especificamente elaborado para melhorar o desempenho sexual masculino, os sites que divulgam o Puragra afirmam que ele tem uma média de 90% de aprovação, levantando a autoestima masculina e permitindo manter diversas relações sexuais seguidas.

o-que-e-o-puragra

As informações são de que, com o Puragra, o homem nunca mais vai perder uma oportunidade, garantindo a ereção em qualquer momento, funcionando desde a primeira cápsula ingerida.

Os anunciantes também afirmam que o Puragra não oferece qualquer tipo de efeito colateral, servindo para qualquer homem que sofra de disfunções sexuais ou, ainda, para aqueles que, mesmo tendo um bom desempenho, desejam aumentar sua libido e sua resistência sexual.

Sabemos que, em qualquer altura da vida, homens de todas as idades passam por fases em que enfrentam problemas de desempenho sexual. Muitas vezes, a ereção é insuficiente para manter uma relação, ou o homem não apresenta maior resistência sexual, exigindo mais tempo entre uma e outra.

A indústria farmacêutica oferece diversas opções para condições desse gênero, que estão disponíveis mediante prescrição médica. Contudo, mesmo esses medicamentos apresentam efeitos colaterais em determinadas pessoas, por diversas razões.

Portanto, o homem que apresenta qualquer tipo de disfunção sexual deve procurar os medicamentos mais adequados para sua condição física e sua idade, sem se valer de produtos que não oferecem a sua formulação e não são claros com relação à sua origem.

Qualquer homem que tenha passado por tratamento de disfunção erétil sabe que, na maior parte das vezes, os medicamentos apresentam efeitos como tonturas, palpitações, dores de cabeça, nariz entupido, além de outros efeitos já constatados por testes laboratoriais e clínicos.

Dessa maneira, os médicos não recomendam que o homem com disfunção erétil procure se valer de produtos comercializados indiscriminadamente, como o Puragra, que é divulgado como o mais recente e mais poderoso de todos os produtos naturais disponíveis para disfunção erétil.

Muito embora os sites de revenda de Puragra informem que o suplemento foi testado clinicamente, analisado por especialista e com estudos feitos com inúmeros homens que apresentavam condições de disfunção erétil, é facilmente perceptível que nenhum deles informa o laboratório onde a pesquisa foi conduzida e os médicos responsáveis pelos estudos.

Os fabricantes ainda informam que o Puragra foi desenvolvido após diversos anos de estudo e de uma meticulosa investigação sobre os efeitos das ervas que o compõem, tendo o objetivo de desenvolver um produto natural tão próximo quanto possível da perfeição para gerar seus efeitos.

Contudo, mesmo a medicina tradicional ainda estuda e pesquisa medicamentos mais eficientes do que os existentes, que ofereçam menos efeitos colaterais ou que, pelo menos, eles se apresentem em menor percentual dos que os observados atualmente, o que leva a questionar a validade das informações dos fabricantes de Puragra.

Quais são os ingredientes de Puragra?

A fórmula do Puragra não é informada em qualquer um dos sites que fazem sua comercialização. De acordo com fontes que não podem ser consideradas confiáveis, em razão de não apresentação de comprovação oficial, o Puragra possui, entre as 22 ervas que afirma conter em sua composição, as não muito conhecidas Lycium barbarum, Coix Lachryma, Clycyrrhiza Glabra, Euryale Ferox e Linium Brownii, além da mais popular Ginseng.

ingredientes-de-puragra

Como o Puragra funciona no corpo?

Teoricamente, segundo os sites de revenda de Puragra, o suplemento alimentar – que nunca é comercializado como medicamento – oferece efeitos semelhantes ao Viagra, agindo diretamente no pênis e aumentando o fluxo sanguíneo nas veias penianas, exigindo apenas estimulação para promover a ereção.

Riscos ao comprar e utilizar o Puragra

Todo e qualquer medicamento ou suplemento indicado para tratamento de disfunção sexual mobiliza enzimas e neurotransmissores, além de provocar aceleração cardíaca e alguns efeitos colaterais, que dependem do organismo do paciente.

Os sites que vendem Puragra limitam-se a informar que pessoas com doenças cardíacas ou hipertensão devem consultar um médico antes de consumir qualquer suplemento alimentas.

No caso do Puragra, os órgãos de fiscalização responsáveis pela aprovação de medicamentos não possuem qualquer informação sobre o produto que é livremente comercializado pela internet. Portanto, não se conhecem os riscos de comprar e utilizar o Puragra.

Puragra é aprovado em Portugal?

O Puragra não é aprovado em Portugal, além de todos os outros países europeus. Os órgãos reguladores de Portugal, a Infarmed e a ASAE, recentemente retiraram do mercado 27 suplementos que informavam serem eficazes para o tratamento de disfunção erétil. Entre esses suplementos, consta o Puragra, sobre cuja composição não existem informações.

Por que há tantas ofertas de Puragra online?

O Puragra é tão divulgado na internet em razão da facilidade de compra de medicamentos sem prescrição médica online. Na maior parte das vezes, as pessoas fazem a opção pelo uso de suplementos e produtos naturais para tratamento de impotência, em vez de procurar ajuda médica.

Como o Puragra é divulgado prometendo resultados milagrosos e imediatos, isso faz com que se torne uma das escolhas de homens que precisam de tratamento para disfunção, em vez de enfrentar o constrangimento de conversar sobre o assunto com um médico.

No entanto, é importante que o médico seja consultado e que ele próprio prescreva um medicamento, já que pode avaliar o caso de cada homem em particular, sabendo a composição do produto que está prescrevendo e se o medicamento poderá provocar qualquer impacto negativo na saúde do paciente.

Antes de comprar medicamento sem prescrição pela internet ou buscar um produto natural, o homem que apresenta disfunção erétil ou impotência sexual deve consultar um médico, possibilitando passar por um tratamento seguro. Muitos dos suplementos anunciados podem conter substâncias ativas não permitidas para comercialização, constituindo-se um risco para a saúde pública.

Comparação do Puragra e inibidores da PDE5 originais

Os efeitos positivos do Puragra não são conhecidos, uma vez que sua composição química não é divulgada. De acordo com os sites, 90% dos pacientes tratados aprovaram o uso do medicamento, com comentários sobre pessoas que afirmam terem feito uso do suplemento.

Na indústria farmacêutica é uma regra que todo e qualquer medicamento deve ter uma bula onde se descreve a segurança do produto, constando também os estudos clínicos realizados com seus princípios ativos e sua aprovação pelos órgãos fiscalizadores de saúde.

"Os inibidores de PDE5 foram aprovados para uso no tratamento da disfunção erétil desde 1998, depois de centenas de ensaios clínicos comprovarem a sua segurança e eficácia para o uso dessa condição em particular. A utilização de produtos não testados apresenta muitos riscos."

O Puragra não oferece informações detalhadas sobre a fabricação, não se sabendo as condições de higiene e segurança em que é produzido, ou mesmo se possui um dos principais princípios ativos dos medicamentos, como os inibidores de PDE5.

Os inibidores de PDE5 estão clinicamente comprovados como eficazes, oferecendo baixo risco de efeitos secundários. Por sua vez, devem ser tomados apenas sob prescrição médica, havendo o acompanhamento profissional para que seus resultados sejam monitorados.

Os inibidores de PDE5 reduzem a ação da enzima fosfodiesterase tipo 5, que são encontradas principalmente no pênis e nos pulmões. Em consequência disso, as duas principais ações dos inibidores de PDE5 são o prolongamento do tempo de ereção peniana e a redução da pressão vascular e pulmonar.

Alternativas legais ao Puragra

produtos-para-impotencia

Os medicamentos aprovados pelos órgãos fiscalizadores de saúde para comercialização foram, sem exceção, submetidos a estudos clínicos que possibilitam sua classificação como seguros, devendo ser usados sob prescrição médica. Além do Viagra e Cialis, por exemplo, a indústria farmacêutica oferece diversos medicamentos de prescrição que são alternativas seguras ao Puragra, tendo eficiência garantida e não oferecendo efeitos colaterais graves.

Se procura um tratamento com comprovação cientifíca e mais económico para a disfunção erétil, Sildenafil pode ser a melhor opção para o seu caso. O ingrediente activo, mesmo utilizado no Viagra, pode ser vendido legalmente na versão genérica e por essa razão o seu preço é mais baixo.

Sildenafil
  • Medicamento original, testado em estudos clinícos
  • Ação em 30 minutos e duração de 4 horas
  • Versão económica do medicamento Viagra
Mais sobre o Sildenafil

Fontes:

Aprenda mais sobre medicamentos para impotência:
Como funciona
Escolha o Medicamento
Preencha o Formulário Médico
O médico emite a sua prescrição
Medicamento é enviado da farmácia
Entrega gratuita